Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
"Não se preocupe se o seu smartphone esquentar", diz porta-voz da Qualcomm
Dicas e Curiosidades 4 min para ler 63 Comentários

"Não se preocupe se o seu smartphone esquentar", diz porta-voz da Qualcomm

Os smartphones estão mais poderosos que nunca, e com mais recursos também vêm um maior consumo de energia. Isso normalmente se traduz em smartphones esquentando mais e a necessidade das fabricantes de desenvolver tecnologias que dissipem melhor o calor dos dispositivos. Em contato com a Qualcomm, fabricante do série mais popular de processadores para smartphones: a Snapdragon, nos disseram que não há necessidade para preocupação se o seu smartphone esquentar. Será?

Os processadores dos smartphones são projetados para aquecer. Se você sentir que o seu smartphone está esquentando na sua mão, como quando jogo um game ou assiste a um vídeo em HD, isso não é algo para se preocupar.

A Qualcomm afirma que a capacidade de processamento dos telefones de hoje é equivalente a um computador portátil, porém, em uma caixa muito menor. Além disso, os smartphones não possuem ventoinhas de refrigeração como a maioria dos PCs, e isso gera uma série de desafios  para a equipe da empresa quando o assunto é manter as temperaturas de funcionamento de um smartphone estáveis.

qc snapdragon 820
O Snapdragon 820 possui uma alta performance e ainda controla o aumento da temperatura de forma eficiente / © Qualcomm

"Os processadores Snapdragon são sistemas complexos e constituídos por uma variedade de componentes, tais como CPU, GPU, DSP, tecnologia de câmera, rádio, modem, etc.", disse o porta-voz Qualcomm. "Nós projetamos processadores para se manterem resfriados usando os componentes de maior eficiência possível, com a maior capacidade de energia permitida em relação à concepção de design de um sistemas-em-um-chip (SoC)."

Assim, posso dizer que conseguir manter o hardware de um smartphone resfriado, sem causar desconforto aos usuários, é um dos grandes desafios da Qualcomm, bem como de qualquer outra fabricante que leve a experiência do usuários em consideração.

Você deve se lembrar que a Qualcomm teve problemas referentes ao superaquecimento do processador Snapdragon 810, usado em muitos carros-chefe de 2015. Vários desses smartphones tiveram problemas com o superaquecimento e acabavam afetando negativamente o desempenho dos aparelhos para poder mantê-los a uma temperatura agradável. Como o caso do Xperia Z3+ que fechava o aplicativo da câmera em menos de 10 segundos após o início do uso de alguns modos mais exigentes, relembre:

Em 2016, o Snapdragon 820, por outro lado, não apresentou o mesmo problema. Mas o que mudou na forma em que a Qualcomm desenvolveu este processador para evitar o superaquecimento?

"Processos avançados de arquitetura de um SoC faz dele um sistema equilibrado de forma global para garantir a melhor distribuição do calor", nos disse o porta-voz da Qualcomm. "Outra grande característica de um SoC para gerenciar o consumo de energia inclui o uso de um relógio e de uma escala de tensão, arquiteturas otimizadas para implementar o melhor fluxo de dados possível associado aos vários aplicativos e ao uso da computação heterogênea para oferecer os melhores recursos para o uso do aparelho."

Dicas da Qualcomm para manter o seu smartphone resfriado

Além das medidas que a empresa toma para oferecer aos usuários a melhor experiência possível com um smartphone, você também pode cooperar para este processo. Confira aqui algumas dicas da equipe da Qualcomm para fazer com que deixam essa tarefa um pouco mais fácil:

  • Deixe o aparelho em lugares bem arejados, com corrente de ar sempre que possível;
  • Não deixe o dispositivo torrando no sol, especialmente a parte de trás;
  • Não cubra o aparelho quando estiver fazendo o streaming de vídeo na TV ou jogando um game com gráficos avançados;
  • Os processadores Snapdragon controlam o calor gerenciando a temperatura dos componentes internos do aparelho, e acionam mecanismos de controle caso haja um aumento significativo da temperatura em parâmetros como taxas de frame, as taxas de carregamento e o brilho da tela;
  • Tenha em mente que hoje muitos dos principais aplicativos de envolvem o uso de múltiplos processadores executados de forma simultânea, mas mesmo quando isso acontece, o design do SoC será capaz de gerenciar o calor de modo que não haja uma preocupação para o usuário.

O seu smartphone já teve um episódio em que superaqueceu? O que você fez para resfriá-lo?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Muraque O. 13/08/2016

    Quando conectava meu GALAXY S5 em CABO HDMI com a TV.. conectava para assitir filmes do cell para a TV, colocava ele em cima de uma recipiente com gelo.. e não superaquecia.

63 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Meu Moto E2 já bateu 51 graus kkkk


  • Atualmente uso um smartphone com processador Mediatek, não o sinto esquentar durante meu uso diário, se esquenta durante reprodução de vídeos não me incomoda pois não noto, durante jogos mais pesados esquenta mas não tanto como aparelhos antigos que já tive. Também uso iPad e dificilmente esquenta ao ponto de incomodar. Meu último aparelho tinha Snap 800 e esse sim esquentava até em tarefas simples, parece que bastava a tela ficar um tempinho acesa, no meu uso diário durante troca de apps ou durante ligação ele já apresentava aquecimento. Em jogos pesados e reprodução de mídia era pior.

    Óbvio que é normal um aparelho de hoje apresentar aquecimento dependendo da tarefa, mas não como alguns por aí que esquenta em coisas simples, e mesmo que esquente durante jogos que não seja ao ponto do aparelho parecer uma chapa de hambúrguer. Pra mim a Qualcomm só disse o que todos já sabemos e tentou ficar bem pro seu lado.


  • Eu tenho um Grand Prime e as vezes ele esquenta muito, mas eu acho isso normal pois estamos acessando cada vez mais whastapp, instagram, facebook. Ai você quer que o celular continue frio ai é demais.


  •   45
    Conta desativada 16/08/2016 Link para o comentário

    Pois é. Vi um vídeo no YT, comparativo gravação em 4K de Xperias.
    M5 x Z3c x z3 x z3+...

    z3 (sd801) : quase 7 min
    z3+ (sd810) : quase 9 min
    z3c (sd801) : quase 11 min
    m5 ( helio x10) : 22 min e parou pq encheu a memória

    Helio x10 chutaria que tem desempenho quase igual ao sd 801.


  • Coloque ar condicionado central na sua casa, no seu trabalho, na sua escola e deixe em 15 graus. Problema resolvido


  • MediaTek foi o processador que menos esquento dos smartphones que tive


    • Ultimamente só compro aparelhos chineses e só vejo a galera elogiando,não que eu ligue pra isso,mas depois que passei a usar aparelhos com MTK ficou mais fácil até para resolver certos problemas.


  • Pois é, adoro quando meu LG G4 parece estar pegando fogo internamente... =P


  • Aqui aculá o Moto G3 dá umas fritadas. kk


  • por isso desisti de smartphones , ate que resolvam isso vo passar anos e anos com meu s7, mas ele nn esquenta muito msmo


  • Esquentar é uma coisa, ferver é a realidade desses Snapdragon. Queria ver se fosse da outra empresa, aí a dona Qualcomm iria tacar o pau alegando que não seria normal "esquentar"


  •   45
    Conta desativada 13/08/2016 Link para o comentário

    Meu z3+ não tem todos os problemas de quando foi lançado. Óbvio que a cam não vai aguentar 20 min, mas geralmente trabalha entre 38-47C


  • O meu moto G2 quando esquenta eu coloco no freezer e depois de 2 minutos eu retiro geladinho parecendo uma verão.


  • E foda jogar um game pesado por 30 minutos apenas e o jogo começar a trava por que o celular chegou a mizeros 44 c°

    E, celular não dá pra jogar não, pelo menos não jogo pesado


  • Creio que não é apenas um defeito dos Qualcomm esquentar ,meu Zéfone 2 com intel (ilusão em mobile) sofre do mesmo mal é so usar um pouco mais forte o hardware e terás uma frigideira elétrica na mão, bem diferente do meu G4, este que tive de adquirir em razão dos elevados defeitos apresentado pelo Asus zenfone meu,o 2, e de minha esposa o 5,enfim, e que , no G4, tem o snapdragon 808 que num chega nem de perto da temperatura do Zéfone, a não ser quando esta no carregamento turbo, so que ai não tem nada a ver com processador.


  • Com GALAXY S7.. eu já não tenho muito o problema com AQUECIMENTO.. posso jogar mais de 1 hr via BLUETOOTH com JOYSTICK que o dispositivo fica de boa.. esquenta mais em DOWNLOAD'S


  • Quando conectava meu GALAXY S5 em CABO HDMI com a TV.. conectava para assitir filmes do cell para a TV, colocava ele em cima de uma recipiente com gelo.. e não superaquecia.


  • meu J3 2016 , fica sempre na mesma temperatura de 30 /35°c


  • Meu Nexus 5 esquentava bastante, foi só colocar um custom kernel que o superaquecimento desapareceu sem perder desempenho, tudo tem a ver com a forma que o gerenciamento térmico do processador é programado para trabalhar, e nessa parte, a qualcomm erra feio.


  • "Faça um churrasco enquanto ele estiver quente", completou.


  • Saí de um moto g 1 que esquentava bastante, talvez pelo processador quadcore. Peguei então um Xperia com processador Mediatek octacore, a princípio com bastante medo de aquecer, já que os mesmos têm essa fama. Para minha surpresa, um ano depois posso afirmar que nunca tive problemas de super aquecimento, pelo menos no modelo que uso.

    Conta desativadaConta desativada


  • já tive um moto maxx possuindo o processador Snapdragon 805 e esquentava um pocado. Pelo menos em nenhum momento o aparelho travou por causa do superaquecimento.
    Fico preocupado com um longo prazo, o processador, esquentando demais acabar danificando outros componentes. Por exemplo, a bateria. que pra quem entende, sabemos que é o pior inimigo da bateria, o calor intenso...


  • Traduzindo: é isso aí, não liguem, a bateria nunca será danificada. Você nuuunca vai precisar trocar seu smart por superaquecimento pois a grande Qualcomm está aqui para lhe tranquilizar! Me engana que eu gosto.


  • O meu Moto g3 sempre superaquece.


  • Moto E2 batendo 51° graus !!!!!!!!


  • É importante lembrar, que a maioria dos usuários não fazem manutenção preventiva no aparelho. Não o reiniciam, não apagam apps inúteis, deixam imensurável quantidade de fotos e vídeos parados, saem instalando diversos aplicativos que rodam em segundo plano como antivírus, e ainda sequer olham se há atualização do sistema. Assim, é óbvio que o aparelho não irá ter o mesmo desempenho que deveria ter, esquentando e perdendo potência.


    • Então quer dizer que um top de linha tem que ter o mesmo tratamento que dou para um moto E. Tá de brincadeira que a pessoa paga 4 mil conto para ficar alisando o aparelho, é uma vergonha da fabricante.


  • Tenho um Oneplus 2 com o tal Snap 810, até agora não sofri com isso..
    Aparentemente só ouvi relatos do Z3+/Z4, apesar de ambos rodarem os mesmos processadores, cada empresa implantou uma arquitetura diferente para os seus respectivos aparelhos!!

    Conta desativada


    •   45
      Conta desativada 13/08/2016 Link para o comentário

      O que complica o z3+ é ser bem fino, todo selado por ser impermeável.


    • Arquitetura é o desenho do SOC, a partir do momento que um SOC é "imprimido" a sua arquitetura não pode mais ser modificada, é algo FÍSICO, como o DNA.

      O OnePlus 2 não sofre com problemas de aquecimento EXTERNO devido ao estrangulamento térmico, que reduz o desempenho PROGRESSIVAMENTE para manter uma temperatura "X", vários aparelhos com 810 utilizam essa artimanha para "disfarçar" o problema.


  • Interessante esse artigo, mas já era de se esperar que os smarts tem processo de aquecimento, visto que energia é calor, agora em excesso é que não pode.


  •   83
    Conta desativada 12/08/2016 Link para o comentário

    Ainda bem que a Samsung utiliza Exynos na série Note nacional. Creio que depois do 810, essa fama de esquentadinho ficou nos SD...


  • Meu X Force nem é de esquentar tanto, mesmo rodando o famigerado Pokémon Go.


  • Impossível não esquentar, isso é fato. Agora, se eles estão aprendendo com os erros (oi S810, tá lembrado de mim?) então temos que comemorar.
    As pessoas muitas vezes esquecem que por ser tão útil, versátil e prático, o smartphone acaba por ser utilizado por mais horas consecutivas do que outro tipo de aparelho. Pense, quando foi a última vez que você usou seu video game, TV ou aparelho de som por 6, 7 ou até mesmo 12hs ininterruptas?
    Desligar o aparelho regularmente (com 1, 2 ou 3 dias de uso) ajuda a "dar uma folga" para o mesmo.
    Com essas novas tecnologias aplicadas a construção de CPU's menos "esquentadinhas" o próximo passo é atacar outra frente: as baterias.


  • O meu Xperia Z1 esquenta um monte... Acho que a duração da bateria seria muito maior se não esquentasse tanto.

    Conta desativada


  •   45
    Conta desativada 12/08/2016 Link para o comentário

    O tablet da minha madrinha usa sd400 e quase sempre opera entre 42-45º.. Um SoC usado em modelos básicos de 2013 e mesmo com 10.1" esquenta um cado considerável.


  • Os Pokémons de água irão solucionar o problema!!


  •   45
    Conta desativada 12/08/2016 Link para o comentário

    Qualcomm esquece do fato de que os aparelhos com sd820 vêm com heat pipes. Assim nem o 810 vai esquentar.


  • Meu Moto X 2014 chega aos 51° o processador em uso normal.


  •   45
    Conta desativada 12/08/2016 Link para o comentário

    O meu usa o mesmo firmware da unidade que está no vídeo acima. Já fiz + de 8 min no 4K, uso também AR. Só uma vez fechou em 4 meses. E foi com + de 3 min do 4K. Na minha cidade quase sempre está acima de 28º e notei que isto influencia também.