Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 100 Comentários

Lançado o Pocophone F1, aposta da Xiaomi para desbancar OnePlus e Huawei

Enfim o Pocophone foi anunciado. Depois de muitos rumores e vazamentos eis que a Xiaomi cumpre com o prometido e apresenta o seu mais novo dispositivo potente e barato. O objetivo da Mi com esse celular é bastante simples: bater de frente com a OnePlus, Oppo, Huawei e companhia. Mas, será que o Pocophone é tão promissor assim?

Pocophone - Visual e construção

O Pocophone F1 herda alguns traços do Mi 8, como a otimização das bordas frontais e o notch no topo da tela. É claro que as bordas do Poco são ligeiramente maiores que do Mi 8, mas, em todo caso, a proposta visual de ambos é basicamente a mesma. O contra fica por conta do acabamento em plástico, abaixo daquilo entregue pelas empresas que a Mi pretende desbancar.

Pocophone
Tela com notch / © AndroidPIT (captura de tela)

Pocophone - Especificações técnicas

Em questão de potência, o Pocophone roda com Snapdragon 845, 6 ou 8 GB de RAM e opções de 64 GB, 128 GB e 256 GB de armazenamento interno. Uma grande novidadepresente, é o sistema refrigeração liquida. De modo geral, o dispositivo vem com o pacote básico para smartphones topo de linha do ano, superando, inclusive, o Galaxy S9 em testes prévios de benchmarks.

Para fotos e vídeos, o dispositivo da Xiaomi conta com uma câmera frontal de 20 MP com abertura F/2.0. Na parte traseira temos duas câmeras, uma de 12 MP e abertura f/1.9 e outra de 5 MP. Tanto na traseira como nas frontais temos flash presente. O sensor presente é o IMX363 da Sony. Para suportar tudo isso temos uma bateria de Bateria de 4.000 mAh com suporte a carregamento rápido.

DlMBGvnUwAA6UBX
Câmera dupla na parte traseira / © xiaomi.com

O sistema é o padrão da Xiaomi: MIUI 9.6 baseada no Android 81. Oreo. O software, talvez pelo fato de ser preliminar, roda com inúmeros bugs, alguns deles afetam a região do notch. Os ícones de algumas notificações desaparecem na barra de status, enquanto o relógio na tela de bloqueio é parcialmente exibido devido ao entalhe. É claro que restam alguns dias até que a Mi possa reverter esses problemas básicos.

launcher poco
Novo Launcher com a  MIUI 9.6  / © xiaomi.com

Pocophone - Preço e disponibilidade

O Poco chega às lojas no próximo dia 27 em quatro países já confirmados; Índia, Filipinas, França e Japão. É provável que o dispositivo chegue depois em outros países da Europa e da Ásia. O dispositivo será vendido nas cores; preta, azul e vermelha, com os seguintes valores:

  • 6 GB + 64 GB com valor de R$ 1.216,00
  • 6 GB + 128 GB com valor de R$ 1.390,00
  • 8 GB + 256 GB com valor de R$ 1.680,00

Vale lembrar que esses valores foram convertidos diretamente, sem taxas ou impostos inclusos.

O que o Pocophone F1 pode oferecer aos interessados é uma bateria um pouco maior que a média, entrada para fones de ouvidos e desempenho aliado com os demais tops. Pessoalmente, por tudo que a Mi está prometendo com este dispositivo, vejo o Poco como mais um aspirante a topo de linha que corta daqui e dali para tentar vencer a concorrência.

E você, acha que o Pocophone F1 vai longe?

Os comentários favoritos dos leitores

100 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • O smartphone parece ser muito bom, apesar de seu acabamento ser bem simplório. Peca apenas pela falta do NFC (se bem que o meu tem e nunca usei), mas será que ficaria muito feio colocar um fita isolante, cobrindo o nome POCO? O nome lembra daquele desenho de criancinha, POCOIÓ!


  • É sério que tem gente achando relação com o termo "poco" com algo do português...

    Estranho são vocês, aliás "brasileiro não tem que ser estudado, tem que estudar mais". Poco deve ser um termo em chinês (ou uma variação ocidentalizada de um)...

    Aí o cara idolatra um telefone superfaturado que se lê: " Ai fone", acho que a piadinhas seriammbem melhores eim, tipo vc coloca o celular no bolso de traseiro e fala "ai fone" será que ele estará fazendo o que com o seu bumbum eim...


  • Pacóvio.


  • Realmente ótimo custo benefício, porém a falta de NFC tirou todas as possibilidades de eu comprar. =(


  • A maior razão pelo povo brasileiro ser feito de otário é simples, o braileiro em qualquer lugar do país se acha a ¨oitava maravilha do mundo¨, e que devido a miscigenação de raças perdeu sua origem a tempos.
    Um páis conhecido apenas por bundas e chuteiras não traz o respeito que empresas serias e comprometidas gostariam de implementar aqui, o povo anda de carro 1.0 financiado em 60 meses, torcem pra conseguir uma bolsa ou Sisu, os que não conseguem pagam por um curso mais barato ao qual não gostam, apenas para se formarem no nível superior, muitos vivem de bolsa familia etc...etc...etc...
    Foi como o presidente da Hyundai disse quando colocoram o HB20 no Brasil, o brasileiro não entende o que é um produto funcional, ele não gosta de carro, ele gosta de beleza, de coisa bonita e isso além de muito caro pra desenvolver demora anos de estudo.
    A Xiaomi coloca um Snapdragon 845 por 280 dolares de lançamento no mundo, com iPhone X e Note 9 custando 1000 dolares, e os brasileiros preocupados com o notch e o nome do aparelho, realmente vendo os comentários merecemos o que plantamos e colhemos o que sacia nossa fome, enquanto nos países desenvolvidos eles tem escolhas e poder de compra nós temos orgulho de sermos assim com prestações a perder de vista.


  • 🎵Pocotó, pocotó, pocotó. Smartphone Pocotó.🎶


  • Como confiar em um smartphone chamado "Pocophone F1"? Meu pai amado! 🤢


  • Otimas especificações e um custo benefício matador. Pena que não possamos nem sonhar com preços sequer parecidos aqui no Brasil.


  • A Xiaomi não está contente em disputar apenas no custo x benefício... Quer concorrer com os LG "fin-kíu" em nomes bizarros também.


  • excelente e o melhor, logo vai estar mais barato !


  • para a galera que importa tai uma boa opção.


  • Achei meio estranho o nome de começo, mas aparentemente é um excelente celular com um preço excepcional!!


  • Sensacional, espetacular mesmo esse dispositivo, acho que vou juntar uns cartões de crédito para comprar o meu.


  • Acredito que esse seja o melhor custo-benefício possível atualmente, R$ 1.216,00 num smartphone de lançamento com snap.845 + 6gb Ram + 64gb, fora toda a qualidade que envolve os produtos da Xiaomi, tem tudo pra ser um campeão de vendas no mercado internacional e pra quem faz importação.


  • Eu acho que a Xiaomi não entendeu que boa parte dos usuários que compram o One plus além da questão do preço, adoram o Oxygen OS. Aposto que vai brigar com a própria linha da Xioami, e não com a One Plus ou Huawey.


    • Também não acho que vai chegar ao extremo de desbancar.
      Mas com esse preço, não só vai roubar usuários de outra modelos da Xiaomi, como vai sim roubar alguns de varias outras marcas.

Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados