Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Dolby Vision ou HDR10: qual tecnologia não pode faltar em uma Smart TV 4K?
5 min para ler 16 Comentários

Dolby Vision ou HDR10: qual tecnologia não pode faltar em uma Smart TV 4K?

Quem está buscando por uma Smart TV 4K provavelmente já deve ter se deparado com algum destes termos: Dolby Vision e HDR10. Neste artigo eu explico quais são as principais diferenças entre estas tecnologias e qual você deveria considerar se estiver pensando em comprar uma TV com as melhores tecnologias visuais do momento.

HDR10

HDR é a sigla para High Dynamic Range ( “grande alcance dinâmico”, em português), presente em softwares de câmeras para celulares, telas de smartphones e de TVs. O objetivo desse padrão é o mesmo entre esses tipos de dispositivos ou plataformas: ampliar a gama de cores, o alcance dinâmico do brilho e do constraste. A principal vantagem do HDR10 é a possibilidade de clarear áreas de sombras e tornar imagens e filmes mais nítidos.

O padrão HDR10 surgiu em meados de 2015 em algumas TVs, logo quando o 4K começou a aparecer nas principais feiras de tecnologia no mundo. Poucos anos depois, Samsung e Amazon impulsionaram o desenvolvimento da segunda geração do HDR10, o HDR10+, que consegue gerenciar melhor os valores de intensidade de brilho, constraste dinâmico e cores individualmente.

ybguDgoToBBk6kz9nfXkrd
TVs oLED da Philips e suas tecnologias de vídeo / © Philips

O objetivo dessa segunda versão é dar maior dinamismo para diferentes tipos de cenas ou imagens. No mercado, a Samsung tem opções de TVs Full HD e 4K com HDR10 a partir de R$ 1.200, por exemplo, mas é possível encontrar outras opções, tanto mais caras quanto mais econômicas, que trazem esse padrão em marcas como Sony, TCL e LG.

Dolby Vision

O formato desenvolvido pela Dolby é tecnicamente melhor que o HDR10. Enquanto esse último é um padrão aberto na industria, a tecnologia Dolby Vision é licenciada aos fabricantes que desejam usá-la. Nem preciso dizer que isso faz com que a oferta de TVs com HDR10 seja maior do que com Dolby Vision.

Basicamente, o Dolby Vision é a versão da Dolby para o HDR10, com melhorias significantes. A tecnologia alcança níveis de brilhos maiores (10 mil nits contra 5 mil nits do HDR10+) e também tem capacidade de processar mais cores em diferentes campos de profundidade (são 10 bits contra 12 bits).

wwdc 2018 tvos 12 11 28 19
Anúncio da Apple TV 4K com suporte a Dolby Vision / © Apple (divulgação)

Atualmente no Brasil apenas TVs Ultra HD 4K ou 4K da LG contam com a última geração do Dolby Vision. Aliás, a LG foi a primeira fabricante a trazer TVs com a tecnologia proprietária da Dolby em 2016, que depois foi expandida para Smart TVs da Sony, Panasonic e Philips. É possível encontrar no varejo televisores 4K com telas LCD, OLED e NanoCell da marca sul-coreana com esse padrão, custando entre R$ 2.000 e R$ 7 mil.

Dolby Vision ou HDR10?

O HDR10, como vimos acima, é um formato mais popular e capaz de processar diferentes tipos de conteúdo, enquanto o Dolby Vision requer TV e também títulos que sejam compatíveis com o formato. Sim, se você tiver uma TV com Dolby Vision, apenas formatos compatíveis com essa tecnologia rodarão em máxima qualidade. 

A Netflix é hoje a principal parceira da Dolby, disponibilizando filmes, séries, documentários, desenhos e outros formatos compatíveis com esse padrão. No entanto, o usuário terá que migrar para o plano Ultra HD (R$ 45,90 por mês) para ter acesso ao acervo em alta definição com essa tecnologia.

No site da Adobe, o iTunes aparece listado mostrando compatibilidade em filmes enquanto o Amazon Prime Video oferece o Dolby Vision apenas em títulos da Sony:

Captura de Tela 2019 05 08 as 14.09.45
Compatibilidade do Dolby Vision / © Dolby

No caso do HDR10, você só precisa ter uma TV compatível para que a tecnologia seja aplicada em qualquer formato. É claro que o conteúdo compatível com o HDR10 terá uma exibição mais refinada e otimizada do que outro que seja apenas convertido e processado em HDR. Porém, de qualquer forma, o padrão é bem mais abrangente.

Outro ponto a se observar é que, embora o padrão Dolby Vision seja tecnicamente superior, capaz de reproduzir o conteúdo com mais qualidade, poucas TVs são capazes de explorar seu potencial a fundo. Os 10 mil nits que o padrão alcança podem não gerar imagens mais brilhantes e menos sombrias que o HDR10, pois em muitos televisores o brilho máximo é de 3 mil nits, principalmente nos modelos mais básicos.

Por fim, devo dizer que o HDR10 ou o HDR10+ são padrões mais universais e com oferta melhor de conteúdo. Inúmeras TVs com HDR10 não irão oferecer suporte ao Dolby Vision, enquanto que as que oferecem suporte a tecnologia da Dolby também contam com o HDR10 para maximizar a compatibilidade. A escolha entre ambos está mais relacionada a quão disposto você está em investir numa TV premium do que com a qualidade do que será exibido, visto que a compatibilidade entre ambos os formatos muda muito.

HDR10 é mais negócio

No meu caso, comprei recentemente uma TV da LG que vem com Dolby Vision e HDR, mas confesso que o padrão que deixo selecionado é o HDR, pois só assim eu consigo ver canais abertos ou vídeos do YouTube "convertidos" nessa tecnologia, com um pouco de mais brilho, cores e nitidez. O Dolby aparece automaticamente quando o formato que eu escolho é compatível, e isso só acontece dentro do Netflix na maioria dos casos.

E você, já conhecia essas tecnologias? Qual formato chama mais sua atenção?

16 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Boa noite Bruno! Parabéns pela matéria. É a primeira vez que acesso seu conteúdo e gostei bastante. Sou viciado em tecnologia, principalmente TVs, blu-ray e alta definição em vídeo e áudio, adoro. Minha dúvida é quando você diz: "mas confesso que o padrão que deixo selecionado é o HDR". Gostaria de saber como você faz essa seleção? Minha TV é uma Lg uh9500 65" SUHD 4k 3d painel ips quantum dot, com Dolby vision que adquiri ano passado, antes estava com uma Samsung 4k 60" modelo 6000 e notei que quando assisto a um vídeo no YouTube em 4k HDR na Lg não aparece a sigla HDR no canto direito superior como aparecia na Samsung, então não sei se o HDR está ativado nesta Lg quando estou vendo este tipo de conteúdo. Não sei se é por conta do Dolby Vision está ativado ou algo do tipo... Se puder me ajudar ou esclarecer, agradeço muito. 😀👍


  • Muito boa matéria


  • Eu uso a xbr-65x905f da Sony e o DOLBY VISION E um show no Netflix... E uso o PS4 pro nessa TV top a TV por sinal


    • Também tenho essa TV, pesquisei muito antes de comprar, mas depois de ver as avaliações dos sites gringos não tive dúvidas, foi considerada a melhor compra de 2018 por lá, sou aprovisionado por essa tv


  • Olá, Bruno! Parabéns pela excelente matéria! Pessoalmente, acho que o hdr 10 e hdr+ já me entenderiam bem. Só falta definir qual será a tv. Vi que você adquiriu uma Lg. Como está o nível de preto delas atualmente? É a minha única dúvida mas que será decisiva na escolha.


    • O nível de preto dos modelos LCD da LG infelizmente é medíocre perto da concorrência, se quer pretos absolutos e quer uma LG então vá de OLED sem medo, mas se quiser uma LCD e tão eu recomendo Uma Sony X905F ou uma Samsung da linha QLED do modelo Q7FN ou superior, qualquer modelo abaixo desses você não vai ter os níveis de preto que deseja


  • Muito bacana esse artigo com dicas importantes sobre recursos das tvs 4 K.


  • Curtindo demais essas matérias de tecnologia fora do universo de smartphone, principalmente de TV que to mais por dentro ultimamente, tenho uma questão caso alguém souber... Tenho uma 4k da Samsung que na especificação dela conta que tem HDR10+, e na matéria de cabos HDMI de vocês, mostra que só é possível com esse cabo a versão 2.1 ( e custa perto dos R$ 100,00 pesquisando). Tenho também um PS4 Pro, vale a pena eu ter um cabo desse pra ligar entre eles? Já uso o 2.0 que é pra 4k... Na netflix e na amazon prime, só mostram conteúdos em HDR, mas não indicam o "+", como saber qual conteúdo ta ativo na tecnologia HDR?


    • Bruno Salutes
      • Admin
      • Equipe
      há 1 semana Link para o comentário

      Moisés, o que vai mudar com o cabo 2.1 é o suporte ao HDR dinâmico, que é oferecido somente com o HDR10+. O HDR10 traz o HDR estático, e a diferença é que o dinâmico ajusta a gama, o constraste, o brilho e as cores em tempo real frame por frame. Isso só é possível pelo fato do 2.1 ser um cabo de alta velocidade. Você também pode aproveitar o HDR10+ com um cabo 2.0, pois a diferença na prática dessa capacidade de processamento estático ou dinâmico vai variar muito de acordo com a qualidade e a tecnologia da tela da TV, do processador de imagem e etc.

      Sobre as indicações. Uma vez que o conteúdo vem certificado como HDR ele é compatível com a tecnologia HDR que a TV dispõe, seja ela a convencional ou o HDR10+. O cabo e a tecnologia da TV é que são responsáveis por processar e adequar o título para rodar dentro do padrão disponível. O único que requer especificação diferenciada é o Dolby Vision mesmo.

      Espero ter ajudado.


      • Ajudou sim Bruno, agora to mais por dentro disso pois além da TV, adquiri o PS4 Pro (tinha o PS4 normal antes) e uma soundbar também da Samsung, então to feliz com o set que ta na sala de casa agora, e também por isso to tentando tirar ao máximo que esses aparelhos podem usufruir, pois como disse, até cheguei a pesquisar cabo HDMI 2.1 mas acho inviável se não for ter diferença perceptível


    • Fica tranquilo, ainda não existe conteúdo em HDR10+, a tecnologia foi desenvolvida mas ainda não há conteúdo, pode economizar no cabo por enquanto, se comprar agora será em vão pois não irá usar os recursos já que não estão disponíveis


  • HDR em exagero deixa tudo muito falso.


  • Excelente matéria!!