Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

4 min para ler 62 Comentários

Synaptics anuncia primeiro sensor de impressão digital na tela

A Synaptics é uma das principais empresas em tecnologia biométrica e eles acabaram de anunciar um enorme avanço: sensores de impressão digital na tela para autenticação pessoal. Denominado “Clear ID FS9500”, esse novo sensor é desenhado para esses smartphones com telas sem moldura, e oferece uma autenticação biométrica sob demanda no próprio painel de exibição.

Depois de todo o burburinho a respeito dessa tecnologia em 2017, durante o qual houve rumores de que ela seria incluída no Galaxy S8, depois no Note 8 e no iPhone X. Mas, mais uma vez, essa promessa falhou em se materializar, mesmo com a Apple se afastando e vindo aí com o FaceID no lugar.

Mas parece que a espera finalmente acabou. A Synaptic anunciou o início de uma produção em massa para clientes que aparentemente incluem um dos top 5 smartphones produzidos esse ano.

De acordo com um analista da KGI Securities, nós teríamos que esperar até o lançamento do Galaxy Note 9 para finalmente vermos um leitor de impressões digitais capaz de se esconder na tela do smartphone, apesar do fato de que a Vivo já tenha mostrado essa tecnologia (reconhecidamente limitada) em uma ação na MWC 2017, em colaboração com a Qualcomm.

A Synaptic, uma empresa engajada na produção de trackpads, digitalizadores para tablets gráficos, diversos dispositivos biométricos e leitores de impressões digitais para smartphones, lançou um comunicado à imprensa, apresentando ao mundo seu leitor de digitais integrado, o Clear ID FS9500. Ele foi projetado especificamente para permitir que fabricantes de celulares continuem com a tendência de telas com poucas bordas, sem precisar sacrificar a comodidade de ter um leitor de digitais na parte da frente do dispositivo.

A tecnologia funciona dessa maneira em combinação com telas AMOLED: o sensor detecta a presença de um dedo na área de exibição, a tela OLED ilumina o dedo, o sensor capta uma imagem da impressão digital, que é então comparada com a imagem salva e, em caso de feedback positivo, o acesso é garantido.

O mais interessante de se notar é que o reconhecimento ocorre em apenas 7 milissegundos, tornando esse método de desbloqueio duas vezes mais rápido que o FaceID e no páreo com leitores de digitais clássicos.

in display fingerprint demo3
Tão rápido e preciso quanto os leitores de impressões digitais externos/ © Digital Trends

Além disso, a Synaptic anunciou que essa tecnologia está pronta para produção em massa, e será usada em um celular de uma das cinco maiores fabricantes de smartphones. Ainda não nos foi dada nenhuma informação sobre o que podemos esperar, mas já podemos levantar algumas hipóteses.

A primeira empresa que vem à mente é a Samsung. A coreana já poderia tirar vantagem desse inovador leitor de digitais no Galaxy S9, apesar de alguns rumores sugerindo uma direção diferente. De acordo com o que foi vazado até agora, de fato, a Samsung gostaria de voltar a usar o clássico leitor de digitais na parte de trás do celular (melhor posicionado que o do Galaxy S8 e Note 8), bem como um scanner de íris melhorado.

Pensando sobre o que se entende por “5 melhores fabricantes de smartphones”, temos que manter em mente que muitas empresas chinesas estão ranqueadas, mesmo que elas não sejam tão conhecidas no nosso mercado. Na lista acima nós temos, por exemplo, Oppo (uma empresa-irmã da OnePlus), incrivelmente popular na China.

A própria Vivo, mencionada acima, poderia ser uma possível candidata. No começo de 2018, também estamos esperando por outros produtos topo de linha lançados pela Xiaomi e Huawei. O inovador leitor de impressões digitais poderia até ser usado no próximo carro-chefe da Xiaomi.

Huawei Honor Face ID technik
Já foi mostrada como a tecnologia FaceID da Huawei funcionará/ © Winfuture

Seria uma surpresa incrível encontrar essa tecnologia no próximo smartphone da Huawei. Na verdade, a empresa já vem trabalhando em um reconhecimento facial ao estilo FaceID para o seu P11, assim como um sistema de três câmeras traseiras, de acordo com rumores. A integração de um leitor de digitais na tela, em adição a essas outras ferramentas, poderia tornar esse novo smartphone o mais interessante dispositivo do próximo ano.

Para mais pistas, só podemos esperar que a Synaptic mostre sua tecnologia em operação na CES 2018.

Estamos ansiosos para descobrir qual será a primeira fabricante a adotar essa tecnologia. Quem você acha que vai ser?


*Artigo feito em parceria com Luca Zaninello, do AndroidPIT.com

Os comentários favoritos dos leitores

  • Jairo rios 12/12/2017

    Quem diria , parece que em 2018 a disputa será entre desbloqueio facial e desbloqueio biométrico na tela ,creio que será uma das empresas da gigante BBK Electronics , controladora da Oppo , Vivo e One Plus que será a primeira a utilizar .

  •   85
    Conta desativada 12/12/2017

    Essa nao é a mesma empresa q poem keylogger nos touchpad dos notebooks da Lenovo HP e afins ?????? eu nao confio é nada nela ..

    https://tecnoblog.net/229643/hp-laptops-keylogger-driver-synaptics/

  •   48
    Conta desativada 12/12/2017

    Basta saber com o uso contínuo, como ficará a tela na região da biometria... No smartphone da vivo ele criava um campo de visualização diferente do restante da tela... Prefiro aguardar pois não é tão fácil assim implementar essa tecnologia.. Como os pixels vão se comportar na região da digital?!... Essas placas de digitalização sob a tela ocupam espaço, quem vai dançar nessa? Advinha? Nossa querida bateria...

  • Sidney 12/12/2017

    O melhor reconhecimento que tem é o da digital. Tanto o de iris como o reconhecimento facial necessitam que você coloque o aparelho na frente do seu rosto, o que não é possível muitas vezes. O digital não necessita de nenhum posicionamento específico do aparelho. Sem dúvida é o que eu prefiro.

  •   85
    Conta desativada 12/12/2017

    Melhor reconhecimento sim agora o mais seguro é o pin de longe

62 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados