O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
49 Compartilhado 10 Comentários

Review do Samsung Gear S: perfeitamente funcional, mas não perfeito

A Samsung foi a fabricante que mais lançou smartwatches nos últimos 12 meses. Agora chegou a vez do seu primeiro smartwatch “independente”, um relógio inteligente com a função de receber ligações. O problema é que ele não é realmente independente, pois você ainda precisa de um smartphone (da Samsung) para poder usá-lo. Quais são então as vantagens do novo dispositivo vestível da Samsung? Descubra abaixo, na nossa review do Samsung Gear S.

Avaliação

Prós

  • Ótima tela
  • Ligações e envio de mensagens funcionam bem
  • Boa duração da bateria
  • Resistente
  • Independente (em termos)

Contras

  • Caro
  • Muito grande
  • Inicialmente desconfortável
  • Poucas opções de mostradores

Samsung Gear S – Desenho & Qualidade de Construção

Ele é grande. O Gear S parece uma mescla entre os smartwathes da Samsung e uma pulseira inteligente de fitness, com a Gear Fit. Uma tela de vidro curvado fica sobre uma carcaça ainda bem espessa. A pulseira, também de plástico, é larga, e o fecho de metal é grande. O resultado é um dispositivo robusto. As pulseiras de plástico não sofreram nenhum dano durante a semana em que o testei. A tela também permaneceu intacta.

samsung gear s round closeup
O fecho do Gear S e a sua pulseira removível. / © ANDROIDPIT

O botão físico se encontra abaixo da tela. Nas suas lateriais estão os sensores de luminosidade e de raios ultravioleta. O monitor de frequência cardíaca está localizado abaixo da carcaça, e já se tornou uma função-padrão nos dispositivos da Samsung. Por fim, o contato para o dock de carregamento e a entrada para o cartão nano SIM também ficam sob a carcaça.

gear s 3
O fecho do Gear S. / © ANDROIDPIT

No meu pulso fino, o visual do relógio não é ideal, mas uma tela grande tem as suas vantagens (voltaremos a esse ponto mais tarde). Infelizmente, nenhuma das pulseiras disponíveis eram adaptadas para o tamanho do meu pulso, e o relógio ficou um pouco solto o tempo todo. Mas isso é apenas um detalhe, e me acostumei já nas primeiras 48 horas. 

Samsung Gear S – Tela

O Gear S possui uma tela AMOLED de 2 polegadas com a resolução de 360 x 480 pixels, conferindo-lhe a respeitável densidade de pixels de 300 ppi. O display é claro e vibrante, seguindo a tradição da fabricante. O pequeno número de mostradores disponibilizados pela fabricante não nos oferece muita variedade. Não posso dizer que gostei particularmente deles, mas fora isso o display é realmente excepcional.

IMG 0838
A tela curva do Gear S é bem ergonômica. / © ANDROIDPIT

A tela curva também fornece uma ótima experiência de leitura ao rolar textos longos, notícias ou notificações. É como girar uma roda infinita, em que novas informações aparecem constantemente. Os comandos de toque reagem imediatamente, e todos os ícones podem ser acessados sem tocarmos acidentalmente em outros (devido em parte ao tamanho maior da tela).

Outra grande vantagem que o Gear S oferece é o seu sensor de luminosidade: como no Moto 360, o brilho da tela se ajusta automaticamente ao ambiente, com base nas condições de luminosidade. Essa função estava ausente na primeira onda de relógios inteligentes com Android Wear, como o LG G Watch R ou o Samsung Gear Live

Samsung Gear S – Características Especiais

O Gear S inclui um pedômetro e o típico monitor de frequência cardíaca da Samsung, bem como dois outros sensores: o de luminosidade (mencionado acima) e um sensor de ultravioleta, que mede os raios UV e transfere as informações para aplicativos de saúde como o S Health. Isso permite que os usuários se protejam da exposição a tempo.

A outra grande particularidade do Gear S é a sua entrada para cartão SIM, apesar de as vantagens dessa função serem superestimadas na minha opinião. Dizer que um este smartwatch pode ser usado de maneira “independente” é um exagero. Ele precisa ser pareado com um smartphone Samsung logo que sai da caixa.

androidpit samsung gear s 7
Você vai precisar de um smartphone Samsung antes de começar a usar o Gear S. / © ANDROIDPIT

Dito isso, as vantagens de um relógio inteligente com cartão SIM incluem poder deixar seu smartphone em casa, pois o Gear S servirá como uma versão mini de suas funcionalidades: ligações, mensagens e conexão 3G. Dessa forma, se quiser fazer exercícios ou outra atividade e não quiser levar seu celular, você pode contar com o Gear S. Essa é a sua grande vantagem.

Essas situações não ocorrem com muita frequência no meu caso, mas imagino que ele seja bem prático ao sair à noite. Os celulares são roubados com frequência em bares e clubes, e se você não quiser correr riscos, poderá levar apenas o Gear S para a balada.

Samsung Gear S – Software

Em vez de adotar o Android Wear com o Gear Live, a Samsung decidiu integrar seu próprio sistema operacional ao Gear S, o Tizen. Sua experiência de uso é em muitos aspectos semelhante à do Android Wear, e ele é bastante intuitivo. Deslizando o dedo do alto para baixo ativa do modo “Não perturbe”, e de baixo para cima você abre a gaveta de aplicativos.

Deslizando o dedo para a direita você acessa as notificações, em que poderá ter uma visão geral dos vários tipos de notificações (email, SMS, compromissos, etc.). Daqui você pode pular as mensagens ou descartar uma a uma. Emails e notificações podem ser lidos integralmente (mas fotos não podem ser visualizadas), e várias outras ações são configuráveis. Também é possível responder às notificações usando o teclado do software. Por fim, ao se deslizar o dedo para a esquerda, você abrirá os widgets, que funcionam como numa tela de smartphone.

androidpit samsung gear s 8
A gaveta de aplicativos é bem parecida com a do Android. / © ANDROIDPIT

Os apps de saúde S Health e de GPS integrados de fábrica ao Gear S o tornam ideal para a prática de exercícios: ao usar aplicativos como o Nike ou o próprio S Health, o Gear S irá monitorar dados como o número de passos, distâncias percorridas, frequência cardíaca, etc., e registrar essas informações em seu plano de fitness. Tudo isso sem precisar carregar um smartphone também.

androidpit samsung gear s 6
O Gear S vem com o app S Health. / © ANDROIDPIT

Graças ao Bluetooth, suas músicas podem ser enviadas aos fones de ouvido ou tocadas nos alto-falantes do Gear S. Mas essa última opção não oferece uma qualidade de som satisfatória.

Fiquei impressionado com as funções de teclado e de ligações nativas do Gear S. Mesmo numa tela pequena e com um teclado QWERTY completo, digitar mensagens funciona bem.

Fazer ligações é simples e rápido. O som é bom para ambas as pessoas. A questão aqui é mesmo de hábito. Por enquanto ao menos, ver alguém falando com o seu relógio remete a filmes futuristas antigos.

Samsung Gear S – Performance

O Gear S funcionou bem em meu teste com e sem o cartão SIM. Ele não apresentou atrasos ou engasgos, e o processador dual-core a 1 GHz parece pronto a receber futuras atualizações do Tizen, bem como aplicativos novos desenvolvidos especialmente para ele.

androidpit samsung gear s 3
O Gear S parece um tijolão em pulsos finos. / © ANDROIDPIT

Ele tampouco apresentou bugs ou pequenos erros relativamente comuns em smartwatches. Ele realizou todas as tarefas requeridas sem falhas, e as notificações apareceram sempre em tempo real. A única coisa que me decepcionou foi o fato de o Gear S não poder receber imagens anexadas aos emails. E mesmo o texto de um email com imagem não pode ser lido.

Samsung Gear S – Bateria

A bateria encontrada no Gear S tem uma capacidade de 300 mAh, e segundo a Samsung deve durar pouco mais de dois dias. Em meu primeiro teste, o Gear S carregado ao máximo às 11 da manhã de sábado suportou um uso moderado até a noite de segunda-feira. Para os padrões atuais de relógios inteligentes, essa é uma ótima bateria.

androidpit samsung gear s 13
O Gear S tem um sensor de luminosidade que ajusta automaticamente o brilho da tela. / © ANDROIDPIT

Durante esse período, fiz apenas uma ligação breve, mas checava as notificações e mensagens a cada 10 minutos, além do teste de todas as funções mencionadas neste review. A bateria é carregada num dock semelhante ao dos outros modelos Gear, e o carregador em si pode armazenar um pouco de energia, servindo como uma fonte de energia portátil.

Preço e disponibilidade

O Samsung Gear S chegou às lojas no dia 8 de novembro de 2014 ao preço de R$ 1.499,00. Vale lembrar que o novo gadget chegou junto com o Galaxy Note 4, que também está disponível pelo preço sugerido de R$ 2.899,00.

Samsung Gear S – Especificações Técnicas

Dimensões: 58,1 x 39,9 x 12,5 mm
Peso: 67 g
84 g
Tamanho da bateria: 300 mAh
Tamanho da tela: 2 polegadas
Tecnologia da tela: AMOLED
Tela: 480 x 360 pixels (339 ppi)
RAM: 512 MB
Memória interna: 4 GB
Chipset: Qualcomm Snapdragon 400
Número de núcleos: 2
Velocidade máx. 1 GHz
Conectividade HSPA, Bluetooth

Veredito Final

O Gear S é um smartwatch muito funcional. Você pode escrever emails, fazer ligações, conferir a previsão do tempo e suas notificações no dispositivo, tudo isso numa tela brilhante, sistema sem falhas e uma boa duração da bateria. Se quiser deixar o seu celular em casa, o Gear S é certamente uma alternativa viável.

Dito isso, mesmo se o Gear S viesse como o acessório grátis a um dispositivo Samsung, ainda assim não sei se o usaria regularmente. Gastar R$ 1.500,00 no gadget me parece fora de propósito. Não me entenda mal: ele encontrará seu público, mas tudo que oferece eu prefiro usar mesmo no meu smartphone. Por fim, é um tanto frustrante o fato de o dispositivo que se diz “independente” (com a entrada para SIM) ter que ser necessariamente pareado com um smartphone Samsung.

Em resumo: ele é caro, grande e para muitos desnecessário. Mas ainda assim é provavelmente o melhor smartwatch da atualidade.

10 Comentários

Escreva um comentário:
  • Uma pergunta.. ele consegue entrar nos app.. como o WhatsApp... para iniciar uma conversa ao invés de somente responder uma notificação? ?

  • Tenho um Gear S. Gosto muito dele!!! Acho que poderia haver algumas melhorias... Deveria funcionar com qualquer Celular Android. Utilizo ele nas minhas corridas, no entanto, não confio na medição de distância do seu GPS. Não vejo utilidade nenhuma em um smartwatch, se tiver de ficar junto com o smartphone durante todo o seu tempo de utilização.

  • Com essa liberdade, bateria e detalhes acho que é o melhor mesmo.

  • Moto 360 é muito melhor. O design curvo e a existência do Android Wear, além do preço é claro, já mostram o nível da superioridade dele. Eu me sentiria envergonhado se utilizasse um relógio desses no meu pulso. O Sistema Operacional do Gear S é muito mal adaptado para telas pequenas, além de ser feio. A Samsung tem que aprender que Smartwatches não são celulares grudados no pulso. Ser independente não muda nada, ou melhor, piora.

  • "ainda assim não sei se o usuário regularmente."

    E, uma dúvida, o braço das fotos é do "rapaz de pulso fino"?

  • Aí diz que o chip é um Qualcomm Snapdragon 400, mas esse chip tem 4 cores e aí diz que tem 2... Mas está muito bom!

    • Camila Rinaldi
      • Admin
      • Equipe
      19/dez/2014 Link para o comentário

      Não há necessidade de uso de quatro núcleos em um smartwatch Afonso, e o processador Snapdragon 400 possui uma versão dual e outra quad core. A que o Gear S usa é dual-core.

49 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi