Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Sexta geração do Moto G vem aí: mas será que ele ainda é o mesmo?
Enquete 4 min para ler 147 Comentários

Sexta geração do Moto G vem aí: mas será que ele ainda é o mesmo?

O Brasil mais uma vez será palco do lançamento mundial da família Moto G – do Moto G6, Moto G6 Plus e do Moto G6 Play –, a sexta geração do aparelho queridinho da Motorola. Mas será que ele ainda é o mesmo?

Quando o Moto G chegou, em 2013, era tudo mato. Não existia esse conceito de aparelho custo-benefício que hoje ouvimos falar tanto que o termo já se esvaziou de sentido. Aparelhos eram ou top – topzera mesmo, tipo iPhone – ou eram de entrada. O restante tentava ocupar essa faixa intermediária que hoje é a mais concorrida de todas, mas meio sem saber com que discurso de marketing atacar. Samsung e LG tentavam chegar na Apple, dando pouca atenção para o restante. Até que veio a Motorola, na época nas mãos do Google (que saudades), com seu aparelho básico, porém charmoso, que rodava Android puro (que saudades número 2) e tinha configurações que muito embora não fosse de cair o queixo eram consistentes o suficiente para fazerem o aparelho rodar bem na mão de que qualquer pessoa. 

Mesmo com a venda da Motorola para a Lenovo no ano seguinte ao lançamento do primeiro Moto G, em 2014, as três primeiras gerações do produto – talvez por já estarem em andamento quando os chineses chegaram – foram só de sucesso. A estratégia de deixar o número em segundo, fortalecendo a marca Moto G como um todo deu tão certo que no início de 2015 eu lembro de ter noticiado, no iG Tecnologia, citando o The Wall Street Journal, de que o Moto G tinha sido o aparelho mais vendido do ano de 2014. Na época, eu mesma escrevi: 

Tanto sucesso ajudou não só a Motorola, agora parte da Lenovo, a dobrar sua participação de mercado, chegando em 18%, como também a ultrapassar a LG e assumir o posto de segunda maior vendedora de smartphones no País. O sucesso do Moto G foi tanto que a Motorola viu seus embarques unitários globais aumentarem 118% em 2014.

Vale lembrar que depois dessa chegada arrasadora da Motorola ao mercado brasileiro, a LG nunca mais foi a mesma. A sul-coreana correu atrás do prejuízo com a linha K10, que até se saiu bem, mas sua fatia de mercado nunca mais se recuperou. Samsung também se viu impactada e uma queda na sua supremacia, remodelando seu portfólio e trazendo ao Brasil a linha Galaxy J e a linha Galaxy A. A Asus chegou de olho nesse segmento, bem como a Xiaomi, mas essa segunda não aguentou o tranco. Quem não se abalou muito foi a Sony, mas bem, essa vive numa mundo à parte. 

motogterceirageracao
Moto G3 ainda era o cara / © GIGA Android

Eu diria que até o Moto G3, mesmo com o crescimento da linha Moto X, a linha Moto G seguia bem. Mas com a entrada dos chineses da Lenovo e foco no segmento intermediário alto e premium, as coisas foram aos poucos mudando. O Moto G4, por exemplo, já não era aquela Brastemp toda, e muita gente se incomodou com o aparelho. Não foram poucas as reclamações dos usuários. Tanto que foi criada a teoria de que só as versões ímpares eram boas – o que nos deixam um pouco preocupados com a chegada de uma geração par do Moto G num momento tão crucial. Não só porque a série está perdendo seu prestígio, mas porque desde a chegada da Lenovo na Motorola – marca que já deixou de existir por um tempo, lembram? – as coisas mudaram e a cada dia que passa estão mais turbulentas: o Moto X, por exemplo, voltou, mas deu um tanto quanto errado e pode desaparecer de novo, entre outras coisas.

Vale lembrar que o ano do Moto G4 foi o ano do lançamento do Moto Z e seus Snaps, um aparelho que deu muito certo não apenas porque trazia uma perspectiva nova e uma alternativa para o tão falado celular modular, mas que se deu bem – novamente – em cima da LG, que neste mesmo ano anunciou o LG G5 também numa perspectiva de celular modular, mas que deu muito errado, o que só abriu espaço e louros para a linha Moto Z. Com isso, a percepção que temos é a Motorola deixou o Moto G de lado. Na quinta geração vimos um aparelho ainda muito bom, mas bem menos "perfeito" do que era anteriormente, com versões sendo lançadas com meses de diferença e se canibalizando e um Android cada vez menos puro. E após todo esse nosso raciocínio é que chegamos na nossa enquete de hoje...

A série Moto G ainda é mesma?

Na minha opinião o Moto G ainda é um aparelho que impacta o mercado quando é lançado, mas cada vez menos. 

Deixe sua opinião nos comentários!

Fonte: iG Tecnologia

Os comentários favoritos dos leitores

147 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • achei as especificações interessantes, Valeria a pena se custasse 900 reais. agora, custando 1600 tem que ser muito desinformado pra comprar um troço desse, existindo s7 por 1450. o Moto G que valia a pena era o da primeira geração (fiquei com um por 5 anos).


    •   40
      Conta desativada 20/04/2018 Link para o comentário

      S7 já é outro nicho(top de linha), então nem tem comparação!


  • Bom de fato o G6 plus vem com snap 660 /4gb ,só preço que está fora da realidade, 2000 , não rola mesmo


    •   40
      Conta desativada 18/04/2018 Link para o comentário

      Onde você viu que o preço era 2.000? Se vier por esse preço é por causa do Snapdragon 660!


  • Povo fala muito, foi simples o primeiro foi a inovação depois só seguiu o mercado...
    O segundo era o primeiro com dois falantes e tela maior só... ou seja nada demais .. pra gente era melhor mas poxa podia ter sido mais e foi assim de geração em geração... não mudou mto google pra lenovo...

    Assim como o X o primeiro era inferior aos outros mas o sistema limpo ajudava ele a ficar mais proximo em desempenho... o segundo foi o primeiro top de vdd dessa era e numa epoca que se podia fazer um bom preço ainda mais pra ter nome assim como o G era muito mais barato e melhor que os outros....

    Depois que eternizou ambos já era.. vira só mais uma opção nas lojas...só seguindo o mercado


  • Na verdade, o G² foi o último grande 'G'.
    Um prazer imenso era mexer no 2, ja o 3 estava bugado demais... Pra ser sincero, o G5s e G5Plus me trouxeram um pouco dessa sensação, os melhores desde o G².

    E não por nada, mas adorei ler essa matéria. Minha favorita da Emily até então.


    • concordo... o G3 (inclusive a versao turbo) sempre foi um show de reclamacoes e bugs... e em alguns casos nem custom roms adiantam !!! G1 e G2 sim, sao historicos.


  • De boa? A Lenovo fez muito mal à Motorola como marca. A linha Moto G e X foram um marco dela e a Lenovo não soube explorar bem isso.

    Conta desativada


  • Tive um Moto G4 Plus, que não preciso nem falar muitos detalhes. Foi um celular super problemático por causa dos toques fantasma na tela e pelo Burn In. Consegui meu dinheiro de volta com o PROCON. Meu amigo que mora comigo na república tem o Moto G5. Ele adora muito o aparelho, apesar de eu ter reparado que a tela dele tem levemente Burn In também. Ele nem sabia do que se tratava e disse que "é impossível comprar um celular que seja 100% perfeito", e que esse probleminha não incomodava ele. Não tenho mais confiança nessa Motorola/Lenovo, apesar dos aparelhos terem um ótimo custo/benefício. Esse tipo de defeito é inaceitável. Se eles tentassem melhorar a qualidade das telas, quem sabe eu volto a utilizar os produtos dessa marca.

    Conta desativada


  • Será verdade que ele (G6 Plus) vem S660 e 4 de ram?

    Conta desativada


  • As pessoas dizem ter saudades do moto g 2013, nas ninguém quer mais ter câmera de 5 MP, aparelho de plástico, com menos de 5 polegadas. Ele foi bom para sua época. Hoje às exigências são outras. A Lenovo precisa oferecer um suporte melhor ao cliente e melhorar o design dos aparelhos, se quiser recuperar o prestígio da antiga Motorola.

    Conta desativada


    • Pois tá aí!!!
      Eu prefiro aparelhos com traseira de plástico do que com traseira de vidro!
      Tenho moto g4 guerreiro que está perfeito, com sua traseira de plástico impecável, apesar das quedas!
      Traseiras de vidro são para os trouxas.
      E pelo visto terei que apelar pra celulares mais antigos com traseira de metal quando for trocar o smartphone!


      •   40
        Conta desativada 16/04/2018 Link para o comentário

        Também, gosto mais de traseira de plástico, traseira de vidro se quebra na primeira queda!


      •   62
        Conta desativada 16/04/2018 Link para o comentário

        A questão da traseira ser de vidro, não coloca em cheque a pessoa ser inteligente ou burra, o que importa é o cuidado que cada um deve ter com o aparelho. Inevitavelmente esses aparelhos de vidro, estão virando uma tendência na linha intermediária e topo de linha. Se usar uma boa capinha, dificilmente vai quebrar, embora sempre exista essa possibilidade.

        Eu uso telefone a mais de 22 anos e nunca deixei cair no chão, mas sempre por via das dúvidas, o uso de uma boa película de vidro e capinha, é fundamental.


      • Pois é... com meu Moto G3, por exemplo, nunca precisei usar capa ou película de tela. Aliás, está difícil usar os aparelhos DEL hoje, como são. Sempre há um acessório, uma capa, etc.


    • Não só o design, mas os problemas crônicos que acompanham as gerações também.


  • mim*

    Conta desativada


  • desculpa motorola mas meu Xiaomi ta de bom hardware pra mjm

    Conta desativada


    •   40
      Conta desativada 16/04/2018 Link para o comentário

      Tem a opção de editar, não precisa escrever 2 comentários sendo um com a correção de uma palavra!


  • Acredito que ainda há tempo de acertar o posicionamento da linha Moto G, mas tudo vai depender do entendimento da Motorola.


  • A partir do Moto G 3 a Motorola já começou a perder o sentido para mim, depois que descobri a Xiaomi então, se apagou de vez.


  • Já se foi o tempo da linha "G"... Antes eu fazia questão de divulgar a marca, era a top das topzeras! Hoje em dia... É só mais um lançamento qualquer... Sem contar com esse novo estilo, parece um megazord! Vamos começar do zero e rever o que foi deixado para trás! Tiro meu chapéu para o G1/G2/G3, game over para o resto!


  • Inegável o impacto que a linha Moto G provocou no pasmodico e viciado varejo brasileiro. trouxe uma nova imagem e conceito para os intermediários ,sendo superado somente pela Asus no Lançamento do Zenfone 5 (outra inovação no decadente varejo do Brasil) As pessoas que reclamam da venda da marca pela Google podem compra lá junto a Lenovo e presentea la a a sua.Antiga dona . Porque negócios são dinâmicos como o tempo , e se não gostou de um produto mude de fabricante , Ou chore na cama que é lugar quente !


  • Ainda é um smartphone muito bom sim, mas hoje vive muito da fama criada pelos 3 primeiros modelos. Do 4 em diante, saiu do foco, não sei se ainda é lançamento que todo mundo espera que aconteça. O 4 veio todo bugado, saiu da lista de upgrade, depois o 4Plus voltou por pressão. O 5 ganhou uma versão S que matou os donos que tinha acabado de investir. Já da até para esperar o Moto G6S e G6S Plus 6 meses após o lançamento da linha G desse ano.


  •   100
    Conta desativada 16/04/2018 Link para o comentário

    Moto G bom é Moto com G de Google.


  • Eu já disse e repito: faz muito tempo que a Motorola deixou de ser a Motorola.

    Conta desativadaConta desativada


  • Moto G morreu em 2015. A partir de 2016 veio a Era Lenovo que acabou com tudo :(
    Para que a Motorola possa voltar ao auge na Linha G ela deveria pensar no C/B, na quantidade de variantes e no Design,apostando algo único na linha pois, todos os Moto's atualmente seguem os moldes da Linha Z e na 6a Geração não será diferente.

    Moto G7 32GB/3GB por +/- R$900
    Moto G7 64GB/4GB por +/- R$1200
    Ambos com SD63X

    Assim R$1300-2000 daria espaço para a Linha X com SD6XX ou 7XX (série 700 chega neste ano)

    Além disso, poderia haver uma customização maior, um quase "Moto Maker" com diversas cores disponíveis para cada gosto.

    Conta desativadaConta desativada


  • Tive os finados razr até o D1 e D3 ( sempre gostei do visual), quando o moto G foi lançado fui até uma loja e comparei o G com o zenfone 5, acabei comprando o Asus, foi o mais próximo que cheguei de um moto G. Depois apostei nas linhas X e Z, mas confesso que só me encontrei nas importações, preços mais justos e aparelhos muito diferentes.

    CAV


    • RAZR D1 e RAZR D3 são memoráveis por causa da jornada que foi para eles receberem o Android KitKat
      Além de que só receberam 1 atualização corretiva em todo o seu ciclo de vida.


  • A Linha G sempre incomodou e vai continuar incomodando "muita gente". Que venha o G6.


    • incomoda só os inocentes ou compradores de "marca boa" do brasil né.. pq os concorrentes dele aqui só tem só bomba para pegar inocentes que não tem dinheiro para bancar custo e lucro brasil


  • Esse G6 na minha opinião vai ser top com aquele display diferente dos outros modelos da linha G, que venha para Brasil!!!!!


  • Quero um aparelho que funcione, não importa se tenha o chamado Android puro ou não que pra mim é marketing.


  • Tive um G3, excelente aparelho, que passei para meu filho e está bem até hj.. comprei um G4 e ooooo arrependimento, vendi a preço de banana na feira, mas teimoso, comprei um X4 e pelo preço está me servindo muito bem, apesar de inicialmente esperar mais dele, realmente os chineses perderam a mão.. mas acertaram com o Z e X.. espero que o G6 mude a situação atual da marca..


  • Tenho um Moto G1 que já está nos seus últimos suspiros (tela azul de tanta queda que já levou) e meu maior medo é pegar um desses Moto G da Lenovo e acabar com uma bomba pelos próximos 4 anos.
    Me senti atraído pelo G6 Plus com aquele display (Se vier com 6GB de Ram,64G de Memória e 3200mh de bateria vai ser muito monstrinho) mas o design e qualidade duvidosos dos G4 e G5 me preocupam.


  • Já fui fã boy da linha Moto G! Troquei por XIAOMI Mi A1, pelos mesmos motivos que gostava da linha Moto, Android Puro, atualizações constantes, e custo benefício! Não me arrependo nem momento, estou extremamente satisfeito! RIP Moto G by Google!!!


  • Lenovo pra mim... já era ... não importa qual aparelho


  • Bem, a Lenovo vem cometendo alguns erros em relação a linha G. Claro, isso é justificável pois a Lenovo não é a Google. O 1º erro é a quantidade de versões da linha (Play, normal e plus); O 2º erro é na relação custo x benefício - a linha G era imbatível nesse quesito!; O 3º erro é a atualização de software (mais lenta e rara). O 4º erro é a qualidade dos componentes (hardware) reportada em diversas reclamações dos usuários; O 5º erro é o abandono as personalizações (quem possuiu o G de 1ª geração sabe como era legal trocar as capinhas) e para finalizar o 6º erro que é o software que cada vez mais está modificado.
    Saudades da Motorola by Google!


  • so sei q ta demorado o update do android 8.0, ja tamo em abril e nada, tenho um g5s plus


    •   40
      Conta desativada 16/04/2018 Link para o comentário

      Tá demorando bastaaaante o update para o Oreo mesmo, Moto G5 Plus não recebeu!


  • A tendência da marca Motorola é cada vez mais pulverizar e perder projeção...A administração pela Lenovo tem sido desastrosa, com a própria marca Lenovo desaparecendo na China e Ásia em geral.


  • Tive a G1. Ótimo. G2. Perfeito. G3. WOW. G4 duas vezes p garantia, todo bugado, atualização que não atualiza, GPS q não funciona, perde sinal do 4g, resumindo, uma bomba. Comprei um G5, pior. bugado de mais, bateria não segura, já foi uma vez p garantia, defeito no autofalante, no carregador, outra bomba. Desculpe Lenovo. Mas virou marca chiguelinque igual a qualquer chinês lenovo. Qualidade zero. Motorola pelo amor de Deus compre de volta a mobile!!!


  • Moto G4, o smartphone da Moto/Lenovo que deveria ser "desinventado": feio e problemático.


  • Tenho um moto G4 plus. Funciona mas não é essas coisas a tela fica sensibilizada além da bateria já não servir mais pra nada. Celular q tenho saudade é do MOTO X2.. era lindo.. super ergonômico.. era perfeito no funcionamento.. além da função "ok Google" dele funcionar nem precisar tocar e fazer coisas incríveis...bacana tmb as tarefas q vc podia fazer com ele por gestos e as informações que ele.mostrava sem vc precisar tocar nele


  •   41
    Conta desativada 15/04/2018 Link para o comentário

    Moto G 2013 (falcon, peregrine)
    XT1033 - XT1045 - Motorola by Google
    Versão limitada: Google Play Edition

    "Lembro-me da época em que migrei diretamente do RAZR i - vendido por R$1300,00 - para um Moto G 2013, o Colors Edition 16GB, o último no dia do lançamento em uma loja Colombo. Foi a melhor compra já feita por mim até hoje.*

    É o aparelho mais icônico da fabricante, que entrou para a história como o mais vendido da Motorola no planeta e deu um banho de lucro no saudoso Galaxy SIII internacional (GT-I9300), da SAMSUNG. O aparelho ainda está no gosto de muita gente, mesmo estando descontinuado.
    Quem obteve este aparelho entre 2013 e 2014, com as versões Android entre 4.3 Jelly Bean e 4.4.4 KitKat, sabe do que estou falando: foi um aparelho construído com CAPRICHO, que nunca causou problemas com questão de atualizações de software, muito menos com danos de hardware. Fazia um ótimo tempo de autonomia com 2.100mAh, entregando uma fluidez impressionante com Snapdragon 400 e 1GB de RAM.
    Calcanhar de Aquiles: a falta de uma slot para microSD (corrigida no modelo LTE) e as câmeras, não muito bem acabadas, porém, nada mais justo que o preço praticado:

    R$699,00 - XT1032 8GB
    R$799,00 - XT1033 Colors Edition 16GB
    R$999,00 - XT1033 Music Edition 16GB
    R$999,00 - XT1034/40/45 - LTE
    US$300,00 + impostos de importação* - XT1035 - Google Play Edition

    *Dólar comercial em 2013: R$2,96±

    Foi o mimo dos desenvolvedores, amadores e avançados, com um portfólio extenso de roms, kernels, mods, updates, soaks, variedades múltiplas de capas que não cansavam a vista, resistência bruta para os mais desastrados.

    Este smartphone será sempre lembrado por mim e por muitos como o aparelho que reinventou a o termo "intermediário", trazendo custo benefício, otimização e velocidade por PREÇO JUSTO.

    Quanto aos outros modelos da série, nada a declarar.


    • Snapdragon 200?!? Era o 400. O mesmo embarcado no Zenfone Go Live e que roda muito mal na Asus. Mesmo com bateria de 3.000 mAh ele drena energia. Cerca de 4 anos depois, com o mesmo processador e bateria melhor a Asus conseguiu criar algo muito pior.

      Conta desativadaConta desativada


      •   41
        Conta desativada 16/04/2018 Link para o comentário

        Exato, SD200 é o SOC do Moto E 2013.

        Agradeço pela correção.

        Conta desativada


  • Eu hoje estou bem decepcionado com o Moto G, pois esquenta muito, trava entre outras coisas.


  • Moto G já foi grande e tinha um maravilhoso custo/beneficio. Aí, veio a Lenovo e... agora custa entre 1500 e 1800 golpinhos sem ser isso tudo de desempenho que justifique.


  • Tenho um G4 plus excelente. Espero que o G6 plus tenha um grande diferencial.
    Abreu 😀

    Conta desativada


  • Vamos ver o preço que será cobrado por esse novo Moto G6.

    Conta desativada


  • Bem tenho desde do G2 hoje estou com um G5s plus e não tenho do que reclamar um ótimo celular.

    Conta desativada


  • Os Moto G quando era fabricado pelo Google eram ótimos!
    Tenho até hoje o Moto G3 rodando Android 8.1 tranquilamente!
    É incrível como foi feito um bom trabalho nele e nos seus antecessores!


  • Comecei a usar moto g quando comprei 2 G2 um pra mim(que foi roubado) e um pra minha esposa(após mais de 2 anos de bom uso, vendemos!)troquei o meu por um G4 plus q já chegou com defeito na tela(toque fantasma) três meses pra chegar na assistência e voltar já me deixaram decepcionado,pra minha esposa comprei um G6 que após 20 dias de uso deu defeito, a assistência alegou oxidação,sendo que ela tinha muito ciúme e cuidado com o mesmo,enfim pagamos uma porcaria de aparelho, resumindo,moto g já foi bom,hoje é uma porcaria de aparelho q ainda sobrevive da fama merecida de tempos atrás,nunca mais compro nada Motorola/Lenovo 😤


  • E o que dizer do valor que vai ser o Moto G6 Plus: quase R$ 2000


  •   84
    Conta desativada 14/04/2018 Link para o comentário

    Pergunta verdadeira é será que Lenovo finalmente começou a prestar? 💁


  • Fiquei com os 35% que acreditam que foi mais ou menos e teve seu lado bom e ruim. Digo isso, porque fui um dos que compraram o primeiro Moto G e foi a minha primeira experiência com um aparelho que não dava raiva...rsrsrsrsrs...em seguida como queria mais espaço interno, parti para o Moto G2 o qual tive muito orgulho de usar, mas o tempo foi avançando e lá estava eu com a quarta geração, no caso o Moto G4 Play que discordando do que muitos falam é um ótimo aparelho até hoje!!! Mas voltando a realidade: Atualmente a linha G não é mais tão significativa como antes, até porque os tempos mudaram.


  •   40
    Conta desativada 14/04/2018 Link para o comentário

    Cadê o Deivis?


  • *Celular de verdade (que eu gostaria de comprar) é o Oukitel K10000 Max!!!! Bateria de 10000mha, gorila glass 4, carcaça a prova d'água e anti impacto!!!!! E hardware de top de linha!!!!*

    Eu tive um G4 play. Que lixo de celular! Na época queria muito trocar por um moto g2 que alem de ser melhor, tinha os melhores alto falantes da categoria! Agora tenho um moto g5s e não há do que reclamar. Bateria muito durável, não trava e só esquenta quando jogo gta sa por muito tempo. Uso ele o dia todo sem lags, travamentos, reinicialização e roda qualquer coisa sem problema. Coisa ruim dos moto g é isso que foi falado de ser lançado um novo modelo a cada trimestre. Isso mata o celular! Ficam obsoletos rapidamente e perdem valor de revenda muito depressa. Pior ainda por serem intermediarios! Quando sai versão nova deixam de custar 900 reais para custar 600 pois os modelos lançados custam cerca de 1000... Enfim. Acredito que mesmo assim meu 5s vai durar muito tempo rodando tudo que preciso e varias gerações de jogos novos (gosto muito de jogar no Android). A lenovo tá mandando bem mas a Google é incomparável. Gostava mesmo quando a motorola era da motorola. :/ #saudades... #nunca compro os samsung pq tem uma tela maravilhosa e bateria ridícula! Moto g sempre tem tela de boa qualidade (mesmo sendo um pouco inferior) mas sempre dura muito mais com a carga da bateria e a construção fisica dos motorola sempre sao superiores. LG nem entra na briga... Tela ruim, bateria padrao mas sao frageis e nao rodam o sistema com agilidade como motorola.


  • Já foi uma lenda... Tenho todos até hoje, so vai ladeira abaixo. Lixonovo não sabe fazer nada que preste


  • Mito G já deixou de mitar


  • Falando sério. O Moto G3 é um celular ruim. Muito pouca memória RAM (1Gb) e memória de usuário enorme, porém com péssimo gerenciamento e um processador lento e muito quente. Tanto é assim que não é possível rodar de forma consistente qualquer Android acima da versão 5. Com o 6 é miseravelmente quente, lento e consumidor de bateria. A quinta geração, antes do upgrade S tinha os mesmos problemas porém.... Tenho um 5 S Plus, nada a reclamar. Desempenho de Moto X primeira geração. Gerenciamento de memória melhor que o atual Moto X. Só não entendo para que serve a segunda camera principal. Não tem função alguma.
    Único ponto ruim, só Deus sabe quando será o upgrade do SO. A Lenovo é como a Samsung nos intermediários, não quer saber de nada. A política de obsolescência é clara e franca. Nasce com um SO, morre com ele.


  • O mercado está em.constante evolução , a concorrência acordou ,mais a falta de novidades , mais a falta de um real custo benefício que havia no.passado quando do lançamento do G1, diminuiu em.muito o impacto de lançamento de novos motos G by lenovo


  • G5SP nada de Oreo e já vem mais um moto g


  • Depois que desisti do Lumia 930 minha melhor adaptação ao Android foi com o Moto G3. Pensa numa pegada que não existe mais. Celular ótimo. Hoje tenho o MiA1 como celular principal é o Moto G5 para o trabalho e achei essa nova geração incompleta, parece que falta algo.


  • O primeiro Moto G que tive era o G3 e depois pulei para G4 e hoje tenho um G5S , Mas tenho saudades do Moto G3 16gig , para mim a adaptação com o moderno Moto G5 não tem sido muito boa , não gostei pois eu precisando é sempre usei 2 Chips ele informa que é Dual Chip Mas se você não usar o cartão de memória , e eu uso e preciso de muita memória aí comprei o aparelho fui verificar ele vem com um sloot ou gaveta que não assume os três itens só isto me entristeceu tenho vontade de voltar a comprar Moto G3 , sou fâ e usuário só Motorola


    •   40
      Conta desativada 14/04/2018 Link para o comentário

      O Moto G5 não é híbrido, o slot híbrido só veio com os Moto G5S e G5S Plus!
      Atualização: Você corrigiu o post e colocou Moto G5S


    • Mano o moto G5 Plus da pra usar os dois Chips mais o cartão de memória juntos já o moto G5 não.


  • Aquele sucesso que a Google teve em 2013 com o Moto G nunca será obtido pela Lenovo. #Afirmação

    Conta desativada


  • Tive o Razr D3, que foi o precursor do G1 e posso dizer que o beta tester do conceito Android "puro" e apesar da baixa qualidade do materil até que me serviu bem.
    Depois passei pelo G2, G3 Turbo e agora estou com o G5 Plus... Sendo beeem sincero não vejo taaaaanta diferença assim na tal "pureza" desde o D3...
    No meu ponto de vista, atualmente só vale a pena adquirir, falando da linha Moto G, as versões Turbo ou Plus de preferência em promoções se tiver paciência ou como trazer de fora eu optaria por um Xiaomi ou One+. Eu gostava muuuuito do G3 Turbo que fazia exatamente o mesmo que esse faz, o problema é que a bateria muuuuito limitada, característica nos Moto G, simplesmente estava morrendo, mas o poder de processamento dele ainda era ótimo.
    Com relação à sistemas, os Androids originais dos aparelhos (Stock ROM) não costumam entregar o máximo mesmo, por isso só espero acabar a garantia e troco por uma Custom ROM é beeeeem melhor, uma diferença gritante! Definitivamente parece outro aparelho sobretudo se ficar mais de um ano de uso. Sou fã da Ressurection Remix é uma ROM (Android), muito bonita, personalizável e pridutiva mesmo sendo bem enxuta (nesse conceito lembra bastante um XFCE bem configurado: bonito, muito customizavel, produtivo e leve. Pra quem gosta de Linux, a sensação é quaaase como a de sair do ambiente do Windows, para um KDE personalizado para te atender).


    •   40
      Conta desativada 14/04/2018 Link para o comentário

      Você tem um G5 Plus? Eu também tenho um G5 Plus!


      • Tenho sim...
        É um bom aparelho, peguei numa promoção de fim de ano.
        E nem entendo esse saudosismo da galera por conta da Google, porquê o aparelho só tem melhorado a construção e o sistema continua praticamente igual....
        Não preço também continua bem parecido, só foi beeem mais em conta o G1 que era da Motorola... Quando já era Google e saiu o o G2 já teve aumento no preço sem ter alterações significativas que justificassem o aumento.... Sem falar que até o G3 a linha tinha um desenho ¬¬ muito feio parecia um celular descartável todo cheio de plástico, agora com a Lenovo que ganhou ares de sofisticação....
        E alguns problemas que são desde o D3 continuam, celular relativamente pesado e espessura grande se comparado aos Samsung por exemplo ( e olha que não gosto de Samsung, mas tenho que reconhecer essas características), sem falar no problema de super aquecimento em uso mais intenso ou o problema de não poder zerar a bateria, ou a vida útil da bateria ser pífio... Pra mim são coisas muito mais importantes que esse saudosismo todo aí...


      •   40
        Conta desativada 15/04/2018 Link para o comentário

        Sistema praticamente igual? Não concordo em partes, não tem mais atualizações rápidas e na era do Google não tinha aquele Widget que tem a hora(quando colocaram aquele widget no Moto G4 era feio, melhoraram com o G5[Minha opinião, a opinião pode variar])
        Segundo, o G2 tinha auto-falante estéreo, por isso aumentaram o preço, mas de 800 reais para 1.000, aumentaram 200 reais, porque razão você disse preços quase iguais?
        Terceiro, aí tenho que concordar, a vida útil da bateria é muito curta mesmo, tinha um Moto G3 e com 15% ele desligava automaticamente(não deixava zerar a bateria)!


      • Jovem releia meu comentário.
        Eu disse que o SISTEMA continua praticamente igual, um widget não muda em NADA as características do sistema, sobretudo algo tão simples de ser removido da tela, mais fácil até que trocar o papel de parede.
        Cara você acha mesmo justo um aumento de 200 reais só por causa de um autofalante,na época foi um salto porquê o D3 já tinha praticamente as mesmas coisas que o G2 como câmera de 8mp e entrada para cartão, enfim. Imagina o mesmo moto G5 plus um custa 800 e o outro 1000, apenas pelo autofalante não se justifica isso é o marketing para justificar a alta provocado muito pelo enorme sucesso do G1 (e sinceramente nem vou entrar no mérito se o som stereo já estava nos projetos da Motorola ou se a Google que trouxe, pq não tenho esse dado que pra mim é secundário e irrelevante).
        Sobre os preços estarem bem parecidos, foi no sentido deles continuarem com a mesma política de aumento mantendo aí um custo benefício um pouco melhor que os concorrentes, diferente do G1 que tinha um custo benefício beeem melhor como reitera a matéria. Inclusive o D3 quando foi lançado, apesar da má qualidade do material, tinha um ótimo custo benefício era o ÚNICO dualsim com dual core, ótima câmera de 8MP na época o concorrente mais próximo era o Galaxy Gran Duos que era bem inferior e custava quase o dobro( era single core, tela maior e menos densidade, menos memória e câmera inferior além do sistema poluído da Samsung tudo isso custando 1300. Daí você analisa o mercado quanto custava um Galaxy S na época e custa hoje, um IPhone daí tem que levar em consideração flutuações do mercado e do câmbio vemos que o aumento foi até "pouco" comparando com o mercado (TUDO subiu) e é claro com a demanda pela linha Moto que também aumentou o que naturalmente eleva o preço...
        Mesmo com tudo subindo eu ainda paguei 800 nesse G5 plus, olha só o mesmo do G2!
        Diante disso reitero: não sinto saudades NENHUMA da Google, até acho que ela ficou pouco tempo com marca e ou interfiriu pouco para sentirmos tanta diferença assim, exceto pelas atualizações que não sinto falta, e não sei se você se refere à atualização de OS ou atualizações rotineiras. Atualização de OS até prefiro que não venha pq a cada atualização da Stock ROM aumenta muito o tamanho ocupado e o consumo também, dos recursos escassos como RAM sobretudo nas versões Play que a cada atualização o aparelho ficava uma carroça (fiz a atualização no G2 que sofreu pra empurrar o novo Android, não consegui ficar uma semana com o sistema novo). Do que adianta atualizar se o hardware não aguenta?! Prefiro infinitamente instalar uma Custom ROM menor,atualizada, com atualizações quase diárias, muuuuito mais leve e customizavel que o Android (que é um Linux) de fábrica. Mas entendo que nem todos tem tempo ou conhecimento para fazer isso... Então por isso sempre recomendo comprar as versões PLUS/Turbo.


      •   40
        Conta desativada 16/04/2018 Link para o comentário

        Quando disse "Atualizações rápidas" quis dizer atualizações de SO! Mas tem alguns pontos alterados, aquele fundo transparente na gaveta de apps, a Lenovo que colocou aquilo e o efeito Blur ao trocar de página na tela inicial!
        Segundo, o G5 Plus foi lançado por 1.500 reais!
        Terceiro, o Moto G2 teve uma mudança a mais além do auto-falante, as câmeras subiram de resolução, a câmera principal foi para 8 MP e a câmera frontal foi para 2 MP!


      • Antes de mais nada, não confunda alhos com bugalhos. O G2 deve ser comparado ao G Play, as versões "Turbo" e "Plus" concorrem em categorias diferentes (quase como comparar o Galaxy S3 com o Galaxy S mini WTF).

        Segundo, o preço de lançamento do G2 foi de 850 e o G5 Play 1000 (são 3 gerações de diferença brother e um aumento de 150 reais mesmo levando em consideração a crise e o fim dos incentivos fiscais/desconto em impostos. dá uma pesquisada rápida nas altas de entre três gerações em aparelhos como Galaxy S).
        Realmente sempre tiveram algumas pequenas mudanças do G1 para o G2, assim como do G2 para o G3 e sucessivamente. No mais o hardware do G1 e do G2 são exatamente iguais (CPU, RAM e bateria pra mim é a atualização mais importantes que justificariam a troca por um novo modelo) e a resolução da tela do G2 é inferior á do G1. Isso são mudanças secundárias, eu critico as mudanças mais importantes, para por exemplo poder receber as atualizações. E essas pequenas mudanças ocorrem sempre a cada novo lançamento é o minimo esperado.

        Atualizações rápidas, ok realmente o G2 teve att de OS, no entanto como o hardware ainda era o mesmo ele não aguentava rodar liso o OS novo ou os novos OS vinham com o proposito de deixar o aparelho lento, porquê era isso que acontecia quando se atualizava ficava lento (mesmo com SO recém instalado), ocupava muito espaço interno e aumentava o consumo de bateria.... Apesar de ser legal ter um software mais atual, tem esses pesares é preciso reconhecer as "falhas", não só os acertos.
        Pow você ainda está insistindo em coisas tão insignificantes para justificar "saudades da Google", coisas que pouca gente nota tipo esse "blur". Sério que vc vai reclamar que o fundo da gaveta transparente é ruim? Cara, isso são detalhes da interface que evoluem e mudam naturalmente e repito são apenas alguns detalhes/efeitos que NÃO MUDAM O SISTEMA, daqui a pouco vai reclamar que os ícones estão muito coloridos também e que é culpa da Lenovo estragando o SISTEMA.

        No mais, insisto a usabilidade continua a mesma, bem como o preço relativo desde o G2. E insisto também que não vejo vantagem em adquirir as versões Play.
        Agora se você gosta de atualizações constantes, de um sistema customizável, bonito, beeem mais leve , fluido e cheio de efeitos super recomendo que instale uma custom ROM (Sou fã da Ressurection remix), o aparelho fica outro, difícil voltar para a Stock ROM depois de experimentar uma Custom especialmente se o aparelho começou a dar sinais de lentidão.

        Abraço brother foi bom trocar ideias com você!


  • Quando abandonei o Windows Phone, após muita pesquisa, optei pela Motorola como minha nova fornecedora de smartphones.
    Tive o Moto Maxx, X Force, Moto Z e Z2 Force como aparelhos principais.
    Sempre mantenho um aparelho secundário (atualmente possui um Lenovo Vibe K5) e já tive o Moto G1, E2, G3 e G5 Plus (todos de segunda mão para brincar com ROMs).
    Não acredito que o problema esteja na linha G em si, mas as demais fabricantes perceberam que essa é uma fatia do mercado que rende muito devido a grande quantidade de consumidores.
    Os primeiros aparelhos da linha G, quando lançados, não possuíam concorrentes de peso dessa faixa, diferentemente do que acontece hoje. Talvez isso explique a "diminuição da relevância" e a maior quantidade de variantes da linha Moto G.


  •   40
    Conta desativada 14/04/2018 Link para o comentário

    Saudades quando a Motorola era do Google!


  • Ótima matéria Emily!
    Tive G1, G3, G4, G5, X e X2, e sempre tive a certeza que a Google caprichou quando era dona da Motorola.
    Já gostei bastante do Android quase puro da Motorola, que com a Lenovo tem mudado, mas hoje prefiro uma interface customizada e com mais recursos!

    AgnaldoConta desativadaConta desativadaPedro


  • Sendo bem honesto, nunca tive um Moto G. Mas segundo relatos de amigos e até mesmo pelos reviews, o apelo de cxb excelente e qualidade acima da média acabou no Moto G3. Depois q a Lenovo colocou as mãos na linha, ela acabou.

    Conta desativada


  • não é mesmo aquela Brastemp..... saudades de quando era do Google e Android Puro


  • O Z2 play então... uma bosta


    •   40
      Conta desativada 14/04/2018 Link para o comentário

      Mas a matéria está falando do Moto G não do Moto Z!


  • Até tô de olho no G6 Play

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.