Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 51 Comentários

Android Go chegou no Brasil: isso é uma coisa boa?

Nesta última semana, sem aviso prévio, a Google anunciou o Android Go no Brasil, e de cara três marcas esperadas mostraram seus produtos, com a Positivo saindo na dianteira. O Android Go vai muito além de ser apenas um sistema, representa diversas ideologias e expectativas do mercado móvel. Será que ele é mesmo uma boa ideia?

Pude conversar com um dos criadores do Android Go, gerente de produtos do sistema Arpit Midha, e foi maravilhoso entender o motivo deles por trás dessa versão do sistema. Eles querem que todos, do top aos de entrada, possam rodar com boa performance para trazer mais oportunidades aos seus usuários. Até mesmo para semi analfabetos.

Arpit Midha
Arpit Midha, gerente de produtos do Android Go / © AndroidPIT

Quando perguntados sobre se o Android Go ajudaria a matar os features phones de uma vez, eles responderam que sim, esperavam que esse fosse um dos efeitos do Go. Mas, além da beleza das palavras, até onde é sensato dar suporte aos smartphones mais simples?

O Android Go não estará disponível para os aparelhos que já existem, para os milhões de aparelhos que sofrem com sistemas defasados e pesados. Estará em novos dispositivos que chegam com 1 GB ou menos de memória RAM, uma obrigatoriedade determinada pelo Google. Mas é preciso haver um equilíbrio aí.

alcatel android go
Alcatel 1, o Android Go da empresa para o Brasil / © AndrioidPIT

Ao incentivar demais os aparelhos mais simples, ao invés de serem substituídos por modelos mais parrudos que já possuem bom custo benefício, algumas empresas ajudam a perpetuar a existência de especificações que já poderiam ter sido abandonadas. Mesmo com um Android Go, qual aparelho de 8 GB de espaço resiste a grupos do WhatsApp?

Das três marcas que apresentaram smartphones com o Go, Multilaser, Positivo e Alcatel, todas têm um modelo que conta com esses pequenos 8 GB de armazenamento. E por mais que o sistema ocupe menos espaço e que haja suporte para microSD, é muito fácil esse espaço acabar e começar a comprometer o desempenho do mesmo jeito.

positivo android go
Positivo Twist Metal e Positivo Twist Mini / © AndrioidPIT

Dos cinco modelos que conheci, ao menos dois eram apenas 3G. A terceira geração de banda surgiu em 1998, e foi substituída pelo 4G em 2008. Os rumores e testes do 5G já começaram, então acho um pouco temeroso lançarem aparelhos apenas 3G hoje em dia.

Ainda assim, Android Go é um projeto bem vindo, afinal de contas é muito melhor alguém estar fazendo algo do que permitir que continue assim. Em países em desenvolvimento como Brasil, Índia e muitos da África e Ásia, esses aparelhos não vão deixar de existir tão cedo, então melhor proporcionar uma boa experiência às pessoas do que deixá-las comprando aparelhos ruins e lentos com o dinheiro que têm.

android go multilaser
Os modelos Android Go da Multilaser: MS50X e MS50G / © AndrioidPIT

Os aparelhos que vierem com o Android Go não terão o sistema totalmente controlado pelo Google, mas a Big G irá garantir que o desempenho do aparelho seja bom para o usuário. Dessa forma, não poderá controlar personalizações e a velocidade dos updates, mas irá garantir que o aparelho funcione com bom desempenho. Já é alguma coisa, e minha intensão com esse artigo era trazer contrapontos para vocês pensarem.

E então, o que pensa sobre o Android Go?

76 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  •   85
    Conta desativada há 2 meses

    Respondendo a questao , nao nao é uma coisa boa

    justificando : os aparelhos anunciados ate o momento tem valor ridiculo para a proposta do android go , android go é para aparelhos de entrada porcaria aquelas coisas bizarras de 512mb e 1giga lançar aparelhos assim cobrando o preço de um moto G5 é totalmente surreal , Desculpa google embora eu entenda a proposta e nao apoie pois custom rom no xda conseguem ser otimizados em aparelhos fracos n precisam de uma versao "go" mas mesmo assim , essa proposta nao vai colar no brasil pois as empresas e o custo brasil vai fuder com a proposta inicial , os aparelhos viram com o sistema mas custando preço de um aparelho normal com bom desempenho e isso so vai servir pra pessoas leigas desavizadas pagarem 699 em um aparelho fraco e limitado com android go e fazer com q essas pessoas reclamem do sistema e comecem a querer parti pra concorrência por acha o android travado graças a aparelhos com android go custando preços surreais

  • Agnaldo há 2 meses

    Eu particularmente não gosto, como a matéria já disse aparelhos antigos não receberão e os lançamentos com especificações muito baixas já deveriam ser extintos, além disso as custom ROMs sao a prova de que o Android pode ser fluido sem ser capado.

  • AC&MM há 2 meses

    A princípio quando ouvi falar do Android Go, achei uma excelente iniciativa da Google em relação a aparelhos com hardware modestos ou fracos no que diz respeito a atualidade dos aplicativos essenciais em um smartphone, mas depois que vi que alguns desenvolvedores conseguem criar custom ROM's com atualização e determinadas funções do Android atual em alguns aparelhos com hardware fraco em relação aos smartphones atuais, penso que seja apenas uma desculpa pra vender aparelhos fracos que passam uma sensação de alto desempenho pra iludir futuros compradores e forçá-los a comprar aparelhos novos e mais caros pra fugir dos travamentos. Afinal de contas, qual o custo que um aparelho com hardware básico tem para as fabricantes em se comparando com os intermediários ou os tops? Ainda mais se esses aparelhos forem vendidos aqui no Brasil a preço de um intermediário mais básico e sendo um aparelho de entrada com tempo de uso pré-determinado.

  • Léo Walk há 2 meses

    Primeiramente pra essa ideia vingar, esses aparelhos deveriam custar no minimo uns R$300,00 e em segundo lugar, os usuários teriam que manjar de limpeza do sistema. Um exemplo é: Entrar periodicamente na pasta de mídia do Whatsapp e deletar varias fotos e vídeos que ficam ali armazenados. (faço isso mensalmente no Gran Prime da minha mãe...rsrsrsr...) sem esses dois pilares acho impossível essa ideia vingar aqui no nosso tão complicado Brasil.

  • Léo Walk há 2 meses

    Seria melhor se os aparelhos fossem fabricados diretamente pelas mãos da própria Google.

51 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Esperando um lançamento decente de android go aqui... a maioria com processadores de 2015/2014...que além de serem basicos naquela época já eram criticados na época... poxa ai é fogo em... esperando um com pelo menos um snap 425 435(sim de 2016/2017)... ai sim eu aceitaria paga 500 por um celular desses...e depois de ver o desempenho...

    Li uma analise rapido do twist e falaram que dá umas travadas até pra abrir a lista de apps.. sacanagem mesmo


  • eu baixei o maps go, ainda estou testando. Acho uma boa esses apps. Só que não adianta nada esses apps pra celulares "pequenos" e não tiver atualização de software.


  • há pessoas qualificadas aqui , que podem orientar um parente um amigo enfim.alguem de quem gostamos ou que apenas nos peça auxílio , neste assunto . Podemos ajudar as pessoas a não gastarem seu dinheiro em produtos que logo,logo vão. decepciona Las .


  • Engraçado,ontem a CBN em sua coluna de tecnologia abordou o mesmo assunto, particularmente gosto da ideia , A usabilidade de smartphones e seus aplicativos devem atingir a todos. frequentemente nos esquecemos das pessoas que têm baixos salarios,num país socialmente injusto como o nosso e acabam comprando dispositivos com pouca memória RAM , já que frequentemente confundem na com armazenamento interno, e dificilmente podem contar com a solidariedade de um vendedor ,que quase sempre não conhece a fundo dados técnicos ou apenas quer concretizar o negócio. Isto impede a frustração quase sempre a curto prazo ,quando ainda se está pagando as parcelas, do aparelho travar por com das atualizações , e principalmente do desempenho dos processadores que equipam estes modelos. se pudesse vir com redução de impostos seria o pacote perfeito.


  • Eu já passei dessa fase de ficar "maravilhado" com ideias. Hoje, quando ouço uma, por melhor que pareça, eu automaticamente penso: "Tá, mas isso é aplicável".
    Esses aparelhos da Multilaser, Positivo e Alcatel devem ser white label, (e não há problemas nisso), e se nós puxarmos os originais, provavelmente vamos descobrir que são aparelhos vendidos na China ou Índia por uns 30 dólares em média, mas aqui no Brasil chegam com esses preços abusivos.
    Realmente, são produtos voltados pra quem infelizmente é semi-analfabeto ou não tem muitas condições financeiras, mas no nosso caso não foram feitos pra ajudar essas pessoas, e sim se aproveitar delas.


  • Uma perda de tempo e recursos. Um despropósito.


  • na mrl tinha q ter +1 exigência no go => 8GB hj em dia não é aceitável! no mínimo do mínimo 16GB!


  • Adoro a proposta, mas isso abre margem para as fabricantes de acomodarem com configurações simplórias e preços que não condizem com a configuração.

    CAV


    • No final das contas, a resposta sempre será a do consumidor.
      Se a quantidade de pessoas que ainda investem nesse tipo de aparelhos é razoável, então só acabarão estimulando a continuidade de projetos ou aparelhos do tipo.


  • Nao faz sentido! Mesmo com um sistema mais leve os apps continuaram exigindo muito da memória ram do processador e do armazenamento interno do celular resumindo vai travar ter lentidão e memória cheia, a pessoa vai gastar um dinheiro que não tem para sofrer com um celular que basicamente não funciona

    CAV


  • Se começarem a lançar apenas celulares com especificações de 2005 com preços atuais eu repensarei meu consumo em smartphone.


  • a claro e a tim a partir de agosto de 2018 não terão mais antenas com 3G pois estão trocando as antenas por antenas que tem apenas 4G e o famigerado 4,5G `{que é um 4G 10 vezes mais rapido, e realmente é, estou usando a da claro e melhorou muito, faço downloads a 242 Mbit/s agora e antes era a 115Mbit/s} ... ou seja... o 4,5G realmente é uma antena 4G muito mais potente, e a partir de agosto de 2018 claro e Tim não terão mais o velho 3G pois essa antena nova tem apenas o 4,5G e o 4G .... enfim... esses celulares vão funcionar como hein?


  • não é algo bom, isto é terrível, é um plano que ja nasceu falido, e prejudicará aos pobres semi-analfabetos que comprarem esses aparelhos afinal de contas a unica razão para venderem será o Preço, meus avós e meu pai por exemplo foram nas casas bahia esses dias sozinhos e sem me avisar decidiram comprar celulares novos para eles, e, obviamente, como eu não estava lá para orientá-los compraram o que lhes pareceu melhor, ou seja, o que estava mais barato, compraram o lixo do motorola Vibe, 8gb interno, 1gb RAM e android 6, veio com 230 mb livre de espaço somente, e trava o android que é uma beleza... porcaria... enfim... pessoas idosas e aliás qualquer pessoa de mais de 35 anos de idade hoje.. sendo mal informado ou não mas enxergam o mais barato que exista agora como algo já melhor do que existia a anos atrás da ultima vez que compraram um celular então aceitam o mais barato que exista como sendo algo bom hoje.. é um pensamento errado mas essa é a realidade do povo brasileiro, então, o governo aceitar essas empresas lançar novamente celulares que já estão defasados é maldade, aliás, a claro nem terá mais antenas com 3G de agosto de 2018 em diante pois estão trocando todas as antenas por antenas 4,5G que são apenas 4G e 4,5G ..


  • melhor é pegar aquele trator de rolo da polícia federal e, passar por cima dessas porcarias
    de celulares kkkk


  • Por esse preço prefiro comprar um aparelho da Xiaomi que sei que vai ser bem melhor.


    •   14
      Conta desativada há 2 meses Link para o comentário

      Claro que importados sempre são melhores do que os dispositivos nacionais!


  • é bom sim... mas a tendência são os mais básicos usar ele... isso é bom.por ser leve... (pelo menos no papel)


  • mas tem mais uma enxurrada de aparelhos que vai ser lançado no Brasil configuração totalmente ridículo, que em pouco tempo de uso de Facebook e WhatsApp vão abrir o bico

Mostrar todos os comentários

Recommended articles