Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Review 7 min para ler 47 Comentários

Hands-on do Moto Z3 Play: misto de decepção com alegria

A Motorola entra no jogo mais uma vez com um novo intermediário avançado voltado para quem procura um hardware algo melhor que o do Moto G6 Plus e também com alguns diferenciais, como a compatibilidade com os Moto Snaps. O Z3 Play enterra de vez o ponto mais forte de sua primeira geração, a bateria, mas entrega câmera dupla e visual aprimorado. Saiba o que nós achamos do dispositivo a seguir.

Moto Z3 Play – Data de lançamento e preço

A pré-venda do Moto Z3 Play começa hoje (06/06) no site da Motorola e, a partir de amanhã, o mesmo estará disponível no varejo físico. O preço do dispositivo é de R$ 2.299. Também foram relançados os Moto Snaps de TV digital com bateria, projetor e alto-falante.

Atualmente, o modelo está disponível apenas na cor Índigo mas, em breve, a Motorola irá lançá-lo na cor Onyx com 6 GB de memória RAM e 128 GB de espaço interno.

Visual repaginado

Começando pelo design, pessoalmente, acho que o Moto Z3 Play fica em um meio-termo entre o Moto G6 Plus, que chegou com algumas tendências do mercado, e o Moto X4, que chama atenção pelo belo acabamento em vidro. A traseira agora é algo mais parecido com aquilo que tivemos com o primeiro Moto Z, em vidro, com a grade magnética na parte inferior para os Moto Snaps, mantendo o módulo circular proeminente que abriga as câmeras.

moto z3 play 20180606 133201
Moto Z3 Play parte frontal / © AndroidPIT

As mudanças estéticas mais perceptíveis estão na parte frontal, sobretudo na tela Max Vision, que estreia na série Moto Z3 com proporção de 18:9 e tecnologia OLED. Em comparação com o visual do G6 Plus, temos o logo da Motorola na parte inferior sem o botão biométrico, que funciona também como um touchpad para navegação pelo sistema (que agora é virtual). Felizmente, a Moto removeu o botão estreio e o colocou na lateral direita do dispositivo.

moto z3 play 20180606 132954
Acabamento traseiro / © AndroidPIT

Vale ressaltar que a mudança não alterou muito as proporções do Moto Z3 Play em comparação com seu predecessor. A questão mais controversa aqui é a presença de um botão de energia dedicado, além do botão de biometria, ao contrário daquilo que a Sony fazia com a linha Xperia unindo o power com o sensor de digitais.

moto z3 play 20180606 133425
Além do botão de digitais, existe um botão de power / © AndroidPIT

Max Vision e Oreo com gosto de P

A tela do Moto Z3 Play é a tal Max Vision, que nada mais é do que o display no padrão 18:9 combinado com a otimização das bordas frontais. No caso do Z3 Play, temos aqui a primeira tela Max OLED, embora a resolução seja apenas FullHD+, e não 2K. Aparentemente, a otimização da tela em relação as bordas está melhor no Moto Z3 Play do que nos Moto G6, talvez pelo fato desses dispositivos usarem um botão físico na frente.

Com relação ao sistema, a Motorola interferiu mais no visual do sistema do que antes. O menu de configurações, por exemplo, passou por leves modificações em algumas partes, como na caixa de buscas na parte superior. O mais interessante aqui é que o botão virtual de navegação pelo sistema é semelhante ao do Android P, em forma de pílula, onde, com alguns arrastos, é possível acessar a multitarefa, a tela de início e o voltar. Nas configurações, contudo, é possível ativar o padrão de botões virtuais antigo.

moto z3 play sistema
Interface do usuário / © AndroidPIT

Após anos, a Motorola ainda continua investindo na central Moto, que agora tem uma tela noturna, uma espécie de upgrade da Moto Tela, um gerenciador de bateria e recursos do sistema e o Moto Voz. Os ícones também se mantiveram em formatos circulares, e a bandeja de apps é ativada com o deslizar dos dedos para cima. O pacote final é agradável, basicamente temos um Android Oreo com ares de Android P.

moto z3 play 20180606 133125
Botão de navegação virtual pelo sistema em forma de barra / © AndroidPIT

O único ponto estranho aqui é o aplicativo de TV, que vem instalado de fábrica, mas só funciona quando o Moto Snap de TV digital está conectado. Então, se você está interessado em comprar o Moto Z3 Play para ver os jogos da Copa do Mundo na Rússia, saiba que será preciso desembolsar alguns reais comprando o acessório separadamente.

Hardware intermediário para um... intermediário

Digamos que o hardware do Moto Z3 Play não é seu ponto forte. Basicamente, temos especificações parecidas com o modelo do ano passado, como 4 GB de memória RAM e 64 GB de espaço interno. O processador não chega a ser um Snapdragon 660, e sim o 636 de oito núcleos.

É claro que as atenções estão voltadas para o prometido Moto Z3 Play Onyx, que chegará com 6 GB de RAM e 128 GB de espaço interno. Nessas configurações, o Z3 Play é capaz de rodar diferentes tipos de apps e jogos, assim como rodar o sistema sem muitos travamentos no multitarefa. Outro ponto que não ganhou um upgrade merecido é a bateria, de apenas 3.000mAh.

moto z3 play 20180606 133247
Para manter a espessura fina, bateria do Z3 Play tem apenas 3.000 mAh / © AndroidPIT

Luz, câmera, ação!

O Moto Z3 Play é mais um Motorola com duas câmeras e, diga-se de passagem, aparentemente, o dispositivo entrega resultados melhores em comparação com o Moto Z2 Force e o Moto X4, principalmente no que diz respeito as funções da câmera dupla, como o modo retrato (fundo desfocado), por exemplo. O software está mais rápido e otimizado em vários sentidos. Entre os recursos, temos câmera lenta, modo de cor seletiva e alguns efeitos animados. Uma amostra da câmera:

IMG 20180606 135806128
Modo automático / © AndroidPIT

Fiz uma foto usando o Moto Z3 Play emum ambiente com iluminação parcial, ou seja, com partes bem iluminadas e outras nem tanto. É possível notar que não existem degradações, ruídos ou distorções de cor, brilho e contraste entre a passagem de luz de um canto da imagem para outro, o que também é um benefício do sensor principal com abertura de lente de f/1.7.  

IMG 20180605 133635893
Iluminação artificial / © AndroidPIT

O primeiro sensor é de 12 MP enquanto o segundo tem 5 MP. Na frontal temos uma lente de 8 MP sem flash de LED. A Motorola diz que o conjunto óptico do Z3 Play é um dos melhores da atualidade, e agora iremos fazer testes mais profundos para tirar a prova sobre seu desempenho.

Moto Z3 Play – Especificações Técnicas

Dimensões: 156,5 x 76,5 x 6,8 mm
Peso: 156 g
Tamanho da bateria: 3000 mAh
Tamanho da tela: 6,01 polegadas
Tecnologia da tela: AMOLED
Tela: 2160 x 1080 pixels (508 ppi)
Câmera frontal 8 megapixels
Câmera traseira 12 megapixels
Flash: Dual-LED
Versão do Android: 8.1 - Oreo
RAM: 4 GB
Memória interna: 32 GB
64 GB
Memória removível: microSD
Chipset: Qualcomm Snapdragon 636
Número de núcleos: 8
Velocidade máx. 1,8 GHz
Conectividade HSPA, LTE, NFC, Dual-SIM , Bluetooth 5.0

Veredito preliminar

O Moto Z3 Play é um misto de decepção com alegria por vários motivos. Com relação ao hardware temos mudanças mínimas no conjunto, o que é bastante questionável. O design mudou naquilo que toca o revestimento, a nova proporção de tela e o posicionamento do botão de biometria. De modo geral, o Z3 Play está mais elegante, embora esteja mais, digamos, incompleto internamente.

O conjunto de lentes é um ponto forte, sem dúvida, mas o fato de a Motorola indicar que irá lançar um segundo modelo melhor equipado, com mais RAM e espaço interno, já indica que o lançamento não é exatamente a opção mais completa, sobretudo para quem já utiliza algum outro modelo Moto Z, tornando o Moto G6 Plus em alguns casos uma opção mais viável. 

Espero mudar de opinião durante os testes com o dispositivo, mas minha recomendação é que você espere do Moto Z3 Play o que você esperaria de um bom intermediário premium que vem com as atuais tendências do mercado. Sem mais.

O que você achou do Moto Z3 Play?

135 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

47 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Muito caro pelo o que ele oferece... Nessa faixa de preço temos bem mais opções melhores...


  • "o Z3 Play é capaz de rodar diferentes tipos de apps e jogos, assim como rodar o sistema sem muitos travamentos no multitarefa"
    4Gb de RAm e ainda tem alguns travamentos...


  • Achei muito inteligente, por parte da Motorola, trazer o sensor biométrico para a lateral.
    Pessoal do AP reclamou que mantiveram um botão power, mas esqueceram de comentar que a patente de sensor biométrico no botão power pertence a Apple e que, na linha Xperia vendida em alguns mercados, o sensor vinha desativado justamente por causa da patente.


  • Me decepcionei com esse Z3. Possuo o Z Play e para sair dele a Motorola/Lenovo terá que surpreender um cadinho


  • Entrei só para ver se tinha Tietes da Moto se exaltando de alegria nos comentários.
    kkkkkkkkk
    Max Vision? Esta mania da Motorola de copiar e colocar outro nome.


  • Celularzinho xexelento para custar R$2,4k.


  • Janta de ontem requentada no almoço de hoje com adição de salada de alface, preço de reataurante fino.

    Eu nunca entendi muito bem pq a lenovo sacrificou a bateria em troca de deixar o aparelho míseros milímetros mais fino, talvez pra forçar a venda de snaps? Não sei.
    A falta da entrada P2 é compreensível devido ao novo tamanho da tela que inviabilizaria a adição do plug por falta de espaço físico mesmo.
    Tenho o primeiro z play e essa versão nova não me chamou a atenção em nada, aguardando a versão Onix. Por hora continuo com meu modelo 2016.


  • Sinceramente fiquei decepcionado, vou esperar o Z3 padrão mesmo pq a versão play achei que falta alguma coisa, alguma identidade. A câmera por mais boa que seja o sensor principal, me decepcionou o segundo de apenas 5mpx para fazer desfoque, se for assim então prefiro o do Z2 force mesmo sendo pior em captação de luz. O design frontal achei genérico, o preço é o mesmo do Z2 force, a bateria não vou dar ponto positivo nem negativo pq a Motorola não quis comparar com o primeiro Z play e sim com o Z2 play, pensem, já tem as beterias de 3000mah em estoque, pra que pegar uma diferente? Eu só espero mesmo que a otimização, algo que elogio a Motorola nesse sentido, seja boa pra fazer um consumo decente frente as versões anteriores, não precisa nem ser melhor, apenas não tem que ser muito pior. De resto não vi motivos pra comprar esse celular, talvez fique até mais empolgado em comprar o Motorola power one do que esse aí.


  • A tela aumenta, o preço sobe, e como subiu, e a bateria não aumenta. Inovação fica apenas na biometria.


  • Achei o conjunto interessante, só resta esperar um pouco para o preço abaixar.


  • Não gosto dessa cor índigo, não gosto da traseira em vidro (metal é mais resistente e os snaps aderem melhor), não gosto dese desing de câmera dupla, não gostei de não ter entrada P2 para fones, não gostei dessa bateria de apenas 3000mah para uma tela de 6. Resumindo: Não gostei do aparelho!!!


  • Esperava mais... A safada matou a linha moto X para dá lugar a essas criaturas 100 noção... Abre a mente Motorola, lança o que gostamos e não essas coisas repetidas e caras... O valor é um absurdo pra um aparelho intermediário, se fosse mais Premium ficava calado! Mais quem gosta de gastar sua bela grana nisso fica a vontade.


  • Espero que esse sensor biométrico na lateral vire tendência. Isso sim é interessante copiar, não o notch que não serve pra nada.


  • "O que você achou do Moto Z3 Play?" - Achei que erraram na capacidade da bateria (deveria ser de no mínimo 3000 mAh) e no processador (deveria ser o Snapdragon 660). Também não gostei de não ter a entrada P2. Quanto ao preço, todo lançamento vem com preços absurdos. Depois de alguns meses, deve baixar. Sinceramente? Estou decepcionado. O primeiro Z Moto Play foi o único que valeu a pena dessa linha. Tinha bons diferenciais e um bom conjunto.


  • O velho Downgrade de bateria em relação ao primeiro Z play... E esse preço achei Salgado

Mostrar todos os comentários