Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 75 Comentários

De volta para o passado: Nokia 2 passa em benchmark com 1GB de RAM

A volta da Nokia ao mercado de smartphone não ficou restrita ao Nokia 6. Isso porque a empresa está preparando novos modelos que devem ser lançados ainda este ano, como o Nokia 8 e o Nokia 2, este último flagrado recentemente em um teste de benchmark. O mais interessante neste modelo é que, ao que tudo indica, ele será voltado para o segmento de entrada e terá apenas 1GB de RAM.

Se uma empresa como a Motorola desencadeou uma onda de comentários negativos com o lançamento controverso do Moto C, que vem com 1GB de RAM, imagine então como seria se a Nokia lançasse um modelo com especificação semelhante. A Nokia classifica seus produtos por números, logo, quanto menor a numeração após o nome, mais acessível o produto será. O Nokia 2, ao que tudo indica, deve ser o próximo modelo de entrada da empresa.

Este dispositivo foi supostamente flagrado no teste de benchmark Geekbench, rodando com processador Snapdragon 210 e 1GB de memória RAM. Ele foi identificado com o codinome Unknown Heart, o mesmo usado no Nokia 9. O chipset Snapdragon 210 foi lançado pela Qualcomm em 2014, e poucas empresas venderam produtos com ele no país.

nokia 2 benchmark revl
Pontuação do Nokia 2 ao lado do Moto C / © Geekbench

No benchmark, o Nokia 2 marcou 422 pontos em performance single-core e 1.146 em performance multi-core. Só para termos ideia do processamento entregue pelo dispositivo, o Moto C marcou 451 pontos em single-core e 1.260 pontos em multi-core no mesmo aplicativo. Apesar de contar com processador diferentes, ambos os fabricantes optam pelo software pouco modificado e versões mais recentes do sistema.

O Nokia 2 não tem data de estréia definida, mas especula-se que o mesmo seja lançado por algo em torno dos 100 dólares (R$ 350 sem impostos) durante o último trimestre do ano. Segundo alguns especialistas, o Nokia 2 pode ser o responsável por trazer a Nokia de volta à América Latina e outras regiões com países emergentes.

Se este for realmente o Nokia 2, nem quero pensar em como seria o Nokia 1.

Você acha que a Nokia lançaria um celular com essas características em 2017?

Os comentários favoritos dos leitores

75 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Deve vir com Android 2.2 Froyo...


  • Eu vivo muito bem com meu moto g 1 de 1 GB de ram.


  • Sei que muitos reclamam, a acham um absurdo um smartphone com tais configurações em 2017, dou até razão, mas toda empresa tem um smartphone super-básico. Apesar de que no Brasil os dumbphone ainda possuem um bom mercado, a tendencia é fazer com que eles desapareçam e deem lugar a smartphones super-básicos como este.


  • Pra massa não faz diferença, 1gb de ram ou snap-não-sei-o-que, na bananalandia somente o preço importa, somente uma pequena parcela compreende especificações técnicas, nem todos são entusiastas! Android precisa de hardware para ter um desempenho satisfatório, fato! Enquanto isso ios tem o máximo 2gb de ram! Fato!


    • Exatamente. Muitas pessoas querem apenas ter um smart, e não o melhor custo benefício. Verdade seja dita, por melhor que sejam as especificações do aparelhos, o fator determinante na hora da compra é o preço.


  • Lançam esse tipo de aparelho só pra fazer o consumidor passar raiva com a lentidão e descartar a fabricante pro próximo modelo. Celular de entrada é furada pra fabricante que tá começando.


  • O Nokia 1 pode vir com o Android Go, aquela versão que necessita de hardware básico e oferece um software básico, se vier dessa forma ainda é aceito num preço condizente, caso o contrário seria suicídio da Nokia. Esse modelo mesmo o Nokia 2 poderia vir com esse Android se a Nokia esperasse mais um pouco.


  • quer voltar ao mercado retrocedendo??? além de entregar mais do mesmo ainda por cima vai trazer um "pocket" da samsumg.


  • Que retrocesso!

    GabrielConta desativada


  •   61
    Conta desativada 26/07/2017 Link para o comentário

    Pra uso básico ata legal desde que custe abaixo de 500


  • Pode vim, se vier por um preço justo, na faixa de 400 pelos seus 1gb de RAM, terá seu público. Afinal há pessoas que não tem uso intensivo num smartphone.

    Conta desativadaConta desativada


    • " mas especula-se que o mesmo seja lançado por algo em torno dos 100 dólares (R$ 350 sem impostos) durante o último trimestre do ano"
      desde quando Nokia são baratos? vale 100 dolares que empresas chinesas vendem por 50? tem que ser muito fã da nokia para apoiar isso


  • O problema não é nem as configurações, visto que pode ser usado como celular reserva ou como segundo celular. O grande porém está no preço! Um celular desses não devia passar dos R$150,00, um Redmi 4A que tem Snap 425 e o dobro de Ram e espaço custa menos do que 99 dólares.

    "ahhh mimimi importado, mimimi importação" e vocês acham que custando 99 dólares lá fora vai vir por menos de R$500,00 pra cá?


  •   43
    Conta desativada 26/07/2017 Link para o comentário

    Doeu meu o**


  • Bom dia meus caros, é uma lástima isso.
    Já devia ser extintos aparelhos com 1GB de RAM, 16GB de ROM, snapadragon menor de 440, 1,5 ghz .
    Os de entrada hoje são os Premium de ontem, mesmo os usuários básicos e leigos precisam de 2GB por que isso não é 100% dependendo de uso e sim dos Aplicativos que a cada atualização consomem mais memória RAM, ROM e bateria.

    Conta desativadaConta desativada


  • Pô, Nokia, comprou o ferramental pra fabricar o Moto G3???

    Conta desativada


  • Parem de me ter pau nos fabricantes por por si 1 GB de RAM , o problema principal não é deles e sim da google que só faz merda e a cada versão do Android piora mais o sistema deixando mais pesado mais ineficiente . Há 3 anos a traz só alguns top de linha tinha 2GB ou mais de RAM,rodava tudo sem engasgo e sem problema ,e ate os moto g da vida tinha desempenho arasador , as bateria durava um dia de boa , mas a google também fazendo tanta merda com isso de ficar atualizando de versão em versão ser dar tempo pra melhorar as otimizações . . Só constar provavelmente esse Nokia vai vim com sistema Android arm(32bit) , que é mais econômico e eficiente , e quase todos os outros celular com 2GB ou mais vem com arm64 (bit). Sistema 64 bit são feito pra usar mais de 4GB de RAM , ai coloca em um celular com 1,2 ou 3 GB e vira uma bela de uma carroça ,a há google e fabricante são obrigadas a fazer Porque as pessoas são burras e só ver números ,e os fabricantes sabem disso e so querem venderem


    •   43
      Conta desativada 26/07/2017 Link para o comentário

      Entendo, mas as fabricantes já deveriam ter se adaptado a essas mudanças, não é impossível né?

      Conta desativadaGabrielConta desativadaConta desativadaConta desativadaManoel Paulo


      • Mais ou menos Niedja, o Ermes tocou em um assunto bem delicado e que poucos observam.
        O Sistema Operacional Android ao invés de ficar mais leve e acessível esta se tornando em um sistema devorador de recursos. Já tivemos um tempo em que apenas 1GB de ram era o suficiente para se ter uma experiencia maravilhosa com o sistema, hoje isto não é possível mais.
        Daqui a pouco nem 2GB de ram será o suficiente.
        Falando como programador de sistemas e por mais que eu goste do Android, ele é o principal culpado deste cenário.
        Android é um sistema Mercenário.

        Conta desativada

Mostrar todos os comentários