Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Google estaria trabalhando em um Pixel para mercados emergentes

Google estaria trabalhando em um Pixel para mercados emergentes

Abril começou com uma notícia e tanto, que se for confirmada vai ser melhor ainda, pois pode representar novos smartphones, e da Google, no Brasil. Segundo o Economic Times, um smartphone intermediário voltado para mercados emergentes da marca Pixel pode ser lançado em julho pela Google.

Não é de hoje que se sabe que a Google está jogando em várias frentes na Índia: há a iniciativa Android Go para o segmento de nível de entrada, os aparelhos Android One para clientes que são mais econômicos e a série Pixel 2 na categoria premium. Agora, parece que a gigante das buscas está trabalhando em um Pixel intermediário sob medida para mercados emergentes como a Índia – vale lembrar que por vezes o Brasil também entra nessa categoria. Ainda de acordo com o Economic Times, o smartphone faria sua estréia por volta de julho ou agosto – Google I/O, talvez?

Não temos detalhes sobre recursos ou especificações, mas faz sentido que a Google concorra no segmento de médio porte também. A série Nexus se saiu muito bem na Índia, e esse espaço está hoje sendo ocupado pela OnePlus, que tem na Índia seu maior mercado global.

Google ataca na Índia

Além do telefone Pixel intermediário, a Google está procurando expandir seu portfólio de produtos no país, levando o Google Home, o Google Wifi e o Pixelbook para a Índia. Segundo o Economic Times, a Google está animada com a expansão dos seus negócios de produtos de consumo na Índia graças ao advento da Internet 4G barata, liderada pela Reliance Jio e outras operadoras, que, segundo ela, ajudará a maximizar o potencial desses produtos.

Google Home Tink Androidpit
Google Home chegou a Índia / © Tink

A empresa também está preparada para expandir sua área de atuação no varejo e comercializar agressivamente seus produtos para concorrer com empresas como a Samsung e a Apple. O Pixel 2 já teve uma melhor presença no varejo do que a primeira geração. Seu parceiro, o distribuidor de hardware Redington, deve abrir mais lojas nos próximos meses, enquanto a Google vai trabalhar na marca e na sinalização em lojas selecionadas, criando zonas exclusivas com acessórios especialmente projetados, como a Apple faz.

Será que esse Pixel chega? E será que vem para o Brasil?

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  • Jairo rios 02/04/2018

    Notícia interessante , seria excelente um Pixel intermediário , é que de preferência venha também de forma oficial para o Brasil , fato que acho pouco provável pois além de sermos um mercado periférico a burocracia e a necessidade de estrutura de assistência técnica e distribuição(caro e ineficiente , vide os correios) , altos impostos , rede 4 G porca e cara (devido também a impostos) fora os entraves trabalhistas desanima qualquer empresa a investir por aqui.

  • Denis 03/04/2018

    O Brasil tá mais para mercado decadente do que emergente. Nós já fomos mercado emergente, quando os smartphones podiam ser adquiridos por preços mais justos. Somos tão decadentes, que passamos a comemorar a possibilidade de lançarem um smartphone intermediário (ou capado) aqui em terras Temerianas. Isso, é uma vergonha!!!

  •   85
    Conta desativada 02/04/2018

    Ela já tá aqui faz tempo, é só digitar no navegador www.google.com.br 😂🤣

44 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.