O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
95 Compartilhado 36 Comentários

Review do OnePlus One: O smartphone high-end para quem manja de Android

Quando a OnePlus lançou o One a minha reação foi "uau, este smartphone veio para colocar o mercado abaixo!". Agora que coloquei minhas mãos sobre o dispositivo, posso confirmar minha primeira impressão. O OnePlus One é um celular de gama alta, com preço acessível e que roda com um software baseado no Android 4.4.2, mas personalizado pela Cyanogen. Este é, talvez, o melhor aparelho disponível hoje no mercado mundial!

Avaliação

Prós

  • Preço
  • Design funcional
  • Auto-falantes stereo
  • Recursos da CyanogenMod

Contras

  • Compra por convites
  • Não vem rooteado
  • Superaquecimento
  • Software ainda oferece bugs

OnePlus One – Desenho & Qualidade de Construção

Em primeiro lugar, tenho que reconhecer que um smartphone que carrega uma tela de 5,5 polegadas é algo realmente grande. Porém, o fato de ser extremamente fino e leve, faz do OnePlus One um smartphone elegante. Tudo parece estar no lugar, inclusive os alto-falantes estéreo na parte inferior do aparelho. Além disso, o fato da parte de trás ser curva faz com que a pegada seja natural e se encaixe bem na mão.

O mais importante a dizer é que, apesar do preço acessível do dispositivo, o OnePlus One não tem uma aparência barata: pelo contrário, o smartphone é topo de linha. Os botões são de cerâmica, no melhor estilo Nexus 5, e as bordas da tela são contornadas por um metal de cima a baixo. Ainda com relação ao design, a OnePlus desenvolveu diferentes capas traseiras para o aparelho, tais como denim, alumínio, madeira e arenito, para que os usuários possam personalizar além do software também o hardware. O modelo que testei vinha em arenito (também chamado de Sandstone), mas confesso que não foi uma boa escolha, pois a sensação é a de termos uma lixa na mão e, ainda pior, o celular escorrega da mão o tempo todo.

Do lado direito, o botão de energia está devidamente posicionado para que os usuários consigam ligar o aparelho com facilidade e, felizmente, os designers da OnePlus optaram por colocar os botões de volume do lado esquerdo, fazendo com que você não confunda os mesmos com o de energia. Próximo ao botão de volume, temos a entrada para cartão micro-SIM. O slot para os fones de ouvido de 3,5mm ficam na parte superior, o que não é muito agradável e a porta micro-USB no centro da parte inferior, entre os alto-falantes. Já na parte traseira temos a câmera de 13MP e o flash duplo de LED na parte central superior do aparelho.

Ainda com relação ao design, o OnePlus One carrega três microfones, um na parte superior, outro na parte inferior e um terceiro na parte de trás. Ou seja, captar som não deve ser um problema para este aparelho.

OnePlus One – Tela

Como disse antes, a tela do OnePlus One é IPS LCD, possui 5,5 polegadas e resolução de 1080p. Vale dizer que a densidade por pixels é de 401 ppi, um pouco inferior que a tela do Galaxy S5 ou HTC One M8, mas nem por isso possui uma qualidade de imagem inferior; pelo contrário, não se nota a diferença. A qualidade do display do One bate com certeza a tela do Nexus 5, por exemplo. O fato do aparelho ter um painel IPS faz com que os ângulos de visão estejam acima da média, e quando digo isso quero dizer que fica acima dos atuais carros-chefe da Samsung e HTC. Mas, acima de tudo, o mais importante é que as cores são naturais. Além disso, o software permite a customização de saturação de cor, intensidade e contraste.

oneplus one screen
© AndroidPIT

Se você clicar na galeria de imagens acima, verá que a tela fica ligeiramente acima do resto da estrutura, ficando assim mais exposta do que a maioria das telas dos smartphones presentes hoje no mercado. Porém, você não precisa se preocupar muito com isso, visto que o display usa a tecnologia Gorilla Glass 3 para resistência a riscos. Eu venho usando o aparelho por uma semana, sem proteção alguma, e não tive nenhum problema com jogar o One na mochila junto com chaves e moedas até agora.

Vale citar que a câmera frontal de 5MP está localizada na parte esquerda frontal; próximo a ela estão o sensor de proximidade e o speaker para ligações.

OnePlus One – Características Especiais

oneplus one button 1
Você pode usar os botões capacitivos ou... © AndroidPIT

Um exemplo da capacidade de uso do software pode ser bem explicado com a possibilidade de ativar a barra de navegação na tela e desativar os botões capacitivos. Pessoalmente, prefiro usar os botões capacitivos, pois tenho um aproveitamento de tela maior. Entretanto, o fato de poder personalizar os botões na barra de navegação, podendo adicionar, tirar e reorganizar os mesmos me parece uma grande ideia também.

oneplus one button 2
... ativar a barra de navegação na tela! © AndroidPIT

A barra de status também pode ser personalizada para mostrar aquilo que você realmente precisa, como relógio, a porcentagem da bateria e o tipo de indicador que você quer utilizar; alternar a exibição de sinal e o número de notificações pendentes na barra de status. Se isso já não bastasse, você pode clicar duas vezes na barra para que a tela seja desativada, no melhor estilo Knock Off.

oneplus one front camera
© AndroidPIT

OnePlus One – Software

O OnePlus One é fruto de uma parceria com a CyanogenMod, assim, roda com o firmware da ROM da Cyanogen (build 11S, baseada no Android 4.4.2). Se você não sabe o que é a CyanogenMod, confira este artigo. Neste momento, o que você precisa saber é que esta é uma ROM customizada com base no Android Open Source Project (AOSP) e entrega mais liberdade ao usuário quando o assunto são configurações, temas, ícones e experiência do usuário com o software. Mas acima de tudo, é preciso dizer que as otimizações de software advindas dos desenvolvedores da Cyanogen são únicas, você não vai encontrar no OS de dispositivos da Sony, Samsung, LG ou Motorola.

Entretanto, o mais interessante é que apesar de oferecer diversas possibilidades de personalização, o OnePlus One pode ser ao mesmo tempo usado por usuários médios.

Graças à comunidade de desenvolvedores que oferece suporte à Cyanogen, existe um vasto número de temas ao alcance dos usuários. Mesmo para aqueles que buscam algo mais próximo de uma experiência com high-ends conhecidos do mercado, como o LG G2 ou o Galaxy S5, acessando a Vitrine de Temas você pode baixar a UI de outras fabricantes e é isso que torna a CyanogenMod tão rica: a capacidade do OS se reinventar o tempo todo.

OnePlus One personalizacao UI
À direita temos os temas disponíveis na CyanogenMod, e à esquerda as possibilidades de personalização dentro dos mesmos! / © AndroidPIT

As possibilidades do software vão mais além: os temas da interface como pacotes de temas, estilos, ícones, fontes, papéis de parede, animações de inicialização e até mesmo pacotes de som podem ser escolhidos individualmente.

Se você quiser mudar a disposição das telas no menu de configurações rápidas ou adicionar um atalho, é possível. E, diferentemente do Android stock, em vez de ter que usar um gesto de dois dedos para abrir o menu de configurações rápidas, no OnePlus One é possível puxar para baixo a barra de status a partir do lado direito para acessar os atalhos, e a partir do lado esquerdo você acessa a barra de notificações.

Agora, o recurso que ganhou meu coração foi a possibilidade de aumentar ou diminuir a luminosidade da tela deslizando o dedo sobre a narra de status. Este recurso é extremamente usual quando você estiver lendo no escuro ou quando você estiver sob luz solar direta.

Atalho com gestos

Os atalhos com gestos do OnePlus One permitem ativar diferentes recursos telefone com a tela desativada. Apesar desta ser uma das poucas partes do OS que não é possível personalizar, ainda assim é fascinante. Um toque duplo na tela ativa o dispositivo; desenhando um V você habilita a lanterna; usando dois dedos verticalmente pode-se reproduzir ou pausar a música; desenhando uma seta para a esquerda passa-se para a faixa anterior e para a direita para a próxima. Durante meu teste, todos os gestos funcionaram perfeitamente bem.

Atalhos gestos OnePlus One
© AndroidPIT

E antes de terminar esta análise do software, vale falar um pouco sobre o cuidado da equipe da CyanogenMod com os detalhes. A tela de bloqueio traz uma espécie de "pad", onde mensagens recentes são exibidas, bem como os efeitos de áudio quando vocês estiver ouvindo música a partir do Google Music, por exemplo.

tela bloqueio OnePlusOne
Mensagens e efeito de áudio aparecem nesta espécie de "Pad" na tela de bloqueio do OnePlus One! / © AndroidPIT 

OnePlus One – Performance

Em termos de desempenho, o OnePlus One é o melhor smartphone na sua faixa de preço. O dispositivo é embalado pelo processador da Qualcomm, Snapdragon 801, quad-core, que gira a uma velocidade de clock de 2,5 GHz e possui ao seu lado 3 GB de memória RAM. Para você ter uma ideia, o Xperia Z2, o Galaxy S5 e o LG G3 possuem as mesmas especificações e eu duvido que você ache um destes aparelhos por menos de 2 mil reais nas lojas hoje. 

OnePlusOne hardware
Os gráficos são rapidamente reconhecidos e a performance em games do OnePlus One é excepcional! / © AndroidPIT

Tanto para o uso de aplicativos e transições do OS, quanto para rodar jogos graficamente pesados, OnePlus One funciona sem problemas e livre de lags ou interrupções. A minha única crítica aqui é que quando o hardware é bastante exigido, temos um superaquecimento do aparelho, talvez por causa do material utilizado na fabricação da capa traseira. Mas, como disse um dos meus colegas, nada que vá queimar os seus dedos.

OnePlus One – Câmera

A câmera do OnePlus One pode ser ativada de várias formas, seja a partir de um gesto na tela desligada, deslizando o dedo para a esquerda na tela de bloqueio ou através do aplicativo, claro. O aparelho roda com CyanogenMod, logo, o aplicativo é muito parecido com a versão stock de câmera do Android e, apesar do que alguns usuários do Nexus 5 dizem, o software entrega uma experiência melhor que a do aplicativo da Google. Dois recursos me chamaram mais a atenção: o fato do dispositivo fazer imagens em 4k e câmera lenta.

A câmera traseira do OnePlus One vem da Sony (Sony Exymor iMX214) e possui 13MP e a câmera frontal 5MP, uma característica bastante satisfatória para os adeptos das selfies.

OnePlus One – Bateria

A bateria do OnePlus One possui 3.100mAh e pode durar até mais de um dia; tudo vai depender do seu perfil de uso. Consegui drenar a energia do aparelho em quatro horas de Max Payne, mas também consegui ficar com o dispositivo até16 horas ininterruptas, mas acima do uso médio do dispositivo. Passei a usar o GSam Battery Monitor para analisar o gasto de energia de todos os celulares e tablets que uso e o OnePlus One fica na linha dos aparelhos high-end do mercado.

Em relação ao modo de economia de bateria, o software do OnePlus One sai atrás da concorrência, pois a CyanogenMod, assim como o Android até a versão KitKat, não oferece nenhuma opção de modo de economia da energia. Porém isso deve mudar com a atualização do OS para a versão Android L, que agora traz este modo de forma nativa ao sistema.

bateria oneplusone
A bateria do OnePlus One pode durar até um dia dependendo do seu uso diário. © AndroidPIT

Tenho apenas uma crítica neste sentido: assim como o Galaxy S4 e o Xperia Z2, o One superaquece quando está conectado na energia e isso não me agrada. O problema pode estar relacionado com o material utilizado na parte traseira do dispositivo. Em termos de hardware, o fato da bateria aquecer quando o processo exige performance de energia ou quando o celular esta carregando, é um ponto negativo bem grande para mim.

Vídeo review do OnePlus One

OnePlus One – Especificações Técnicas

Antes de mais nada, vale lembrar que o OnePlus One custa 299 dólares na versão de 16 GB "Silk White" (aproximadamente R$660,00) e 349 dólares na variante de 64 GB "Sandstone Black" (cerca de R$770,00). O dispositivo estará disponível nos EUA, Canadá, Reino Unido e outros países da Europa, ainda não existem informações sobre a disponibilidade do mesmo no Brasil.

    • Tipo:
    • Smartphone
    • Modelo:
    • A0001
    • Fabricante:
    • OnePlus
    • Dimensões:
    • 152,9 x 75,9 x 8,9 mm
    • Peso:
    • 162 g
    • Tamanho da bateria:
    • 3100 mAh
    • Tamanho da tela:
    • 5,5 polegadas
    • Tecnologia da tela:
    • LCD
    • Tela:
    • 1920 x 1080 pixels (401 ppi)
    • Câmera frontal
    • 5 megapixels
    • Câmera traseira
    • 13 megapixels
    • Flash:
    • LED
    • Versão do Android:
    • 4.4.2 - KitKat
    • Interface:
    • CyanogenMod
    • RAM:
    • 3 GB
    • Memória interna:
    • 16 GB
      64 GB
    • Memória removível:
    • Não disponível
    • Chipset:
    • Qualcomm Snapdragon 801
    • Número de núcleos:
    • 4
    • Velocidade máx.
    • 2,5 GHz
    • Conectividade
    • HSPA, LTE, NFC, Bluetooth 4.0

Veredito Final

Depois de ler esta extensa análise, acredito que você esteja se perguntando: como é possível para uma startup como a OnePlus vender um dispositivo com estas especificações por um custo menor do que muitos de seus concorrentes mais próximos? A resposta é um pouco óbvia na realidade; a OnePlus usa o mesmo modelo de negócios que a Google vem usando com os dispositivos Nexus. Em outras palavras, a empresa não pretende fazer dinheiro por enquanto, pois a OnePlus não tem um histórico na área, apesar do fundador vir da Oppo, que tem a reputação de fazer grandes dispositivos (embora a um custo muito mais elevado). Assim, manter o OnePlus One a um preço baixo é uma forma de investimento para a empresa.

Não sei se você percebeu, mas identifiquei como ponto negativo do OnePlus One a forma de compra do mesmo, que se dá através de convites e, infelizmente, ainda não estão abertos para os usuários brasileiros. É claro que com um hardware classe A, a OnePlus não quer oferecer um lote muito grande do dispositivo e ainda ganha em marketing com a dificuldade de compra. Porém, deixando de lado o fato de que é super exclusivo obter o OnePlus One e que existem algumas características que ainda precisam ser otimizadas em termos de software, como a introdução de um modo de economia de bateria e um melhor software de câmera, o One é o dispositivo mais atraente de 2014. Talvez por isso seja tão difícil colocar as mãos sobre ele.

E aí, o que você achou das características de software e hardware do OnePlus One? As especificações e os custos justificam a dificuldade de compra do aparelho?

Os comentários favoritos dos leitores

36 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi