Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Atualizado 4 min para ler 73 Comentários

Hardware revival: Google fecha acordo de US$ 1.1 bilhão com a HTC

O dia 21 amanheceu com a notícia de que o Google e HTC fecharam um acordo de cooperação de US$ 1,1 bilhão, não exatamente uma compra. Com isso, alguns funcionários da HTC, muitos dos quais já estão trabalhando com o Google para desenvolver os smartphones da linha Pixel, vão se juntar a empresa de Mountain View. A HTC, por sua vez, receberá o montante como parte da transação e também para conceder ao Google uma licença não-exclusiva para a propriedade intelectual da HTC (IP). A transação, que está sujeita às aprovações regulamentares e às condições habituais de fechamento, deverá ser concluída até o início de 2018.

Segundo comunicado enviado pelo Google, o acordo permite que a HTC continue com sua estratégia de smartphones, com um portfólio de produtos mais racionalizado, maior eficiência operacional e flexibilidade financeira. A equipe remanescente da HTC está inclusive trabalhando em seu próximo smartphones. A HTC também vai continuar a construir um ecossistema de realidade virtual para expandir a unidadeVIVE, investindo em outras tecnologias de próxima geração, incluindo a Internet das Coisas, a Realidade Aumentada e Inteligência Artificial.

Para o Google, "este acordo reforça ainda mais o seu compromisso com os smartphones e seu investimento global no seu negócio emergente de hardware. Além da talentosa e experiente equipe de profissionais, o Google continuará a ter acesso a propriedade intelectual (IP) da HTC para suportar a família de smartphones Pixel". Além disso, o acordo representa um investimento significativo do Google em Taiwan como um núcleo chave de inovação e tecnologia.

pixel event boston
Novos Pixel chegam em outubro/ © droid-life

Cher Wang, presidente e CEO da HTC, disse que o acordo é um passo seguinte de uma parceria de longa data, que vai permitir que o Google impulsione seus negócios de hardware, garantindo a continuidade da inovação nos smartphones HTC e nos negócios de realidade virtual do VIVE. 

Segundo a BBC, a HTC, que já vendeu seu aparelhos no Brasil no passado, tem lutado para competir com Apple e Samsung. Há 5 anos, a HTC era a quarta maior fabricante de smartphones do mundo, com uma fatia de mercado na casa dos 9%. Hoje, sua participação é de menos de 1%. Por outro lado, dados recentes da consultoria IDC mostram que o VIVE vende bastante mais que o Oculus Rift, do Facebook, hoje um dos principais rivais da Google/Alphabet.

AndroidPIT htc vive hands on 3658
HTC Vive / © AndroidPIT

Passado com a Motorola

Quando o acordo da Google com a HTC ainda era um rumor, o povo do Ars Technica fez uma análise e tanto desse revival da Google, agora com a HTC no lugar da Motorola. Do ponto de vista da empresa, a compra da Motorola não parece ter sido uma boa ideia na época. Ao adquirir a fabricante norte-americana, a Google acabou com um uma tonelada de patentes em mãos, o que normalmente é bom, mas também de fábricas, sendo que na época produzia apenas smartphones e nada mais.

Eles então venderam as partes que não queriam, como de modem, para focar nos smartphones. Em pouco tempo, a Motorola se transformou em um dos melhores fabricantes (OEMs) de Android, oferecendo Android puro, atualizações rápidas, e uma linha simples de cerca de três smartphones nas três faixas de preços da época. Ainda assim, não parecia valer para a Google, que resolveu vender a Motorola para a Lenovo, provavelmente resultado de negociações com outras fabricantes interessadas em ficar mais próximas do Google, do Android e ter menos concorrência, é claro.

Hoje, a Google têm uma divisão formal de hardware, dirigida pelo ex-CEO da Motorola, Rick Osterloh, que segundo a Bloomberg vai ganhar mais de 2.000 funcionários com esse acordo de cooperação com a HTC. 

AndroidPIT rick osterloh pixel boss google
Rick Osterloh/ © AndroidPIT

Por fim, mais um rumor: rola um papo de que a Google estaria interessado até em criar seus próprios SoCs no futuro. Mas e o que isso significa para o Brasil? Não muito, mas renova nossas esperanças de ver o novo Pixel por aqui e com Android puro de verdade. E você, o que acha?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Fabricio Junior 21/09/2017

    Bem, digamos que a Google comprou alguns funcionários da HTC, (pouco mais de 2000) principalmente os envolvidos no desenvolvimento da linha pixel, e também vai poder usar a propriedade intelectual (as patentes) da HTC sem precisar pagar nada. Os funcionários que me referi no início, agora vão trabalhar na divisão de hardware do Google.

  • Ader Marcelo 20/09/2017

    Vocês viram que o Moto X4 Android One foi oficializado no G+ do Google?

  •   25
    Conta desativada 20/09/2017

    Google...pensa mt à frente...

  • DogNinja 20/09/2017

    Hum... Amanhã será a divulgação da negociação...
    Vamos ver se o Google vai só sugar e jogar fora depois, assim como fez com a Motorola...
    Acho que a HTC já deve ter se precavido disso... O interessante seria se Google ficasse de vez com a marca HTC e a utilizasse para produção própria de hardware...Um hardware de qualidade e padrão acima do comum... Vendendo apenas o Software para as outras fabricantes...
    Aí sim, os HTCs serão os Androids mais cobiçados!
    Eu mesmo abandonaria a Oneplus.
    🤗

  •   26
    Conta desativada 21/09/2017

    Comprar pra depois vender a alguma Lenovo da vida...

73 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários