O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
3 min para ler 102 Compartilhado 47 Comentários

A explosão de vendas no Google Play mostra como o Android cresceu mundo afora

Nesta semana, mais precisamente entre quarta (18/5) e sexta (20/5), teremos o I/O, a conferência de desenvolvedores do Google, onde são feitos diversos anúncios sobre novos produtos da “Big G”, incluindo aí atualizações do Android e novas tecnologias. E, claro, o Google Play também deve entrar na pauta, principalmente com a divulgação de números da loja de apps. 

E uma das bases para isso pode ser o último relatório da App Annie, consultoria especializada no mercado de aplicativos. Segundo o documento, de 2012 para cá, a receita gerada pela venda de aplicativos no Google Play cresceu 35x, puxada principalmente pelos países asiáticos, como Japão, China e Coreia do Sul.

Além disso, o número de downloads feito na loja de apps do Google cresceu 4x, sempre puxado, principalmente, pelos mercados emergentes, em nações como Índia, Vietnã e Paquistão.  

APPANIECRESCIMENTO
Crescimento de download e receita no Google Play é considerável/ © App Annie

Jogos “sustentam” o Google Play

Os jogos são os grandes responsáveis pelos lucros do Google Play. Segundo o relatório do App Annie, eles representam 40% dos downloads, mas respondem por quase 90% do total de receitas da loja. Além disso, enquanto os downloads estão mais espalhados mundo afora, as vendas de conteúdos estão mais concentradas no Japão, Coreia do Sul e EUA. 

Fora dessa categoria, os responsáveis pela outra fatia dos lucros do Google Play são os aplicativos de comunicação (messengers), redes sociais e utilitários. 

APPANIECRESCIMENTOAPPS
Messengers são os apps que mais geram receitas, além dos jogos/ © App Annie

O documento aponta ainda quais são os jogos mais baixados em todos os tempos no Google Play, com amplo domínio dos chamados casual games. Subway Surfers surpreende e chega em primeiro, a frente do até então favorito Candy Crush Saga, que ficou em segundo.

A medalha de bronze fica com o sempre popular Pou e, outros títulos bastante populares, como Angry Birds, Fruit Ninja e Clash of Clans (único que não pertence à categoria dos casual games) ocupam apenas a oitava, nona e décima posições, respectivamente. 

APPANIEGAMES
Casual games dominam o ranking/ © App Annie

Facebook domina a relação dos apps mais baixados em todos os tempos no Google Play

Já no ranking de aplicativos mais baixados de todos os tempos no Google Play, também não há surpresas: o Facebook domina a relação com as quatro primeiras colocações, nessa ordem: Facebook, WhatsApp, Facebook Messenger e Instagram. 

APPSMAISBAIXADOSEMTODOSOSTEMPOS
Facebook reina absoluto / © App Annie

Já entre os apps que lideram a geração de receitas, a empresa de Mark Zuckerberg sequer  aparece no ranking, com os asiáticos dominando a relação. Os produtos da linha de apps Line, do Japão, mostram-se os mais lucrativos, ocupando as três primeiras posições. Aliás, os aplicativos japoneses mostram-se muito bons na geração de receita, com seis deles ocupando as dez primeiras colocações, conforme gráfico abaixo.

APPSQUEGERAMMAISRECEITA
Os asiáticos são os que proporcionam maior receita para os apps / © App Annie

No final, mesmo que o Google Play não se mostre tão lucrativo quanto o iTunes Store, o crescimento escalonável do Android pode fazer com que as receitas geradas pela venda de apps e games -  e conteúdos dentro dos mesmos –ultrapasse a loja da Apple em pouco tempo. O desafio maior é achar formas de lucrar mais na Europa e mercados emergentes, saindo um pouco dos países-chave, como Japão, Coreia do Sul, China e EUA.

Aliás, se quiser visualizar o relatório completo da App Annie, clique neste link (em inglês).

E você costuma pagar por apps e games para o seu Android? 

Os comentários favoritos dos leitores

  • Jairo rios há 8 meses

    Com a facilidade atual em realizar pagamentos quando de compra de apps , considero sacanagem baixar apks de origem duvidosa em lojas paralelas , totalmente desnecessário.

  • Andreu Vasconcelos há 8 meses

    Se o app for bom ñ não penso 2x em comprar a versão paga. Tem q incentivar os desenvolvedores. Desde que tb ñ queira cobrar um absurdo, sempre mantendo a lógica.

  • Josival Sousa há 8 meses

    Hoje em dia ficou muito fácil adquirir conteúdo pago da Play Store, o acesso aos GiftCard e as Recargas Google Play estão mais fáceis (maioria das máquinas de recarga de celular disponibiliza o serviço). E mesmo quando o App (jogos, na maioria) é descrito como gratuito, sempre tem um "algo mais" que para adquirir é preciso desembolsar alguns trocados. Até aí tudo certo, o ruim mesmo é a pirataria. Na Play Store existem ótimos Apps a preço de "dinheiro de pinga" , mas tem gente que prefere piratear, mesmo com todas as facilidades que a Google disponibilizou para se ter o App (pago) da maneira correta.

  • Steven Oliver há 8 meses

    Dá até arrepio saber que um dos apps mais baixados é o Facebook. Depois o povo reclama que o Android trava. Eles baixam essas coisas e reclamam colocando a culpa no SO.

  • Steven Oliver há 8 meses

    Penso exatamente assim. Não tem porque usar apps piratas hoje em dia.

47 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi