Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Entenda a diferença entre 4,5G e 4G+

Entenda a diferença entre 4,5G e 4G+

Levou muitos anos até que o 4G pudesse sair das grandes cidades e se expandir pelo país. As tecnologias mais recentes do nosso LTE, o 4G+ e o 4,5G, são variações que captam melhores frequências e múltiplas faixas de rede. Conheça as diferenças de cada uma dessas conexões a seguir.

O mundo está se preparando para receber o 5G em plena atividade até 2020, com alguns celulares chegando com suporte a essa tecnologia já em 2018, como é o caso do Moto Z3 norte-americano. Muitos lançamentos programados para 2019 também já contam com essa tecnologia compatível. No Brasil, a situação deve ser diferente, visto que o 5G ficará para mais tarde enquanto o 4G avança e suas variações se tornem mais populares, caso do 4G+ e do 4,5G.

A primeira coisa que você deve saber é que para usar o 4G+ ou o 4,5G é necessário um smartphone compatível, da mesma forma como foi quando o 4G começou a chegar. As empresas lançavam modelos 3G e 4G separados e, no caso dessas frequências mais atuais, também é necessário um dispositivo compatível.

Nomenclaturas do 4G no Brasil

  • 4G: LTE (HSPA+ internacionalmente)
  • 4G+: LTE Advanced
  • 4,5G: LTE-Advanced-Pro

O que é 4G+

O 4G+ nada mais é do que um avanço do 4G que conhecemos, pois se conecta a mais de uma frequência ou faixa de espectro. Basicamente, o aparelho que é compatível com essa tecnologia consegue usar duas faixas de banda de acordo com a cobertura do local, ou seja, você não fica limitado a faixa de 700 MHz, podendo ser migrado automaticamente para as faixas 2.600 MHz ou 1.800 MHz.

Isso pode ser útil, por exemplo, para quem compra aparelhos que só funcionam em determinadas faixas do 4G, embora seja necessário consultar a disponibilidade de rede 4G+ em cada cidade e também o plano compatível (algumas operadoras oferecem o 4G+ em determinadas cidades e só em planos pós-pagos).

O LTE-Advanced também é capaz e migrar o usuário para múltiplas faixas 3G e 2G, além do 4G. Se a transmissão combinar não só duas faixas de frequência, mas três ao mesmo tempo, estamos falando do 4.5G:

O que é 4,5G

Mais restrita que o 4G, o 4,5G é uma versão melhorada do 4G+. Essa tecnologia permite que o celular consiga receber e enviar mais dados, utilizar mais antenas (até quatro simultaneamente) e atingir maiores velocidades de upload e download.

A agregação de mais antenas e um esquema de modulação mais amplo permitem que o 4,5G atinja velocidades até 10x mais rápidas que o 4G convencional. Apenas a Claro e a Vivo oferecem o 4,5G em pouco mais de 300 cidades no total, com velocidades que atingem no mínimo 250 Mbps.

fainalinfoapit4g copia

Para a Anatel, contudo, as nomenclaturas 4,5G e 4G+ não passam de estratégias de marketing das operadoras, visto que ambas as tecnologias não são formalmente reconhecidas pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) ou por organismos internacionais de padronização, como ocorre com o Wi-Fi e sua rigorosa regulamentação pela Wi-Fi Alliance.

Esses nomes são usados pelas operadoras como forma de sinalizar para seus clientes "leigos" que está havendo alguma mudança em sua rede, melhorias, para que o mesmo possa ter acesso a novas velocidades.

A faixa de 1800 MHz onde são usados o 4,5G e o 4G+, por exemplo, antes eram majoritariamente usadas para o GSM, mas passaram por reformulações, o que inclui a criação de uma nova rede avançada que recicla a frequência antiga para servir um padrão mais rápido. Nenhuma rede ou estrutura é descartada no mundo das telecomunicações.

Você já usou o 4G+ ou o 4,5G?

Artigos recomendados

30 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • PAREM DE ENGANAR OS OUTROS, NINGUÉM USA FREQUÊNCIA E SIM VELOCIDADE DA INTERNET, FICAM ENCHENDO LINGUIÇA COM ESSA CONVERSINHA MOLE, A 4.5G OU 4G+ É O 4G MELHORADO QUE ALCANÇA NO MÁXIMO 15MBPS, E NA PRÁTICA O 4.5G PODE CHEGAR A ALGUNS MBPS A MAIS... EU DISSE NA PRÁTICA!!!


  • Eu tenho o Samsung Galaxy S9+
    E vivia aparecendo 4G+
    Tenho plano na Tim
    Só que depois que o meu Android atualizou
    Agora ele só fica aparecendo 4G
    E 4.5G , é como se estivesse feito a substituição das siglas o 4G+ não aparece mais
    Depois da atualização


  • Tenho um S9+ e uso o 4.5G da Claro. A velocidade é realmente muito melhor que o 4G normal, apesar de não funcionar em todos os lugares, mas a velocidade e a cobertura no geral da operadora me atendem demais.


  • vejam é a competência ou falta dela nos nossos órgãos reguladores e subordinados:

    1) elas sabem do problemas e os reconhecem

    2) não tomam nenhuma atitude de coibir ou punir

    3) e ao final, reconhecem em público a prática ilícita da promoção de serviços vendidos ao público, ou pelo menos, servíços "camuflados"

    portanto, a conivência é fatídica.

    como permitir o "marketing" de algo que, de fato, não o aval de uma instância maior, como é o caso do Wifi Alliance, e, ainda "deixar rolar para o que acontece se alguém reclamar?"

    O Brasil é realmente um paraíso, em tofos os sentidos! E viva a democracia, ainda que muitas vezes subsidiada.


    • O que existe no Brasil são "Exploradoras de Telefonia" e não "Operadoras", elas fazem o que querem e ninguém as incomoda, vendem pacotes casados, adulteram a velocidade de internet, fazem todas as atrocidades à luz do dia e nada acontece...


  • Uso o 4.5G da Claro em um S8. E em cidades que já estão ativos os 700 MHz, como São Paulo, é feito agregação das três frequências disponíveis. 2600+1800+700. Fica show.


    • Me responde uma coisa. Eu vou conseguir usar o 4,5G somente nas frequencias 2600+1800??


      • É pra conseguir sim! Mas tem duas coisas, se a sua operadora e celular tiver LTE Advanced vai agregar sempre só duas frequências independente de qual for, mas se a operadora e o celular tiverem LTE Advanced Pro, agrega o que tiver disponível. No meu, quando estou em lugar que não chega os 2600, agrega os 700 com 1800, porque geralmente os 2600 em lugar fechado ou afastado, some. Mas se tratando de 4.5G, o que tiver disponível, o celular "puxa" a frequência a agrega. Não sei se vai entender da forma que eu disse hahaha.


  • matéria interessante! agora só faltou mostrar e falar sobre os aparelhos compatíveis com tais tecnologias.


  • Uma coisa que reparei: nenhum celular mostra. o ícone 4.5G.
    Quando a rede está em 4G+, ele continua mostrando 4G.
    E quando está em 4.5G ele mostra o ícone 4G+

    Eli


  • Boa matéria.
    Valeu pelas explicações. Eu pensava que 4,5G e 4G+ eram a mesma coisa.


  • Uso internet da Vivo. Testei a Claro por alguns dias, mas a Vivo sempre se sobressai. Pena que tenha planos bem piores que as outras.


  • Concordo com a Anatel, nome bonito para enganar trouxa. Tudo é LTE!
    Mas penso que não adianta ter conexões ultra rápidas e pacote de dados tão limitados...


  • Já passou da hora das operadoras ofertarem mais gigas, pois o 4G independente da velocidade, é um voraz consumidor de dados, se for ver vídeos, acabou a franquia.

    Se as empresas querem colocar um 5G que ainda deve demorar bastante, talvez em 2025 se torne popular no Brasil, temos que focar agora na franquia e qualidade do 4G.

    Gostaria que a Claro, TIM e Oi, lançassem um plano parecido com o Vivo Easy com os valores:

    1000 minutos por R$10,00 ( incluindo 1000 SMS )

    1 GB por R$5,00 ( esse seria o pulo do gato )

    Lembrando que a Vivo cobra uma fortuna por 1 GB, R$19,99. Um verdadeiro roubo.

    Seria um plano flexível, com validade de 1 ano, muito melhor e acessível a todos, sem taxa de conveniência. Já fiz a sugestão a Claro, vamos aguardar.


    • 2GB é 19,99 no Vivo Turbo, continua sendo caro mas pelo menos é cumulativo, tipo, se vc n usa toda sua franquia em um mes, no mes seguinte vc tem os 2GB mais oq vc n utilizou no ultimo mes.


  • se o 4G+ é a segunda geração do 4G, e o 4.5 G a mais atual, atingindo picos altíssimos de Down e Up, pq na imagem de exemplo o 4.5 G tá inferior ao 4G+ de acordo com o gráfico?...rsrs

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
[Error]