O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
5 min para ler 487 Compartilhado 86 Comentários

As cinco maiores ameaças ao Android

Nossa admiração pelo Android ocasionalmente nos faz esquecer as suas falhas, que geralmente não são benéficas ao sistema. Essas brechas podem criar margens aos concorrentes, que aproveitam para aperfeiçoar determinado problema em suas plataformas ou explorar os pontos críticos do sistema, a fim de superar o Android. Listamos as cinco maiores ameaças enfrentadas pelo Android atualmente.

O LG G6 é o smartphone mais legal de 2017.
O que você acha?
50
50
317 participantes

Ramificação

Inicialmente o maior triunfo do Google foi disponibilizar um sistema de código aberto, responsável por atrair a atenção de diversas fabricantes, e permitiu ao Big G alavancar seus aplicativos e serviços como condição para o uso do Android. Com a expansão do sistema, o nível de ramificações ultrapassou todas as barreiras possíveis, gerando uma concorrência direta ao sistema ocasionada pelo próprio Android.

As ROMs personalizadas, como a CyanogenMod, estão crescendo ao ponto de desafiar o domínio do Android. Empresas como a Amazon, conseguem embarcar lojas proprietárias que funcionam dentro do Android, e oferecem promoções e descontos ainda mais atrativos do que a Play Store. A código aberto foi originalmente uma excelente ideia, mas atualmente a ramificação oferece uma ameaça ao sistema do Google.

AndroidPIT Nexus5 CyanogenMod Boot
CyanogenMod é uma ROM derivada do Android.  / © AndroidPIT

Fragmentação

Ao conceder o direito das fabricantes de modificar o Android de qualquer maneira, o Google expôs o problema da fragmentação do sistema mundialmente. Bilhões de dispositivos Android rodam com versões diferentes, chegando ao ponto de apenas 10% dos modelos atuais possuírem a versão mais recente do sistema.

Além disso, as interfaces proprietárias viraram meios de acordos comerciais e parcerias entre fabricantes e empresas desenvolvedoras de software. O resultado desses acordos são sentidos pelos usuários do sistema através de aplicativos pré-embarcados, conhecido também pelo nome de bloatware, e uma série de recursos duvidosos que "diferenciam" os dispositivos Android do mercado. Essas modificações têm impacto direto no processo de atualização de software.

Isto significa que a grande maioria dos usuários do Android não possuem o software mais recente, pacotes ou recursos de segurança essenciais, que só podem ser obtidos em dispositivos mais recentes. Até mesmo os modelos top de linha de diversas fabricantes não recebem as atualizações em tempo hábil. 

android teaser
Fragmentação das versões do Android é um problema ao sistema. / © ANDROIDPIT

Plataformas concorrentes

O Google também precisa enfrentar a concorrência de rivais, como as plataformas iOS e Windows Phone. A BlackBerry se encolheu significativamente, enquanto o  Windows ainda não é um caminho viável, mas o sistema operacional da Apple continua sendo a maior ameaça para o Android.

Apesar do Android ser o sistema móvel mais popular do mundo, grande parte desse mérito se deve à enorme diversidade de dispositivos. Nos últimos tempos, a Apple tem alegado que grande parte dos usuários de dispositivos Android estão migrando para a sua plataforma de maneira expressiva. A concorrência gerada entre as duas plataformas é grande, no entanto, a Apple consegue competir junto com o Google com apenas 5 dispositivos em toda a sua linha de smartphones.

Motorola Moto G Nokia Lumia 630 UI
Windows Phone é um sistema concorrente do Android. / © ANDROIDPIT

Rentabilidade

Outro fator determinante para o sucesso do Android é o investimento em dispositivos de baixo custo. O valor médio de um iPhone chega ser até três vezes o preço de um dispositivo Android intermediário. Enquanto esse investimento contribui para o sucesso da plataforma, o fundo rentável do Android não tem obtido o mesmo êxito.

Apesar do crescimento contínuo no mercado, em 2014 o Android assistiu a uma queda de 44% em lucros obtidos a partir da plataforma (enquanto o iOS subiu 31%). Mesmo os dispositivos Android com valor mais alto, como o Galaxy S6 Edge, entregam margens de lucro relativamente menores. Além disso, o Google obtém 75% de sua receita gerada a partir de anúncios através das buscas móveis realizadas no iOS, e não no Android. A Play Store pode estar se tornando mais rentável, mas o sistema Android ainda não é muito bom para gerar receita.

guthaben aufladen eric nexus 4 datenverbrauch
O Android não é o sistema ideal para gerar receita. / © ANDROIDPIT

Movimentos anti-Google

A China é o país com o crescimento mais acelerado no mundo em termos de smartphones. O problema do Android para este mercado é a proibição governamental no país para serviços do Google. O êxito obtido na China está momentaneamente reservado as fabricantes regionais, como Xiaomi, Huawei e Lenovo, que não dependem totalmente dos aplicativos e serviços do Google.

Mediante este cenário, as versões ramificadas do Android acabam sendo mais procuradas, cerca de 40% dos dispositivos Android comercializados em 2014 eram embarcados com versões ramificadas do sistema. Versões ramificadas, como mencionamos acima, não dependem dos serviços e aplicativos do Google, e sua popularidade está aumentando fortemente. 

O movimento "anti-Google" é aquele que enxerga o gigante das buscas como monopolizador do atual cenário móvel. A Comissão da União Europeia está investigado o Google por violações antitruste, a Cyanogen Inc levantou mais de 100 milhões de dólares em parceria com a Microsoft para produzir versões que não dependam do Google, Android chineses ramificados estão cada vez mais populares, e a Apple está angariando os usuários do Android.

Seja qual for a razão para esse movimento anti-Google, sua simples existência alavanca milhões de usuários para as versões ramificadas do Android ou para o iOS da Apple. Como o Android resistirá com o passar do tempo ainda é uma incógnita. Mas da mesma forma como o Android cresceu e se tornou popular, o número de ameaças que o sistema enfrenta tem crescido na mesma proporção.

Na sua opinião qual é a maior ameaça ao Android? Como você enxerga o futuro do sistema operacional do Google? Deixe-nos saber sua opinião nos comentários abaixo.

Artigo feito em parceria com Kris Carlon do AndrodiPIT.com.

Os comentários favoritos dos leitores

  • Marcos Rios👊 30/mai/2015

    Só eu que não vejo vantagem em trocar o Android pelo IOS?'-'

  • Deco Portella 31/mai/2015

    Acho a Microsoft e a Apple são as maiores inimigas do Android, porém atacam de forma diferente, o que é ainda mais perigoso.

    Com o aumento no valor dos aparelhos top de linha com Android, cada vez eles estão mais próximos dos preços dos iPhones, e em países em que ele não custa absurdos como o nosso o iOS tem arrematado mais e mais usuários de aparelhos tops. O fato é que o iOS não sofre de nenhum dos pontos citados acima, tendo uma politica de atualização impecável. Um cara que teve seu aparelho lançado no ano passado e se vê mofando pra receber a nova versão com a incerteza de se vai receber um ainda mais nova fica obviamente tentado a usar os aparelhos de uma marca em que um aparelho de 2011 recebe atualizações até 2015! Sem contar que apesar do hardware está atrás em números, isso não é refletido na prática. O iPhone 6 com 1 GB de ram, Processador dual core e câmera de 8mpx só veio ser alcançado (e não superado) agora por um Galaxy S6 com 3 GB, Processador Octa core e uma câmera de 16mpx. Dá pra entender a disparidade entre os sistemas não? Porém é só esse segmento que ela oferece risco. A Apple não tem plano algum de se colocar em um segmento de baixo custo e a mais barata de suas linhas (a C) chega a preço de concorrer com alguns tops mais acessíveis como os da Motorola, Xiaomi e uns aparelhos com acabamento top e snap 6xx.

    Já o Windows Phone ataca pela outra polaridade. Trazendo aparelhos cada vez mais baratos (Um Lumia 532 com o hardware igual ao Moto E de primeira geração lançado por 399, quando o mesmo chegou por 599, por exemplo, ou até mesmo o Lumia 730 com o Hardware superior ao moto g de segunda geração custando 649 e sendo encontrado por até 499) e com um desempenho que não pode ser alcançado por aparelhos com o mesmo poder no android. Só como exemplo, o Moto G2, L Prime, L90, Xperia E2, Galaxy A5, Moto E2 e outros dispositivos rodando com um Snapdragon 400/410 não são capazes de executar o GTA San Andreas e alguns outros apps com fluídez, sendo necessário os 2GB do Zenfone 5 para tal feito. Porém, aparelhos extremamente mais fracos como o Lumia 435 (Snap 200 dual core + 1 gb de ram) com windows phone conseguem rodar o mesmo game LISO. Vou até mais longe, o aparelho mais fraco da linha desde o windows phone 8, o Lumia 520, com um processador de 2012, dual core 1ghz e 512 de ram roda ASPHALT 8 sem lags e travamentos.Isso se estende aos intermediários, eu mesmo possuo um Moto G2 e um Lumia 730 e posso afirmar que o Moto G2 perde feio em todos os quesitos possíveis. O desempenho alcançado pelos aparelhos intermediários e de entrada com o windows phone não pode ser equiparado pelo poder que o android tem e isso tem chamado cada vez mais atenção dos usuários que não se ligam tanto nas features, ou que não entendem muito de sistemas, sendo possível ver o resultado em países emergentes como o nosso (onde o windows phone já ultrapassou o iOS e é o segundo mais usado) e diversos outros. Nesse ritmo, ainda que seja bem pouco o windows phone só cresce constantemente nem que 0.2% de participação no mercado ao mês.

    Dito tudo isso, verificamos qual onde o Windows Phone peca: em apps e interface. Porém esses dois pontos já estão sendo ressolvidos. O Windows 10 (versão que sai em setembro) está em beta e a cada atualização do preview ele fica mais próximo da interface para desktop (que é muito linda, diga-se de passagem). Quanto aos apps, para os desavisados a microsoft adicionou recursos ao SDK do Windows onde é possível que o desenvolvedor poderá portar o aplicativo feito em Java,C++ (linguagens do android) e Objective C (do iOS) para a C# (Windows) sem trabalho e sem gastar recursos, substituindo os serviços da Google e Apple automaticamente pelos da Microsoft (google maps pelo bing maps, gmail pelo outlook, google drive pelo onedrive, docs pelo office, hangouts pelo skype e cia) e ainda possibilitando incluir as features do windows (live tiles, integração com a cortana por exemplo). Ou seja, se eles não vão gastar muito,, e nem ter que perder tempo re-escrevendo o codigo, porque não por lá, só pra ver o que vai dar? e isso tem dado frutos. Com menos de 1 mês desse projeto, já foram portados mais de 50 apps e games populares como Candy Crush, Dead Trigger 2, Overkill 3, Plangue Inc. e cia.

    Ainda assim tem mais. A Microsoft está infestando o Android com os serviços dela. Até a Cortana vem pro Android. Porém, a intenção não é fazer um campo seguro no Android e sim diminuir a relevância dos serviços da Google. Com muitos apps no windows phone, uma boa interface, o que prenderá os usuários no android? Os serviços da Google. Porém se ela trás pro Android vantagens ao usar o Outlook ao invés do Gmail, o Onedrive ao invés do Google Drive, O OneNote ao invés do Google Keep, O Xbox Music ao invés do Google Play Music, o Skype ao invés do Hangouts e até mesmo a Cortana ao invés do Google Now ela pode arrematar os usuários desses serviços em seu aproprio território. Logo, se você usa os serviços da Microsoft, porque não usar o sistema dela, onde a integração entre eles é muito maior e inclusive, eles tem integração com o Hardware e Software? Isso é um plano muito maligno, a longo prazo e que tem tudo pra dar certo. E isso ainda se expande, se você notar que a Microsoft firmou parceiras com 50 empresas que utilizam Android para por seus serviços pré-intalados nos seus próximos lançamentos, incluindo nessas empresas as bem populares Samsung, LG e Sony.

    Conclusão desse super texto, que acredito que ninguém vá ler (estava sem o que fazer kkk). A Apple JÁ está tomando o lugar os tops de linha com Android pouco a pouco. Já a Microsoft está pensando a longo prazo e trazendo GRANDE perigo ao segmento de entrada e intermediário. Não sei se a Google vai cair, mas ao passo que está, em 5 anos teremos um mercado equilibrado entre essas três potências o que vai ser uma coisa MUITO boa para nós consumidores.

  • Rafael Dantas 30/mai/2015

    Matéria que nos lembra de algo importante: "algo bom" não significa "algo sem falhas".

    Também não gosto de imaginar um futuro onde só o Android seja a opção de OS móvel - atrelado aos cada vez mais serviços inteligentes do Google. Monopólio só é interessante para quem o detém.
    O Google é esperto, em certo ponto, pois sabe que seus serviços são um diferencial. Por isso integra cada vez mais todos eles ao Android e vai além, focando na "internet das coisas".
    Questões de lucratividade são importantes, sem dúvida. Mas não acho que falte retorno. Ele poderia/deveria ser maior? Sim, mas não acho que a empresa esteja perdendo grana.

    Só esqueceram de mencionar o Steve Jobs, que chamou o Android de "abominação" e disse que dedicaria sua vida a destruir esse sistema. Ops! Ele já morreu!

  • Raul Pereira 30/mai/2015

    Se o iPhone fosse acessível como vários Androids são o efeito "ostentação" que ele tem ou teve, sei lá não me importo com esse smartphone caro e atrasado, se perderia, ultimamente ele já está sendo muuuuito utilizado porque iPhone e Moto g só é oq tem, imagina se ficasse mais em conta como é em outros países, talvez com isso o povo parasse de pensar na marca e pensasse na tecnologia embarcada, acho que seria até pior para a Apple, não sei se ela lucraria tanto quanto lucra vendendo pouco e cobrando caro como faz atualmente. Ou você pensa que todo mundo na face da terra sonha em ter iPhone??? Pelo contrário, a Apple fala no número de pessoas que trocam de Android para iPhone, mas e as pessoas que trocam de iPhone para Android também e nunca mais voltam pro iOS, ela não fala dessa parte né?? MAs ela existe viu e muito, o Android mundialmente não para de crescer, se eu fosse a Apple eu me preocuparia era com a Microsoft com o novo Windows 10 Mobile e seus novos recursos...

  • Raul Pereira 30/mai/2015

    Acho que atualmente nada ameaça a soberania do Android. O Android é igual ao Windows no PC, tem gente que odeia, tem gente que xinga, mas a maioria esmagadora usa e é satisfeita e não troca, conheço pessoas que podem comprar MAcs, mas não compram porque não gostam do sistema ou preferem o Windows por terem usado durante muito tempo, é a mesma coisa com o Android, eu particularmente já tentei ir pro iOS, passei uns dias com o iPhone, mas ví tanta coisa limitada em comparação a um flagship e até alguns mids Androids que devolvi o aparelho e voltei pro robozinho verde.

86 Comentários

Escreva um comentário:
  • Eu não acho que a Apple seja uma grande ameaça, tem produtos bom e um ótimo sistema, mas com preços elevados e não alcançando as pessoas em geral, pelo menos aqui no Brasil.

  • ?

  • Site para quem gosta de android, o Windows Phone dá 10 no uso profissional.

  • Acho engraçado colocarem " windows não é um caminho viável", dai cresce e junta todos os aparelhos na contagem, ai vão falar que não vale como se Android fosse tudo isso, são trocentos aparelhos android na contagem, um pior que o outro, e se não fosse viável a google não ficaria boicotando, os apps android e IOS já estão sendo "migrados" , não vai demorar pra se ter todos os apps, serão de igual para igual, so que WP é mais leve e mais fluido, muito mais se for com hardware idêntico, sou usuário Android e mesmo puro perde e ainda é cobaia já que vem bugadaço

  • podem tirar sarro de mim hoje! mais aposto todas as minhas fichas no W10! e vcs que tirarem sarro de mim, nos veremos daqui um tempo....

  • na boa... W10 tem tudo pra ser uma ameaça! como vcs sabem, a área da tecnologia é imprevisível, de um dia para o outro tudo pode acontecer, olha quantos anos a plataforma symbiam tomou conta, quando muitos ainda nem sabiam o que estavam usando!!!

    • Diziam a mesma coisa do 8. Mataram o wp7 pois diziam que toda a unificação viria com o 8. O wp8 veio e o so não vingou. Não sei se o 10 vai vingar. O wp além de ter muitos problemas ainda, tem uma concorrência consolidada. Eu não sei quem ganhará essa briga, mas se for pra apostar eu não colocaria minhas fichas no wp.

      • O W10 já ta dando um coro no Android, pois o android tem muitas funções graças às fabricantes, a google está implementando recém agora pra não ficar pra trás, a contagem de aparelhos android é grande pois qualquer um bota Android nos seus aparelhos, W10 vai englobar muito aparelho, e apps já não são mais um argumento, instabilidade e falta de segurança ainda são no android

      • Eu usei o Nexus e não sei de que funções você está falando. Dê exemplos. Como que o W10 vai englobar muito o aparelho? Me diz um exemplo real de alguma instalabilidade e falta de segurança do Android que realmente prejudicou alguém? Quantos aos apps não tem o que argumentar. Ainda tem muito app pequeno que sai pra iOS e Android e não sai pra app. Fora que muitos devs fazem o app mas não o atualizam. O Skype mesmo tem mais função na concorrência do que no próprio SO da MS.

  • Cara, iPhone não é rentável,eu NUNCA vou comprar um, WP pra mim não tem uma grande variedade de aplicativos, Blackberry, perai ainda existe? Então o cyanogen é sim a ameaça, e outra, é o Google, cara quero ver destronarem ele.

  • Eu acredito que as pessoas não tem noção,do poder do windows phone,com Windows Phone 10 a palavra é sincronia 100% com seu computador ,notebook,tablet,outros dispositivo,teremos muitas surpresas pela frente.

    • Pergunta de um leigo. Todo o fã da plataforma fala nessa sincronia dos w10. O que isso vai fazer de inovador ou diferente do que já é feito hoje em dia?

  • Mas se não existisse Android as fabricantes teriam que ter o Windows Phone como OS, ou comprar um iPhone. Não gosto do WP nem do iOS. Seria outro mundo tecnológico. Graças a deus o Android existe!!! Obrigado Google!!!

  • O pessoal pensa que a Google ficará sentadinha e olhando... Claro que não...

  • A google não coloca "moral" na parada , até o galaxy SII tem uma rom CM12.1 - 5.1.1 !

  • Não vejo IOS como ''ameaça'' mas sim uma grande concorrente, a Google deveria se preocupar em aperfeiçoar o Android ainda mais, que conserteza continuará sendo um sucesso!
    Preocupação a Google deveria ter era com o CianogenMod, que ao meu ver é a única ameaça aqui!

  • Este dado do artigo esta correto: "Google obtém 75% de sua receita gerada a partir de anúncios através das buscas móveis realizadas no iOS"???

  • Acredito que o Google já previu que não pode se garantir a soberania extrema só com o Android, embora que eu veja que o objetivo do Android seja oferecer os produtos google e lucrar com anúncios, prevejo que a diferenciação de produtos ( Android auto e Android wear) sejam as apostas para manter o sucesso do sistema, e com certeza também oferecendo através de outras plataformas: TVs, PCs e outros com Android..

Mostrar todos os comentários
487 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi