Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

5 min para ler 72 Comentários

O que esperar do Asus Zenfone 5 2018?

Para um smartphone, não é nada fácil ser notado em meio a um mercado cada vez mais saturado. Toda fabricante que se preza tenta criar algo de novo para ganhar corações e bolsos a cada novo lançamento. Algumas conseguem, outras não muito. E, tem vezes, em que mais de uma empresa vai na mesma direção. Foi o que aconteceu com Samsung e LG no último ano, com a tela de proporção 18:9 que deve chegar agora ao Asus Zenfone 5, da Asus. Porém, como bem sabemos, apenas seguir uma tendência não é suficiente para ganhar novos consumidores. Logo, vamos refletir aqui sobre o que podemos esperar do Zenfone 5, aparelho que estará na MWC 2018.

O Zenfone 5 vai ter uma tela de 18:9, e daí?

A Asus confirmou que a série Zenfone 5 será revelada no dia 27 de fevereiro durante a MWC 2018 em Barcelona, na Espanha. Como sempre, haverá diferentes variantes da próxima geração. Isso não é novidade: a Asus gosta de fazer versões que variam muito pouco, mas que ganham outros nomes e por isso fazem volume no portfólio. 

Em comparação com dispositivos móveis como Samsung Galaxy S9, LG G7 e Huawei P20, os rumores vazados do Asus Zenfone 5 2018 são significativamente menos numerosos. Mas vamos dar um crédito: afinal, desde sempre, o Zenfone vem lutando contra os concorrentes de mais alto nível. Verdade que no início os aparelhos não chegavam nem perto do topo de linha das outras fabricantes, mas a Asus vem aprendendo com o tempo e entregou um Zenfone 4 já bem mais consistente como eu disse no review publicado recentemente.

Pelo que sabemos, a fabricante baseada em Taipei também decidiu equipar o seu Zenfone 5 com uma tela de 18:9 e sem bordas. O manual interno do fabricante mostra fotos referentes ao modelo X00PD, que poderia ser um Zenfone 5 Lite ou um Zenfone 5 Max, apresentando uma tela de 5,7 polegadas com formato 18.9. Ainda que essa variante deva ser de entrada, ela nos dá uma ideia de para que lado a série vai, inclusive o carro-chefe.

zenfone5 1
Proporção 18:9 no dispositivo mais baixo da Asus. / © Winfuture

Foco na bateria e parceria firme com a Qualcomm

Nas imagens vazadas há também um leitor de impressões digitais circular localizado no corpo, infelizmente na parte traseira, e um compartimento para a câmera composto de dois sensores verticais seguidos pelo flash, um pouco como no iPhone X. Quinas arredondadas, botões físicos colocados nos lados, espaço para antenas que seguem as linhas suaves do corpo e para uma câmera dupla também na parte frontal.

Segundo o Evan Blass, do @evleaks, o Zenfone 5 Lite teria uma câmera dupla de 20 megapixels na frente e uma câmera de 16 megapixels também dupla na traseira.

Nas fotos vazadas do que seria uma variante, você pode ver uma entrada microUSB, o que é bem estranho para um aparelho que pode ser uma versão do topo de linha, mas se vê também uma espessura corporal visível que sugere uma bateria grande, o que pode sim ser um ponto positivo e um diferencial da Asus. Eu, pelo menos, adoro bateria. 

Outra certeza é a parceria com a Qualcomm. Se a versão mais básica vai vir com a série 400 do Snapdragon, o que nos aguarda na variante mais robusta? Veremos a linha 800? Seria um passo importante para a Asus.

Na variante de nível de entrada do Zenfone 5 vazado, o Lite, encontramos um Qualcomm Snapdragon 430 e 3 GB de RAM, rodando possivelmente Android 8.0 Oreo – ao menos segundo o banco de dados do Geekbench. Nada demais, pelo menos por enquanto.

Mas quando falamos de Asus, o que vem à mente é um número cada vez mais alto de variantes e isso é preocupante. Não por acaso a Asus está se esforçando na comunicação do novo lançamento, deixando claro que o Zenfone 5, quinta geração do seu smartphone, não é o mesmo daquele Zenfone 5 do passado que tinha o 5 no nome porque a tela era de 5 polegadas. "Back to 5" é a hashtag da campanha que vem divulgada.

DU3G ckWAAAQgpK
De volta ao 5 / © Asus

Logo, existe a possibilidade de a Asus seguir os passos da Motorola e chamar a linha de aparelhos de 2018 de “Novos ZenFones 5” ou inventar uma nomenclatura completamente diferente e, espera-se, fácil de entender. Mesmo para os mais fãs e simpatizantes da marca, não é tão fácil distinguir os modelos entre eles, o que por vezes facilita para a concorrência, que parou de lançar linhas tão inchadas como antigamente e vêm fazendo uma limpeza – nem todos, é claro, mas Samsung e LG com certeza.

Nós acompanhamos a Asus há tempos e sabemos da melhoria do Zenfone, especialmente do Zenfone 3 e do Zenfone 4, que é um bom smartphone de categoria média com Snapdragon da linha 600 e 4 GB de RAM, uma grande bateria de 3.300 mAh e um design significativamente melhorado.

AndroidPIT asus zenfone 4 max 4239
A estratégia da Asus não pode ignorar os preços da competição./ © AndroidPIT

Mas a Asus não terá um momento fácil

A Asus provou ser capaz de fazer bons dispositivos, mas colocar muitas variantes no mercado realmente ajuda a marca? Eu, assim como a Jessica Murgia, do AndroidPIT.com, tenho minhas dúvidas. Entre tantos acertos da Samsung nos últimos anos – e erros graves como aquele envolvendo Note 7– um dos mais importantes foi a consolidação do portfólio em três linhas com cada vez menos variantes. A Asus poderia ir por aí.

Não seria suficiente apenas um carro-chefe de ponta com tudo o que é possível, acompanhado de apenas uma versão mais barata? Diga o que você pensa nos comentários.

3 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • José Luís Silva Martiniano há 4 meses

    Eu já até me arrependi de não ter comprado um dispositivo da Asus antes, ao invés do Galaxy S7, visto que, o Zen Fone 3, modelo ZE552kl tem muito mais que o dobro de memória interna, um ótimo acabamento e um preço mais acessível que o da fabricante Sul Coreana. E assim, há uma melhora significativa a cada ano dos produtos que são lançados pela fabricante Taiwanesa. O New Zen Fone 5 deve ser muito bom, não será excessão.

  • Victor Lima há 4 meses

    so tende a evoluir... isso é bom pra gente... concorrência...

  • Claudio R. há 4 meses

    Depois que comprei o Zenfone 3 logo depois do problemático Moto G4 Plus não troquei mais de aparelho!
    Espero que a Asus continue evoluindo...

  • Maurício Rodrigues há 4 meses

    Uma coisa é certa me juntei a família Asus com o Zenfone 4, e sinceramente a primeiro momento planejo ficar na marca por muito tempo, o aparelho está me entregando um desempenho e um conjunto da obra excelente, tem horas que nem sinto que estou com um mid premium em mãos, e sou um cara muito exigente com meus devices.

  • Angelo Giuseppe Reck há 4 meses

    Eu virei consumidor fidelizado da Asus. Muito provável que não sairei mais da marca. Tenho um Zenfone 3, 64 ROM e 4 RAM. O aparelho é excelente e já recebeu 2 atualizações, agora com Android 8. Também não sou muito favorável a grandes quantidades de modelos e versões. Isso é coisa de Samsung. Só confunde o consumidor.

72 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Estou no meu segundo aparelho da Asus, tive um zenfone 5, que ja me deixou muito satisfeito, e agora possuo um zenfone 3 zoom. Para quem gosta de fotografar e quer um equipamento excelente, recomendo. Com 4gb de ram e 64gb de espaço interno, processador octacore de 2.0ghz, o menino não me deixa falando. Alem de ter, no meu ponto de vista a melhor bateria do mercado, chegando a durar 36 horas de uso continuo, ja testado por mim. A questão dos muitos modelos lançados, não está só nos smartphones, mas nas tvs e notebooks. Infelizmente tem pontos não só positivos, mas negativos tambem. Para quem é leigo em tecnologia, analisar cada produto fica dificil, pois requer tempo e um certo conhecimento. O zenfone 3 zoom tem um hardware melhor que o 4 max, por exemplo, apesar de seu preço ser superior tambem (o que ainda compensa). A variação de modelos nos possibilita uma variação de preços o que facilita o acesso a marca para quem não tem condições de adquirir um modelo top (esse e um ponto positivo).
    No mais, a marca vem me agradando desde que se limitava à fabricação de motherboards.
    Merece um voto de confiança.


  • Tenho um Zenfone 3 Zoom, ótimo aparelho, mas que tem um problema em conectar em certas redes wi-fi (enquanto os outros dispositivos que tenho conectam normalmente). E o interessante é que o notebook da minha esposa, também Asus, tem o mesmo problema.


  • Já tive um Zenfone 5. Aparelho bom dentro de sua faixa de preço. Desempenho acima da média, tela razoável. Único ponto realmente ruim era a bateria, descarregava até com o aparelho desligado.


  • A Asus talvez seja a empresa que mais aprende com os seus erros e ouve os seus consumidores. Ela tem acertado bastante nos últimos modelos.


  • Comprei um Zenfone 4 com snap 630 a 15 dias, eu estou apaixonado pelo aparelho, tanto pela qualidade quanto pela funcionalidades. Câmeras excelentes, Android Oreo. bateria boa. Com certeza a marca me fidelizou e não vou vou quer tão cedo de trocar meu aparelho e se um dia eu precisar pegarei um Asus novamente.


  • Gente, gostaria que alguém me explicasse: a LG trouxe um aparelho "capado", o G5 SE e não o full nem o V20, dizendo que sairíam muito caro. Todo mundo esculachou a LG. A asus fez exatamente a mesma coisa, trouxe o Zenfone 4 max e outros por preços igualmente absurdos , mas não trouxe o top de linha zenfone 4 pró, com a mesmíssima desculpa de preço, e é elogiada?
    Então, o povo aqui escolhe telefone como se escolhe time de futebol, ou seja, por emoção e amor à marca, e não pelo aparelho em si? Por que um torce pelo flamengo e outro pelo Vasco, se nenhum dos dois mora nem no bairro Flamengo nem no Vasco da Gama?


    • Eu penso a mesma maneira. Tenho um zenfone 5, e até agora não vi motivos para comprar outra da fabricante. Tudo é maravilha até precisar da assistência. A própria me sugeriu trocar a tela trincada numa assistência qualquer ao invés de receber na autorizada!
      Também tenho um LG G4, e a tática da Asus é a mesma da LG, vender um mid, como high end.
      Além disso a colunista diz que LG e Samsung têm lançamentos para agora. A própria LG já informou que o G7 não existirá!


    • É diferente, João. No lineup da Asus sempre existiram o Asus Zenfone 4 e o Zenfone 4 Pro. Eles optaram por não trazer o Pro, mas não criaram um produto para ser capado, ele já existia no portfólio. Diferente da LG, que quando anunciou o LG G5 nunca disse que existia um SE, só quando caparam ele é que o SE nasceu.


  • Estou com o meu desde 2014, firme e forte.


  • Odeio quando dispositivos Android copiam detalhes de iphone, esse formato de câmera ridículo agora vai virar moda, inacreditável!!!!


  • Queria esperar menos aparelhos sendo lançados! Asus mal lançou a linha Zenfone 4, que mal vendeu pelo preço, e já tá emplacando uma nova linha.


  • Espero menos bugs, que eles corrijam os sérios erros de fabricação do Zen4.


  • Tenho um zenfone 3, que, antes de quase todos actualizou pra o Oreo, e só tenho boas coisas a dizer dele, desde a câmara até à duração de bateria, sem milagres, é uma 3000,passando pela rapidez e pela fiabilidade.


  • Sinceramente a Asus podia tentar dar mais qualidade pros seus smartphones... Pq do jeito que os aparelhos estão não dá pra indicar, sério economiza em coisas que não poderia economizar pra deixar o aparelho caro.


  • Eu tenho um nojo tão grande dessa Asus para smartphones. Mesmo em proporção "18:9", o novo gadget ainda parece ter muita borda. Deve chegar caríssimo, com configuração inferior aos da concorrência. Da Asus eu passo longe. 🚶


  •   18
    Conta desativada há 4 meses Link para o comentário

    ZenFone 5 Lite terá quatro câmeras , aguardem, o monstro está saindo da jaula.

    CAV

Mostrar todos os comentários