Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 25 Comentários

Huawei não venderá mais smartphones no Brasil em parceria com a Positivo

Em junho, o noticiário tecnológico do Brasil foi dominado pela notícia do retorno da Huawei ao país, bem como a suposta entrada da Oppo na América Latina, e posteriormente no Brasil, o que foi desmentido pela fabricante chinesa meses depois. Apesar da notícia sobre o retorno da fabricante do P20 ser verdadeira, a parceria com a Positivo para venda dos produtos em solo brasileiro foi dissolvida.

A Huawei havia oficializado seu retorno ao país em meados de junho, tendo divulgado, inclusive, alguns modelos que seriam vendidos por aqui através de uma assessoria. Segundo a empresa, o Huawei P20 Pro, o P20 Lite e o Huawei Nova 2i estavam no mapa de lançamentos que aconteceriam ainda no segundo semestre, visto que a marca lançou até uma versão de seu site em português para exibir estes modelos.

A chegada, ou melhor, o retorno da Huawei, se daria através de uma parceria com a Positivo, que seria a responsável por interferir nos processos de logística, como a importação e distribuição dos primeiros produtos, pós-venda, suporte técnico e parte do marketing.

Segundo o Valor, contudo, a parceria foi cancelada e a Huawei está buscando distribuidores e profissionais para estabelecer uma operação de venda direta no país. A fabricação ficaria a cargo de uma empresa especializada na fabricação por encomenda, como a Foxconn. 

AndroidPIT huawei p20 lite 4386
P20 Lite / © AndroidPIT by Irina Efremova

Ao site, a Huawei garantiu que permanece com o plano de retorno ao Brasil para vender smartphones, até porque a expansão global que a marca tem como meta até 2020 passa pela entrada no mercado brasileiro. É válido destacar que, apesar de liderar grande parte dos principais mercados, a Huawei passa por um momento bastante delicado frente às sanções que os Estados Unidos têm dado a marca, assim como a ZTE, ambas acusadas de suspeita de espionagem pelo governo Trump.

O AndroidPIT passou os últimos meses tentando apurar mais detalhes sobre a chegada da fabricante chinesa e, até a publicação do artigo no Valor, nenhuma informação oficial ou consistente nos foi informada por nossas fontes. Conforme apurado por nós, a Positivo já havia entregado há meses o plano comercial para s Huawei, que por sua vez estava com dificuldades alfandegarias e tributárias para importar os produtos para o Brasil.

Agora é aguardar!

Fonte: Valor

Os comentários favoritos dos leitores

  • Vinicius Guerra há 1 mês

    Uma dica que posso dar a Huawei, poderia ser feita uma parceria com um dos maiores grupos de vendas do Brasil que é a B2W, uma empresa forte, dona da Americanas, Submarino e Shoptime. Tendo preços mais interessantes poderia ser um belo negócio.

    Para mim, é o melhor grupo do Brasil, já cansei de comprar produtos por lá, nunca tive prejuízo, muito pelo contrário, sou sempre bem atendido e acredito que a maioria das pessoas iriam gostar de comprar os modelos da Huawei por lá, realmente esses executivos da Huawei deveriam trabalhar melhor, escolher parceiros mais renomados.

25 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • merda, comprei um Huawei contando com isso. Agora se precisar de assistência já era


  • Melhor coisa que fez, largar a Positivo, ninguém gosta dessa marca, é só pesquisar sobre a empresa na internet, nem precisa dizer mais nada.


  • se algum executivo pesquisou sobre a positivo, sabemos o porquê da decisão.


  • Lamentavelmente que alguns falam mal da Positivo.Tive um Not que durou anos e um Desktop que durou também. Minha irmã tem um Smartphone Quantum Sky, que é fabricado pela Positivo, que deixa muitos de renome pra trás. Imagens linda, câmera joia, bateria dura muito, com 3 GB e 64 Ram, com expansão, e preço acessível para os padrões do brasileiro.


  • Mesmo os profissionais de lá parecem amadores aqui, e o Brasil não é para amadores! Nossa legislação tributária é confusa, a carga é pesada, não há segurança jurídica e somente quem visa retorno a LONGUÍSSIMO PRAZO sobrevive.
    Só de pensar em associar-se a positivo, ainda que em nada ela interfira no processo de fabricação, já impõe uma mancha negativa, pesada, à marca. Contra a Positivo pesam péssimos serviços e produtos, carma antigo.
    Deixem que os americanos se preocupem com a espionagem, fora um ou outro pornô nada tenho a esconder. rsrsrsrs


  • Ainda bem pois a Positivo é o tipo de marca que não transmite confiança...digo isso porque já tive um notebook da Positivo e me arrependi,....depois disso um conhecido meu comprou um smartphone da mesma e só teve dor de cabeça....Off.: Quanto mais gente na festa, melhor pro consumidor, pois assim são mais opções, fugindo um pouco do eixo LG-Moto- (Sam)Sung....quando estava de smartphone do Zenfone 4 muita gente dizia que não sabia que a Asus fabricava este tipo de aparelho...eu não os censuro, porque só descobri meses atrás em sites estrangeiros e muitos elogiavam a família Zenfone....espero não me decepcionar diferente da atual Motorola controlada pela Lenovo....gostava quando a Google era dona....


  • O problema da entrada dessas marcas aqui é que elas não vão adaptar o modelo de produção desses aparelhos para o que o Brasil obriga. Caso isso aconteça, elas vão manter os preços assim como é samsung e outras marcas que fabricam aqui. Manter uma industria com as regras trabalhistas e tributárias que existem no brasil, vai elevar e muito o custo dos produtos aqui. Por isso é difícil se instalarem aqui. Mas mesmo assim elas tentam por causa da fome de produtos chineses que o brasileiro tem. Mas ao meu ver, nosso governo com a "história de ajudar o mercado interno", que de nada ajuda, pois não temos livre comercio até mesmo dos nossos produtos, vai dificultar ainda mais a entrada desses produtos aqui.


  • como sempre as barreiras alfandegárias... Isso é Brasil sil sil..... Dificuldades d Senhora Anatel em trazer mais concorrência para os smartphones. vergonha.


  • Eu já sabia, a Huawei tem outros planos na manga para o mercado brasileiro.


  • Mas já deu ruim?


  • Que ótimo. É melhor mesmo continuar importando. Comprar no Br subia o preço pra muito mais caro.


  • Acho que, não vai rolar.


  • Enfim.....aguardemos , o mercado e consumidores necessitam de mais players


  • Eu me perguntava ontem o porque do sumiço de notícias do lançamento...Acho que termos notícias nova em breve, afinal a Huawei tem cada vez mais negada sua participação em diversos mercados importantes.


  • Uma dica que posso dar a Huawei, poderia ser feita uma parceria com um dos maiores grupos de vendas do Brasil que é a B2W, uma empresa forte, dona da Americanas, Submarino e Shoptime. Tendo preços mais interessantes poderia ser um belo negócio.

    Para mim, é o melhor grupo do Brasil, já cansei de comprar produtos por lá, nunca tive prejuízo, muito pelo contrário, sou sempre bem atendido e acredito que a maioria das pessoas iriam gostar de comprar os modelos da Huawei por lá, realmente esses executivos da Huawei deveriam trabalhar melhor, escolher parceiros mais renomados.


  • vcs ainda acreditam em papai noel? se vier vai ser iguala a xiaomi


  • A Huawei também fez um planejamento errado sabendo que a estrutura da Positivo é fraca no Brasil, principalmente no que tange a qualidade e serviços. Cabe a uma empresa que se diz gigante, escolher melhor os seus parceiros.

Mostrar todos os comentários