Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 41 Comentários

Fim do Zenfone? Asus terá mudança de estratégia em 2019, mais focada em gamers

Em 2017, a Asus foi considerada a quinta maior vendedora de PCs do mundo. Até hoje, suas placas de vídeo e outros componentes que fabrica são referência para gamers e usuários mais avançados de computador. Essa é uma estratégia que dá certo, assim como foi visto com o ROG Phone. E é isso o que deve nortear a empresa em 2019.

As notícias começam com a informação de que Jerry Shen, CEO da empresa há 11 anos, deixará o cargo que ocupa no primeiro dia do ano vem. A cadeira será ocupada por dois executivos da Asus, S.Y. Hsu e Samson Hu, líder dos negócios para PCs e líder de atendimento ao consumidor global, respectivamente. Mas não é só isso.

Os dois executivos entram para operar uma mudança de estratégia na empresa. A reestruturação, de acordo com o Digitimes, terá como foco dar atenção aos seus consumidores gamers e mais avançados, e isso não apenas em sua linha de computadores, como também na mobile.

Johnny shih Asus zenfone 4
Jonney Shih, presidente da Asus / © Asus

Para os bons entendedores, isso já significa muita coisa. O ROG Phone, recém-lançado smartphone gamer da empresa, têm sido muito bem avaliado pela crítica, sendo melhor posicionado do que outros aparelhos para jogadores, como o Razer Phone 2 e o Xiaomi Black Shark.

Ao mesmo tempo, a empresa taiwanesa registrou perdas de US$ 195 milhões, usadas para cobrir "perda de estoques, royalties, custos de produção e despesas de ajuste organizacional" na área mobile. Recentemente, Jonney Shih, presidente da Asus, declarou em uma entrevista à Business Next que o mercado geral de celulares para o consumidor é um "campo de batalha sangrento". E sabemos que ele não está errado.

asus rog phone 17
Asus ROG Phone é um sucesso / © AndroidPIT

Com as perdas de um lado e o sucesso do ROG Phone e de seus componentes do outro, a estratégia da empresa parece acertada para sua sobrevivência. Porém, apesar de a Asus não ter dado qualquer declaração oficial a respeito, sabemos que isso pode significar em mudanças profundas em sua linha voltada para consumidores comuns: os Zenfones.

Tudo o que podemos fazer é esperar 2019 e ver para onde o barco da empresa está se dirigindo. O fato é que é bem provável que o Brasil seja impactado já em 2019, uma vez que os lançamentos só chegam por aqui no segundo semestre. Tempo suficiente para mudanças serem implantadas.

Você acha que a estratégia da Asus é acertada?

Fonte: Digitimes

41 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários