O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

83 Compartilhado 120 Comentários

Review do Quantum Sky: um voo em busca da perfeição

O Quantum Sky não é o único modelo que a paranaense Quantum lançou neste ano, mas é o modelo mais interessante de seu portfólio no momento. O dispositivo vem com 4GB de memória RAM e design refinado, além de trazer outras melhorias em comparação com opções mais antigas da marca, como o Quantum Go e o Fly. Confira a minha análise completa do Sky a seguir.

Avaliação

Prós

  • Acabamento
  • Tela
  • RAM e armazenamento

Contras

  • Porta USB convencional
  • Áudio
  • Processador desatualizado

Quantum Sky – Data de lançamento e preço

O Quantum Sky já está à venda no site da Quantum pelo preço de R$ 1.349 à vista ou R$ 1.499 em até 10x sem juros. A versão vendida no site da marca acompanha 4GB de RAM e 64GB de armazenamento. O Sky está disponível nas cores prata e dourada.

Quantum Sky – Desenho & Qualidade de Construção

O design do Sky é um dos pontos fortes do modelo, embora não seja inovador ou original. Temos uma mistura de elementos visuais encontrados nos aparelhos da Samsung, da Motorola e também da Huawei, como o botão frontal físico de início – integrado ao sensor biométrico – e a traseira feita em alumínio reforçado em corpo único e com laterais ligeiramente curvas.

quantum sky sensor biometrico
Botão físico do Sky  / © AndroidPIT

Preciso dizer que o acabamento do Quantum Sky me impressionou positivamente. É nítido que o alumínio aeronáutico com acabamento acetinado agregou mais resistência ao modelo, maior aderência e também resultou em um visual de mais qualidade. O revestimento é superior ao encontrado no Quantum Fly, por exemplo. A sensação de manusear o modelo é bem interessante, além de ergonômica.

quantum sky traseira
Traseira em alumínio do Quantum Sky / © AndroidPIT

O que a Quantum não acertou aqui foram os botões capacitivos, que não são iluminados e extremamente discretos. São dois pontos (duas bolinhas) que, apesar de estarem no padrão do Android (voltar - multi-tarefa), são difíceis de serem encontrados quando o celular é usado em pouca luz.

Outro detalhe bem interessante no Sky é o botão de energia que ganhou um contorno laranja, tornando-o diferente dos demais. É um pequeno detalhe, mas que deixa o visual geral do aparelho diferenciado.

quantum sky lateral
Botões físicos do Quantum Sky / © AndroidPIT

A câmera traseira não é muito proeminente, pelo contrário, apenas o anel que envolve o módulo é ligeiramente saltado. Na parte inferior temos o alto-falante e uma saída de ar, além da porta microUSB. Pois bem, acho que faltou uma USB Type-C no dispositivo, visto que muitos fabricantes estão adicionando esse padrão em seus modelos. A Motorola é uma das poucas empresas que não está investindo no Type-C entre seus intermediários na mesma faixa de preço do Quantum Sky, e esse seria um belo diferencial para o modelo.

quantum sky baixo
Micro USB poderia ter dado lugar a USB Type-C / © AndroidPIT

Na caixa, a Quantum colocou uma película e uma capa de silicone TPU transparente para o Sky, que é um modelo novo e dificilmente seus proprietários irão encontrar esses acessórios à venda. Ao contrário do que pode parecer, o flash traseiro não é dual-tone, mas sim um flash de LED acima de um sensor infravermelho, que pode ser usado como controle remoto em eletroeletrônicos. O Sky não tem chip NFC.

Quantum Sky – Tela

A tela do Quantum Sky é LCD e entrega o padrão encontrado em painéis com essa tecnologia. É claro que se trata de um padrão de qualidade, com cores vívidas, contraste moderado, pretos e brancos equilibrados. O nível de nitidez apresentado nas 5,5 polegadas e resolução Full HD (401 ppi) é satisfatório, e irá satisfazer quem procura por uma opção para reproduzir jogos e conteúdo multimídia. O nível do brilho é satisfatório, capaz de entregar boa legibilidade em ambientes abertos.

quantum sky frontal
Tela Full HD do Quantum Sky / © AndroidPIT

O software do dispositivo oferece um assistente calibrador de cores da MediaTek entre as configurações de tela, permitindo ajustar as cores para um padrão mais saturado ou então habilitar o contraste dinâmico. Nada de Gorilla Glass 4 ou 5 aqui, ao invés disso, a Quantum resolveu apostar na terceira geração dessa tecnologia para proteger a parte frontal do Sky contra riscos e arranhões.

Quantum Sky – Software

O software da Quantum continua sendo pouco alterado pela fabricante, visualmente falando. Além dos apps do Google existem alguns utilitários adicionados pela fabricante, como um gerenciador de arquivos e o Dashcam, conhecido entre os usuários da marca, que transforma o dispositivo em câmera veicular. 

O Quantum Sky roda com Android 7.0 Nougat e traz a promessa de atualização para o Android Oreo, mas sem nenhuma previsão garantida pela fabricante. Um recurso que me chamou atenção no software foi o Ambient Display, que exibe o relógio e o resumo das notificações não lidas pelo usuário quando quando o dispositivo é pego nas mãos. Essa função utiliza o sensor de luz e proximidade e pode ser útil para quem não quer desbloquear a tela a todo momento para olhar notificações.

quantum sky always on display
Ambient Display do Sky / © AndroidPIT

Quantum Sky – Performance

O processador pode ser visto como um contra do modelo por se tratar de um chipset de 2015, o MediaTek Helio P10. Acredito que a empresa poderia ter sido mais feliz ao apostar no X20, presente no Fly, ou até mesmo no X30, que são chipsets mais novos. Enfim, se trata de um processador com oito núcleos e velocidade máxima de 2GHz, capaz de entregar uma performance digna de um intermediário. O trunfo aqui fica com os 4GB de RAM que ajudam no multitarefa e na performance geral do sistema.

quantum sky configuracoes
Sky roda bem todo tipo de app / © AndroidPIT

Você pode esperar do Sky a performance de um intermediário convencional. Mensageiros como o Telegram e o WhatsApp rodaram sem problemas, além de redes sociais. Jogos mais pesados para essa GPU, a Mali-T860 MP2, como o NFS, também não apresentaram problemas graves, além de ligeiras quedas de quadros em certas cenas. Os jogos não rodaram com os gráficos no máximo, então isso pode atrapalhar quem é mais exigente. Porém, se você é exigente em poder de processamento gráfico, o Sky não é a opção mais indicada de qualquer forma.

Quantum Sky – Áudio

A saída de som do Sky fica na parte inferior direita do dispositivo, ao lado da porta USB. O som é equilibrado e sem muitas distorções, com agudos mais ressaltados. O volume em si me pareceu baixo mesmo quando o dispositivo estava descansando em uma superfície plana. Os fones de ouvido que acompanham o Quantum Sky são intra-auriculares e completam a experiência sonora de forma mais satisfatória.

Quantum Sky – Câmera

A Quantum se esforçou no que diz respeito ao sensor do Sky. Se trata de um Sony IMX258, o mesmo do LG G6, com abertura de lente f/2.0. É claro que existem diferenças no processamento final das imagens, fazendo com que os resultados entre ambos sejam diferentes. Contudo, o Sky entrega resultados realmente bons quando comparados com seus concorrentes de mercado, como o Moto G5 Plus.

As fotos capturadas pelo aparelho são boas, com cores e tons equilibrados e com nível de nitidez dentro da média. Os resultados superam o Moto G5, o G5 Plus e o Quantum Fly. Em condições de boa iluminação os resultados são melhores e em iluminação mais baixa é possível encontrar alguns ruídos e borrões. Não é exatamente um problema, visto que muitos sensores seguem essa lógica de qualidade que varia de acordo com a iluminação ambiente. O incomodo em si ficou por conta do modo HDR.

quantum sky camera traesira
Câmera traseira do Quantum Sly / © AndroidPIT

Apesar de entregar bons resultados quando usado em cenas adequadas, leva um tempo entre a estabilização, a captura e o processamento da imagem com esse modo. O problema aí é que as imagens tendem a sair mais tremidas pois isso exige que o usuário fique com o celular firme nas mãos até a imagem final ser exibida. 

A câmera frontal foi desenvolvida com foco nas selfies, por isso, esse sensor Samsung S5K3P3 traz 16MP e abertura de lente f/2.0. As fotos são boas e mantém o padrão de qualidade do sensor traseiro. Meu conselho aqui é que você use os recursos de embelezar com parcimônia. 

quantum sky camera frontal
Quantum Sky e sua câmera frontal / © AndroidPIT

Ainda sobre o software da câmera, a Quantum adicionou alguns recursos legais, como uma opção para digitalizar documentos, um leitor de códigos de barra e um modo manual. É a melhor versão de app de câmera encontrada num modelo da marca, com interface prática e funcional.

Quantum Sky – Bateria

A bateria do Sky é de 4.010 mAh e aguenta até um dia completo em uso moderado. Utilizei sincronização automática, serviços de localização esporadicamente e brilho automático ao longo do dia, rodando redes sociais, Netflix, YouTube e Google Chrome. Ao final do meu dia, que começa por volta das 7h15, ainda restava 32% de carga por volta das 19h. É uma marca interessante em comparação com os concorrentes de mercado, mas um tanto desigual em relação a capacidade da bateria.

Esperava que a autonomia pudesse ir além de um dia completo de uso sem reduzir recursos do sistema, mas realmente não foi possível, ao menos usando o 4G. Acredito que o consumo de bateria esteja associado ao processador pouco econômico da MediaTek, visto que essa é uma reclamação recorrente em dispositivos embalados pelos chipsets da fabricante, incluindo o P10.

Outra questão é que ainda acho o tempo de carregamento um pouco demorado demais, e essa crítica eu tenho feito desde o lançamento do primeiro Quantum Go. Levam cerca de duas horas e meia para que o dispositivo chegue em 100% com o carregador que vem na caixa. Minha opinião aqui é que a Quantum precisa investir em USB Type-C e também em algum sistema de carregamento rápido para fazermos uso de um carregador com voltagem maior.

Quantum Sky – Especificações Técnicas

Dimensões: 154,5 x 76,5 x 8,3 mm
Peso: 182 g
Tamanho da bateria: 4010 mAh
Tamanho da tela: 5,5 polegadas
Tecnologia da tela: LCD
Tela: 1920 x 1080 pixels (401 ppi)
Câmera frontal 16 megapixels
Câmera traseira 13 megapixels
Flash: LED
Versão do Android: 7.1.1 - Nougat
Interface: Stock Android
RAM: 4 GB
Memória interna: 64 GB
Memória removível: microSD
Chipset: MediaTek Helio P10
Número de núcleos: 8
Velocidade máx. 2 GHz
Conectividade HSPA, LTE, Dual-SIM

Veredito Final

O Quantum Sky é um modelo com mais pontos a seu favor do que contras. Mesmo com toda polêmica envolvendo os modelos da Gionee e Ragentek, acredito que os usuários podem sim pensar em investir no modelo que é homologado no país, traz um bom software, acabamento bem feito e tem toda garantia que um modelo homologado no país pode oferecer. O Sky pode ser também uma alternativa para aqueles que preferem importar modelos parecidos da China.

Os contras aqui são poucos, como a escolha do processador e da porta micro USB, além do som no alto-falante que me pareceu um pouco fraco. Confesso que o Sky me surpreendeu mais que a série Moto G5, por exemplo, visto que seu software e suas especificações entregam ao usuário recursos e possibilidades melhores.

O que você achou do Quantum Sky?

83 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • 김미현 há 2 meses

    se trocassem esse helio p10 por um p25 seria matador, esse processador já é fraco e antigo

  • Bruno Salutes
    • Admin
    • Equipe
    há 2 meses

    Pra você, Franco. Não generalize, pfv.

  • David CD há 2 meses

    Nada contra essa fabricante, mas por esse valor, digo o valor parcelado de 1499,00, eu encontro smartphones mais interessantes, como por exemplo o moto Z1 play, ou o moto G5s plus, ou até o moto G5 plus, dentre outros smartphones na faixa de 1499,00.

  • Elerson Soares há 2 meses

    Excelente smartphone, em vários reviews que vi pela internet vejo muitos elogios.
    A Quantum consertou tudo que havia errado no Quantum Fly, isto mostra que a empresa esta mesmo comprometida com o publico brasileiro e quer trazer produtos de qualidade.
    Meu único contra para este smartphone é somente seu preço, acho que poderia ser um pouco menor.

    Parabéns pelo Review Boss Bruno.

  • Soterio Salles há 2 meses

    Já tive contato com aparelhos da Quantum, são bons intermediários, mas é isso mesmo. Entregam desempenho legal, tem uns recursos interessantes, o design é simples mas na minha opinião é melhor que os da atual "Hello Moto", mas isso é questão de gosto mesmo.
    Sobre o processador, bem pra usuário comum isso vai longe até com Mediatek mesmo, mas é inegável que se ele tivesse as mesmas configurações com um Snapdragon 625 por exemplo seria um monstro na autonomia de bateria.

120 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações