O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
Opinião 106 Compartilhados 71 Comentários

Não desperdice seu tempo com jogos ruins ou maratonas de seriados

Sabe o que existe em comum entre jogos e Netflix? Ambos envolvem seus usuários em horas e mais horas de uso. Para isso, os desenvolvedores sempre utilizam alguns truques inteligentes e, se a proposta for convincente, o usuário abraça a causa. Mas, será que o tempo que perdemos imersos neste tipo de entretenimento é válido?

Alguns jogos utilizam-se de táticas como maratonas para prender seus jogadores por mais tempo. Pessoalmente, posso falar do Star Trek, que se enquadra bem nessa proposta com sua mecânica envolvente. O jogo me atribui missões diárias e tarefas que precisam ser alcançadas para que a pontuação e as conquistas sejam alcançadas. Tudo aos moldes de um tradicional jogo de RPG. Em alguns momentos, é preciso aguardar algumas horas para que etapas sejam liberadas. Basicamente, você joga de 20 a 30 minutos e fica na expectativa no restante do dia.

Será que o tempo que perdemos imersos neste tipo de entretenimento é válido?

Este tipo de aplicativo pretende ensinar certos hábitos. Será que a intenção do app é que você obtenha conquistas, ou será que ele quer que você gaste tempo e dinheiro? No Star Trek, por exemplo, você pode comprar moedas e outros itens internamente. Afinal, livre para jogar não significa livre para ganhar. E essas compras dentro do jogo são bem caras.

Só que para continuar jogando, é inevitável o uso de uma certa quantidade de moedas, as quais são atualizadas em 24 horas. No final, você acaba imerso no universo do game, e acaba tendo que comprar moedas para ter conquistas e andar no título, pois esperar para fazê-lo no dia seguinte o mantêm longe do final.

HK
Hans-Georg Kluge
O problema com as corridas infinitas, na verdade, é que não existe um objetivo real.
O que você acha?
606 participantes
50
50

Desperdiçando seu tempo com jogadas de marketing

Netflix ou Necessidade? No Twitter, um dos serviços mais citados é o de streaming. E, claro, para os provedores é maravilhoso quando se consegue manter os usuários na sua plataforma.

Estes e outros tweets preenchem o universo do miniblog. Muitas vezes acho realmente graça deles. Vejo muitos usuários participando no Twitter e postando seus próprios provérbios. Mas, de alguma forma, é triste ver o que acontece com essa tendência de marketing: em vez de perseguir atividades significativas, o intuito aqui é nós sentar em frente da TV ou mesmo nos deixar vidrados na tela do celular para mais um episódio de outra série.

Obviamente que nem todos são ruins, mas acabam nos impedindo de sair e compartilhar nossa sabedoria com outros. Ou você nunca teve essa sensação, depois do 12º episódio de uma série qualquer em um sábado de sol, que  passou o dia inteiro dentro de casa?

O Netflix, ainda muito orgulhoso disso, divulgou uma análise dos seus próprios usuários em junho: algumas séries possuem o tempo médio de visualização de 2 horas por dia ou mais!

Mais uma corrida: corra sem parar com games de corrida infinita

Acho particularmente problemático os jogos de corrida infinita: mesmo que uma corrida dure pouco mais do que um minuto ou dois, a próxima será iniciada rapidamente: "Só mais uma... Ah, essa foi tão curta..." Nesse meio tempo, você viu pelo menos dois novos anúncios e o tempo de jogo aumentou. Para se ter uma ideia, nos games gratuitos, os desenvolvedores que usam a plataforma Amazon Underground recebem dinheiro por cada minuto jogado.

androidpit best android games endles runners 5
O que você ganhará ao final de um game de corrida infinita? / © ANDROIDPIT

O problema com as corridas infinitas, na verdade, é que não existe um objetivo real, pois não importará o quão longe você chegou, ele continuará. Do que adianta recolher mais moedas ou dois minutos de velocidade acelerada? Nada, pois o jogo apenas não tem fim.

O que acontece com o Pokémon GO?

O Pokémon GO é uma incógnita para mim: por um lado, o jogo é incrivelmente simples e realmente nos obriga a sair de casa e, querendo ou não, encarar uma realidade. Muitos PokéStops e Lure modules são constantemente ativos - o que não só atrai Pokémons, mas também jogadores. Aqui, as pessoas estão reunidas, podem entrar em contato e conversar entre si.

Mas é realmente necessário sair para caçar Pokémons? Basta ser um Pokémon anônimo em uma arena? Podemos fazer melhor.

AndroidPIT pokemon go outside test 3
Será que você realmente está em contato com outros jogando o Pokémon Go fora de casa? / © AndroidPIT

Quão precioso é o seu tempo?

Sim, eu venho desperdiçado muitas horas em várias destas plataformas que consomem meu tempo. E isso não é sempre ruim: existe sempre aquele tempo que gastamos de casa até o trabalho dentro do metrô ou do ônibus, ou à noite assistindo uma série ou outra - o que pode ser extremamente relaxante. Mas o comportamento excessivo, com grandes gastos através de compras em apps, aposto que não se pagará no final.

Sempre me pergunto se este tempo não teria sido melhor investindo com a minha família ou amigos

Em jogos que me dão a impressão de que o objetivo do jogo é, na verdade, inatingível ou inútil (como nos casos do Star Trek ou Pokémon GO), tento parar de usar ou encontrar outras maneiras de não torná-los um risco para a minha saúde ou minha conta bancária. Assim, consigo aproveitar melhor o meu tempo. Por vezes, me perco entre jogos e séries, afinal sou humano. Mas sempre me pergunto se este tempo não teria sido melhor investindo com a minha família ou amigos. E você?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Phelipe Breves há 3 meses

    Gente, tava lendo uns comentários abaixo e vi várias reclamações. Diferente do texto que li ontem, onde o autor se acha mais inteligente que todos que jogam Pokémon Go, esse texto é para nós fazermos uma reflexão. O autor não está criticando quem usa ou deixa de usar, ele não tá dizendo que serviço X é melhor que serviço Y.
    O cara simplesmente falou, nas entrelinhas, para pormos o vício de lado e pensarmos com sensatez o que fazemos com o nosso tempo.

  • Josue Js há 3 meses

    As pessoas não sabem ouvir opiniões que sejam um pouco diferente das suas. Esse texto é mais para você refletir, fazer uma autocrítica do que sair criticando o autor. Não quer dizer que ele tem uma opinião contrária que ele está te chamando de idiota.
    No Brasil as pessoas tem que aprender que crítica não é uma ofensa, é um ponto de vista que não anula outros pontos de vista, até porque no mundo das ideias não existe verdade absoluta.

  • Rodrigo Biajio Barros há 3 meses

    Otimo artigo, entendi perfeitamente o que o autor quis dizer. Ele nao afirma nada, apenas sugere que façamos uma avaliação do tempo gasto com coisas que as vezes nao acrescentam nada de significante na nossa vida.

  • Marcio S. há 3 meses

    fantástica matéria. Não sou contra jogos e programações de TV, mas precisamos saber organizar nosso tempo para que, daqui alguns anos, não olhemos para trás e nos arrependamos de um tempo perdido, o qual poderíamos ter feito tantas coisas produtivas.

  • Guilherme Oliveira de Souza há 3 meses

    Ótimo post para refletir. Eu particularmente não perco mais tempo com "joguinhos". No meu tempo ocioso procuro escutar podcasts ou audiobooks para aprender algo. Não vou dizer que não jogo nunca (vide Pokemon GO hehe). Lembro do tempo que perdia no meu horário de almoço jogando Minions Rush e que agora consegui substituir pelo sensacional Kindle. Cada um faz o que bem entende com seu tempo, mas por favor, reflitam e veja se não está sendo usado e controlado como "rato de laboratório" dessas empresas de "joguinhos".

71 Comentários

Escreva um comentário:
  • Enfim, o que ele quis dizer, é que a vida é muito curta para ficar perdendo tempo com bobagens, desperdiçando tempo e dinheiro com coisas que não vão fazer você chegar a lugar algum. Tá certíssimo. Para quem tem 16, 20 anos de idade hoje, em um piscar de olhos, estarão com 50, 60 e até mais. Ao final, ele alerta que a família e amigos são muito, mas muito mais importantes que essas bugigangas eletrônicas. Vivam a vida em sua plenitude, mas com prudência e respeito ao próximo.

  • flo merda amigao gringo , muita caca saindo de uma vez

  • As pessoas andam confundindo as coisas. Muitos games de celular são apenas isso: jogos de celular. Lembram-se do jogo da cobrinha dos antigos "dumbphones"? Pois é. Joguinhos como os runners da vida e pokemon Go, são jogos feitos para matar tempo em momentos enfadonhos do dia, como transito parado, filas, salas de espera, viagem de taxi, etc... Eles tem a função de fornecer algo para nossa mente se focar em momentos de ociosidade torturante e não tem potencial para nada além disso. Acontece que algumas pessoas andam interpretando a proposta de certos jogos da maneira errada e isso se deve, em parte, pela confusão que são os celulares hj. Alguns usam ele como um substituto para pcs, outros como videogames portateis e outros.... como telefone. Não é culpa dos games que certas pessoas possuem um caso agudo de falta de bom senso e exageram no uso de algumas coisas. Nego acha que por ser 3d, o joguinho q tem no celular com uma proposta x é comparável a proposta y infinitamente mais densa de um jogo eletrônico de console ou pc. Claro que existem desses para os smartphones, mas a maioria deles são multiplataforma. A massiva maioria dos jogos feitos exclusivamente para android, por exemplo, não passam de joguinhos de celular como o da cobrinha de antigamente, só que com toda a qualidade que os avanços tecnológicos permitem termos hj em um celular. Então o que me assusta é esse comportamento bizarro de algumas pessoas em torno de uma coisa que é bacana e interessante, mas que não justifica o fanatismo. É essa a palavra: fanatismo. tl;dr: As pessoas estão loucas. Não culpem a netflix ou os joguinhos.

  • Ninguém quer opinar, talvez estejam jogando Pokémon GO ou então assistindo Netflix, 😱

  • Concordo que cada um faz com o seu tempo o que quiser, mas a reflexão proposta pela matéria é interessante e necessária em algum ponto da vida de cada um de nós.

  • o tempo é meu, eu gasto no que eu quiser, se quiser ficar 7 dias sentado olhando a grama crescer, problema MEU, foda-se todo mundo que discorda... ele deveria aproveitar o tempo dele indo no RH pedir demissão, porque é péssimo!

  • Esse cara foi a PIOR aquisição profissional do Androidpit... ele é como a nossa Cláudia Leitte, só dá bola fora e afirmações ridículas.

  • Excelente artigo. Uma reflexão pertinente sobre esse "tão novo mundo novo" mobile

  • Os pontos levantados realmente nos fazem refletir em alguns aspectos, e nesta mexida interna, alguns, reagem agressivamente por não se compreender. Como uma criança que birra numa fila de loja pq os pais não levaram o brinquedo que queria.

  • Jogo pokemon go em minhas caminhadas e corridas, e no percurso para academia

  • Concordo em gênero, número e grau, com o autor.

  • corrida infinita te prende uma forma incrível kkk

  • "Sempre me pergunto se este tempo não teria sido melhor investindo com a minha família ou amigos" Bateu a bad foi amigo??

  • É aquela velha história: tudo em excesso faz mal.

  • O que está acontecendo com o Android Pit??? Cada um perde tempo com o que quer. Eu perdi o meu lendo uma matéria dessa...

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi