Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Opinião 4 min para ler 34 Comentários

Lenovo: por que seus smartphones não deram certo aqui?

No final de 2015 a Lenovo trouxe ao Brasil o A7010, um smartphone intermediário que seria o primeiro de uma série de aparelhos da marca aqui no país. Hoje, nem três anos depois, não temos mais nem sinal de celulares da marca por aqui. O que houve?

Tinha de tudo para bombar. A Lenovo é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, e seria fácil para ela entrar em um mercado tão carente de bons produtos e investimento com o nosso. Foram mais de cinco aparelhos que chegaram por aqui, mas ficou nisso mesmo, Vamos ver alguns motivos para seu abandono.

lenovovibeasphaltreview
Lenovo A7010 / © AndroidPIT

A compra da Motorola

Uma ferida recente, a compra da Motorola pela Lenovo tinha acontecido menos de dois anos antes. E isso não seria nenhum problema se a Lenovo tivesse dado continuidade à boa caminhada da Motorola levada pelo Google.

Smartphones com ótimo custo/benefício, atualizações rápidas, aparelhos simples e matadores, tudo isso conquistou o Brasil. Ressentidos, os brasileiros não curtiram quando a Lenovo chegou por aqui, com promessas de aparelhos nem tão baratos, com atualizações nem tão rápidas.

lenovo vibe c2 smartphone som
Lenovo Vibe C2 / © AndroidPIT

Um pouco de "pouco caso"

Já muito popular por aqui com seus notebooks e abraçada na fama da Motorola, a Lenovo não investiu nos smartphones lançados por ela como deveria, e isso em diversas frentes. Não apenas em marca e marketing, mas também no pós-venda.

Os aparelhos até que venderam bem, vide o Vibe K5, mas isso não fez com que a Lenovo trouxesse novidades, inovações, investisse no conteúdo nacional como o um todo. Parecendo um pouco desconectada de seu público, não tinha o mesmo impacto que a Motorola.

Sem lançamentos bombásticos

O item anterior leva a esse. Lá fora, acompanhamos a Lenovo como uma das empresas mais inovadoras quando o assunto é tecnologia móvel. Ela quem apresentou recentemente um dos melhores modelos com tela dobrável, e vira e mexe é destaque por suas novidades.

Para cá, ela se contentou em trazer o A7010, um dos aparelhos com melhor áudio externo que já testei até hoje, mas sem muitos outros destaques, e uma porção de aparelhos de entrada da linha K e C. Sem um bom topo de linha e atrativos, eles não bombaram.

lenovovibekcincofinalreview
Lenovo Vibe K5 / © AndroidPIT

Concorrência com o próprio parceiro

Assim como sabemos que o Google não investe na venda da linha Pixel para não desagradar seus parceiros, a Lenovo já chegou receosa ao país, com medo de comer qualquer fatia do mercado da Motorola, que já era uma best seller com sua linha Moto G e até a Moto X.

Quando você já chega com pé atrás dessa maneira, não há como engatar um sucesso de vendas. Realmente, a Lenovo acabou não fazendo nem um ventinho nas vendas da Motorola, e esse foi um dos motivos pelo qual acabou desistindo.

Muitos problemas de hardware

Todas as marcas enfrentam ou ainda vão enfrentar problemas com seus aparelhos, isso é um fato. Porém, em alguns modelos, os problemas são inúmeros, e acaba que eles ficam conhecidos por isso. O Lenovo Vibe K5 é um exemplo disso.

Até hoje, você encontra muitas pessoas que tiveram um K5, e muitas dessas tiveram problemas com diversos componentes do aparelho, como bateria, tela, conexão USB, entre outros. Esse não foi o único modelo a trazer problemas, mas é o mais icônico.

lenovo vibe k6 biometria
Lenovo Vibe K6 / © AndroidPIT

No fim, os usuários mais avançados, acostumados a pesquisar, não se sentiram confiantes em migrar de uma Samsung, uma Motorola, uma LG, uma Asus até, para a Lenovo. E, com desconfiança de todos os lados, tivemos a saída silenciosa que vimos acontecer.

E você? Qual acha  que foi o problema da saída da Lenovo por aqui?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Tenente Zureta há 2 meses

    Boa matéria !!! O "povão" (a galera que não tem um entendimento de tecnologia, dentre outros aspectos) dificilmente abandona as marcas já conhecidas quando o assunto é smartphone... No Brasil (no atual momento) as marcas q vem em primeiro lugar na cabeça na hora da compra de um aparelho são sempre as mesmas: Samsung, Motorola e LG. Apple se tivesse um preço acessível estaria entre as 3 primeiras. Assim como a Nokia, se estivesse de volta ao país... pois tem um nome forte entre os consumidores, mesmo apos tanto tempo de ausencia. Mas, foi isso que atrapalhou a Lenovo? Não. O caso da Lenovo foi bem explicado na materia. Mas atrapalha marcas como a Asus por exemplo. Mesmo com bons aparelhos, tem um marketshare bem abaixo do esperado... pois é uma marca quase desconhecida do público que está por fora da tecnologia.

34 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Sabe o que eu vejo muito, as empresas asiáticas estão desprezando o mercado brasileiro pelo fato de ser um mercado complicado. Juntando a isso e o fato de que não somos os mais instruídos em tecnologia diante dos outros países, fica difícil você trazer um aparelho que aqui "não é muito conhecido"... Já ouvi muita gente dizer, "será que esse Lenovo é bom?" Sendo que ela faz bons celulares.

    A um bom tempo eu tenho contato com chineses, devido ao meu trabalho, e percebo que em todo negócio que você vai fazer, eles sempre ficam com pé atrás para poder fechar negócio. Muitos ainda não fecham negócio mesmo pagando a vista e adiantado, tudo pelo fato da burocracia de se trazer produtos para o país. Claro que isso é uma experiência que tenho. Mas isso já mostra como eles encaram as coisas por aqui. Agora imagina trazer uma marca aqui e tentar consolidar ela em nosso país. Nós também somos um problema para a entrada do comercio de outro países aqui.

    CAV


    • O público BR está tão acostumado com Samsung e Motorola, que até marcas que aqui já atuam há tempos, como LG, Sony e Asus, tem dificuldades em se posicionarem de forma mais confortável por aqui (além das nacionais, que não tem boa reputação por aqui).
      Quanto mais empresas como a Meizu, a Huawei, a BLU e a ZTE, que embora tenham boa repercussão no país natal, não conseguem achar seu espaço no Brasil.


  • Tive um K5.
    Bom aparelho.
    Rodava bem, não tinha engasgos com os aplicativos que todos usam (redes sociais, e-mail, banco, foto, etc).
    Vinha bem com o telefone até que, 1 ano e 4 meses depois, a placa mãe se foi.
    Para consertar somente substituindo a peça. Foi o que disseram na assistência técnica.

    Fiquei decepcionado já que tudo que havia lido sobre o aparelho dizia que sua construção estava entre as melhores dos intermediários.
    Pior, a substituição da placa custava praticamente um intermediário novo.

    Voltei aos meus velhos aparelhos: Um Lumia 930 com Windows e um iPhone 4S que estavam "quebrados" e seus consertos ficaram mais baratos que o do K5.

    Já que não tem mais Lenovo vou de Asus no próximo.
    Pelo menos é a intenção...


  • A Lenovo não deu certo no Brasil porque não quis trazer os melhores smartphones que fabrica no mercado chinês e que os brasileiros, como eu tivemos que importar. Por exemplo, a linha Zuk, aparelhos de ótimo custo-benefício, tenho o Zuk z2 e z2 pro, excelentes. Por fim, da própria marca importei um Lenovo P2, pra mim, que uso no trabalho, bateria campeã, tela amoled e câmera boa. Gostei tanto que comprei outro. Uso diariamente. É isso.


    • Acho que o problema é que ela não iria conseguir cobrar os mesmos preços ou próximo do que é possível comprar lá na China... Os aparelhos seriam vendidos pelo mesmo preço das concorrentes e os possíveis compradores iriam ficar com o pé atrás por ser uma marca chinesa, ficou mais fácil pra ela se esconder com a marca Motorola...

      CAV


    • Também importei o Lenovo P2. O melhor custo e benefício para quem quer um aparelho com câmera e bateria boa.


  • Em 2016 eu comprei o A7010 pois era o melhor custo benefício dentro do que eu podia pagar na época. Usei ele até agosto desse ano, quando pifou e agora troquei por um S7 edge. De fato, sinto falta do áudio dele. Era realmente muito bom.


  • A Lenovo simplesmente abandonou seus clientes , não deram suporte,

    CAV


    • A Xiaomi por aqui foi bem pior.
      Ao menos, o K4 Note, K5, K6 e K6+ tiveram (com um certo sofrimento, mas tiveram), 1 atualização do Android.

      Eu só vi críticas no fato do K4 Note ter sumido muito rápido do mercado (tal como a Asus fez com o Zenfone 4 com Snapdragon 660).


  • Sem sombra de dúvidas o que quebrou a Lenovo no Brasil foi a Motorola...rsrsrsrs...e por falar em Lenovo, adquiri neste mês um hibrido de smarband e relógio analógico da empresa. o Lenovo Watch 9. Gostei do produto!!!


    • Já era uma estratégia de risco a Lenovo se enfiar por aqui no mercado mobile sabendo que a sua subsidiária tinha muito mais destaque.
      Na verdade, é uma teimosia dela querer insistir com três vertentes de aparelhos (ela mesma com a série Vibe, a subsidiária Zuk (ambos os nomes já ocultados atualmente), e a Motorola), quando não sabe definir qual delas é a sua prioridade (na China, ela não sabe se foca na Motorola, na série Zuk ou na série Vibe).
      É uma ideia controversa que não tinha como dar certo.
      Aliás, é até estranho ver a Huawei se saindo bem com sua própria linha e a linha Honor (acredito que é porque as propostas são bem delineadas, e uma complementa bem a outra), e a Xiaomi agora se metendo com a linha Pocofone.


  • Eu tenho um k5 e estou esperando chegar um Z5,o problema da Lenovo no Brasil foi muito problemas de software e falta de atualização,mas em construção não pode reclamar.


  • Tenho um Lenovo K6 que funciona muito bem até hoje. Não encontro celular com áudio tão bom quanto esse com tecnologia Dolby Atmos. E vem com Miracast. Até hoje o povo se impreciona quando consigo espelhar minha tela com um Lenovo e em contrapartida outros de marcas conhecidas não conseguem.

    Pena que não foi pra frente aqui no Brasil. :(

    Bom, que venha Motorola One Power! Quem sabe seja melhor que os Moto conhecidos. :)


  • Eu tenho um Lenovo Vibe K5 desde 2016 e nunca, mas nunca tive problemas com ele. Só agora depois de 2 anos que a bateria começou a durar menos, mas o meu uso é intenso o dia todo usando um aplicativo de força de vendas. Excelente aparelho, nunca me deixou na mão.


    • Eu também tenho um k5 vive mas não existais atualização e a bateria está uma droga, fora isso não tenho do que reclamar. Agora pergunto? Porque as empresas de celular aqui no Brasil deixaram de investir em qualidade de áudio? Por isso deixei de usar o o Motorola moto G. Agora estou de olho em um zenfone 5 por ter um ótimo som.


  • É pessoal eu realmente posso falar muito bem da Lenovo, comprei um k5, usei ele muito bem, aparelho top em relação ao outros que ele disputava o espaço, pois ele era um octacore de 1.7 giga hz com o processador snapdragon da série 600 com uma tela em Full HD e 16 gigas de armazenamento, e câmeras de 13 atrás e 5 na frente com bateria de 3200 ml hamprs e já sendo 4g, vendi pro amigo meu " detalhe até hoje ele usar e fala bem ele só tá reclamando da bateria que não tá não aguento o dia todo, porém pelo tempo de uso já tá na hora de trocar mesmo" comprei o K6 plus muito top, e agora estou namorando o Lenovo Z5, que mesmo eu importando pelo valor dele e as configurações, acho que não tem nenhum no Brasil que bata nele pelo custo benefício, eu acho mesmo que o problema da Lenovo em não se firma aqui no brasil, foi o fato dos Brasileiros conhecer mais a marca Motorola, e já que ela é a Dona da Motorola, não tinha o porque dela continuar colocando aparelhos com o logo tipo da Lenovo e brigar no mercado que já tá tão acostumado com a Motorola, tanto e que se vc usa um aparelho Motorola da atualidade vc vai ver que quando vc ligar ele, ele fica com o botão Lenovo Motorola. Que venha o meu Z5.


    • Exatamente.
      No final, ela percebeu que brigar com ela mesma poderia atrapalhar até a própria Motorola, que ainda não estava com as contas em dia quando ela investiu nos aparelhos dela da linha Vibe por aqui.
      Mas na China, parece que ela ainda não aprendeu a lição.


  • Em 2016 queria mudar meu celular, um zenfone 5, para outro mais "moderno". Quase comprei um A7010, mas acabei optando por comprar um LG G4. Não me arrependo. E olha que tive problemas como bootloop, que a LG prontamente trocou a placa em garantia este ano (fora da garantia, mas em garantia). O A7010 nunca mais ouvi falar!
    Triste mas a empresa optou por uma marca apenas a Motorola, que já tinha público fiel no país!


  • brasileiro (a grande maioria) só usa Apple, Samsung e Motorola, raramente alguém compra um aparelho de outra marca

Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados