O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
169 Compartilhado 93 Comentários

Moto G 2014 vs. Galaxy A3 - qual vale a pena comprar agora?

Se você pretende comprar um novo smartphone mas não quer gastar muito dinheiro, o mercado mobile atual oferece cada vez mais opções de qualidade. Entre elas estão o Moto G 2014 e o Galaxy A3. Descubra neste comparativo qual deles tem o melhor custo benefício e vale o seu investimento!

motorola moto g vs samsung galaxy a3
Moto G 2014 vs. Galaxy A3: qual vale a pena comprar? / © Motorola/Samsung

Moto G 2014 vs. Galaxy A3: Design

O Moto G 2014 e o Galaxy A3 são como água e vinho em termos de design. Eles não apenas diferem quanto às dimensões, mas também no que diz respeito ao acabamento, à escolha de materiais e ao projeto. De um lado, temos o Moto G 2014, maior e mais espesso do que o A3 (11 mm contra 6,9 mm). Sua tela também é maior.

A Motorola solucionou o problema da espessura conferindo ao Moto G uma ligeria forma convexa na parte traseira, que faz com que sua pegada seja mais ergonômica. Por sua vez, o Galaxy A3 aposta nas linhas retas e num design mais elegante, marcado por um acabamento de metal.

Samsung Galaxy A3 2
O Galaxy A3 tem um unibody em metal. / © ANDROIDPIT

O Moto G é um dispositivo fabricado em plástico. Sua parte traseira pode ser extraída, mas sua bateria é fixa e está inserida na placa. Ao retirar a parte traseira encontraremos as entradas para os cartões SIM e um cartão microSD. O Galaxy A3 tem um unibody de metal e, portanto, as entradas para SIM e microSD se encontram na lateral. Sua bateria também não é removível.

Motorolla Moto G review 26
O Moto G 2014 tem suas entradas embaixo da tampa. / © ANDROIDPIT

Por último, gostaria de destacar que o Moto G tem alto-falantes estéreo localizados na parte frontal do dispositivo e, portanto, o som que oferece é bem melhor do que o do Galaxy A3, que possui um alto-falante na parte traseira com qualidade mediana.

Moto G 2014 vs. Galaxy A3: Tela

Como já adiantei, a tela do Moto G 2014 é maior e possui 5 polegadas de diagonal. Por sua vez, o Galaxy A3 apresenta uma tela de 4,5 polegadas. Além disso, na minha opinião o mais marcante é a diferença nas resoluções de tela. Dessa forma, o dispositivo da Samsung tem 960 x 540 pixels, ao passo que a Motorola aposta no HD (1.280 x 720 pixels).

Sempre gosto de destacar que apenas os olhos mais exigentes notarão a diferença real de nitidez entre ambas as telas. Se é o seu caso, seguramente verá que a tela do Moto G 2014 é mais nítida do que a do Galaxy A3. Obviamente a densidade de pixels por polegada também faz a diferença: 294 ppp no Moto G 2014 e 245 ppp no Galaxy A3.

Samsung Galaxy A3 10
O Galaxy A3 pode não oferecer uma resolução de top de linha, mas as cores são bem brilhantes e vivas. / © ANDROIDPIT

A seu favor, o Galaxy A3 tem o painel Super AMOLED, garantindo as cores vivas e brilhantes características das telas Samsung. Em comparação direta, o Moto G apresenta brancos amarelados, ao passo que o Galaxy A3 oferece brancos neutros e pretos bem intensos.

Moto G 2014 vs. Galaxy A3: Software

Os dois chegaram com o Android 4.4.4 KitKat de fábrica, mas o Moto G 2014 já recebeu a atualização para o Android Lollipop. Quanto ao Galaxy A3, ainda não sabemos quando chegará seu update.

androidpit moto g lollipop teaser 2
O Moto G 2014 já recebeu o Android Lollipop. / © ANDROIDPIT

O dispositivo da Motorola não apresenta nenhuma interface própria, rodando com Android puro. Ao contrário, a Samsung não podia abrir mão de sua UI própria. Com efeito, a TouchWiz é como uma marca registrada dos seus aparelhos. A versão encontrada no A3 reduziu bastante o bloatware, e a interface ficou bem mais leve e fluida. Só foram embarcados alguns aplicativos como o Flipboard, Dropbox e os apps clássicos da Samsung, aos que se acrescentou um dedicado a temas.

Motorolla Moto G review 12
O Moto G 2014 tem Android stock com alguns aplicativos da Motorola. / © ANDROIDPIT

No outro lado da balança nos deparamos com o software simples do Moto G. Este fato faz com que a performance geral seja muito boa. No painel de aplicativos do dispositivo só encontraremos cinco aplicativos nativos: “Migração”, que nos ajuda a transferir dados do nosso smartphone anterior; “Alerta”, para avisar aos contatos em caso de problemas; “Ajuda”, basicamente um guia de instruções; “Assist”, que nos permite criar diferentes perfis de áudio; e “Connect”, para conectar o nosso smartphone ao computador e outros dispositvos.

Moto G 2014 vs. Galaxy A3: Câmera

O que no papel parece a mesma câmera na verdade guarda diferenças importantes. A câmera do Galaxy A3 tem o selo Samsung, com todas as otimizações e know-how da companhia no ramo. Deve-se destacar que a Motorola melhorou muito a câmera do Moto G nessa segunda geração, mas em comparação com o Galaxy A3, perde para o dispositivo da sul-coreana.

Além disso, também devemos salientar que os amantes das selfies têm no sensor frontal de 5 megapixels do Galaxy A3 uma ótima opção, ao passo que o Moto G 2014 tem apenas 2 MP. Por último, o software do Galaxy A3 também oferece alguns extras interessantes, ausentes no dispositivo da Motorola.

Samsung Galaxy A3 11
A câmera do Galaxy A3. / © ANDROIDPIT

Especificações técnicas

  Samsung Galaxy A3 Moto G 2014
Sistema Android 4.4.4 KitKat + TouchWiz Android 5.0.2 Lollipop
Tela 4,5 polegadas, Super AMOLED, 960 x 540 pixels. 245 ppi 5 polegadas, LCD, 1280 x 720 pixels, 294 ppi
Processador Qualcomm Snapdragon 410 (64 bits), Quadcore, 1,2 GHz Qualcomm Snapdragon 400, Quadcore, 1,2 GHz
RAM 1,5 GB 1 GB
Memória interna 16 GB + microSD 8 GB + microSD (também versão de 16 GB)
Bateria 1.900 mAh 2.300 mAh
Câmera 8 MP, flash LED / 5 MP 8 MP, flash LED / 2 MP
Conectividade 4G, WiFi a/b/g/n, Bluetooth 4.0, HSPA, microUSB 2.0 Wi-Fi 802.11 b/g/n, Bluetooth v4.0, HSPA, microUSB 2.0
Dimensões 130,1 x 65,5 x 6,9 mm 141,5 x 70,7 x 11 mm
Peso 110 gramas 149 gramas
Preço (em 22/04)

R$ 899,00 (16 GB)

R$ 685,00 (8 GB)

Conclusão

O preço mais elevado do Galaxy A3 poderia ser justificado por uma câmera melhor, por um processador de 64 bits, um acabamento de maior qualidade e por uma memória interna maior (um detalhe que para muitos pode não ser relevante, tendo em conta que ambos oferecem entrada para cartões microSD). Além disso, devemos acrescentar que o dispositivo da Samsung está equipado com conectividade LTE, característica ausente no Moto G 2014.

O Galaxy A3 é um smartphone elegante, mas o Moto G 2014 é mais prático, ao menos se considerarmos dois pontos muito importantes para grande parte dos usuários do Android: uma tela maior e o Android puro, sendo um dispositivo que recebe atualizações relativamente rápidas. No geral, portanto, o Moto G 2014 tem mais a oferecer pelo preço cobrado, mas se você não abre mão de um design nobre e de uma câmera boa, não hesite em investir no Galaxy A3.

Com qual dos dois você fica? 

Os comentários favoritos dos leitores

  • Alan D. 22/abr/2015

    Se a Samsung não tem capacidade em manter um custo benefício, o problema é dela. Os intermediários da Motorola deram um banho nos aparelhos da Samsung.

  • Denis Correia 22/abr/2015

    O mal das pessoas é expressar opiniões e querer que os outros as aceitem como verdades únicas e universais. Gosto é gosto e cada um tem o seu. Eu escolho smartphones que atendam as minhas necessidades e que eu possa pagar com o meu dinheiro e não por conta de modinha, tendências, fanboiolismo ou especificações técnicas que só mostram vantagens nos benchmarks, mas que na experiencia real, não acrescentam em nada. E que mania de comparar telefones lançados em épocas diferentes e com hardwares diferentes só para aquecer o mimimi entre fanboys e ter algo pra postar... ou pior ainda: para puxar a sardinha para o lado de determinado dispositivo. Compre o que o seu dinheiro pode pagar e que possa lhe atender. O resto, é mimimi sem qualquer finalidade.

  • Mateus Barbosa 22/abr/2015

    4G + Carcaça de Metal + Dobro de memória + Câmera frontal e traseira superior + Software da Samsung que são mais completos tudo isso por apenas 200 reais?

    Desculpa, mas 0,5 polegadas de diferença não é o bastante pra tornar o Moto G melhor que o A3. E Android puro não é vantagem e não deveria ser levado em conta nesses comparativos. Se fosse puro teria atualizações constantes iguais os Nexus.

    Tenho um moto X e esses connect, alert, ajuda... Tudo dispensável. Prefiro mil vezes comprar um Samsung e ganhar espaço no Dropbox por um ano.

93 Comentários

Escreva um comentário:
  • 1,5gb de ram... ts.. 1gb é so da TW

  • Claro que o Moto G, pelo preço, até o Moto E !

  • A Samsung peca muito no preço e dificilmente atualiza os dispositivos,desse jeito a concorrência passa por cima

  • Motorola > Samsung.
    Chupa, Marcelo!

  • referente a preços a motorola SÓ PERDE pra Azus!!! olha esse zenfone 2 q ta vindo!!!

  • Saí da Samsung e não volto tão cedo pela falta de atualizações. Isso é fato e não adianta o Marcelo falar o contrário! Se não gosta da Motorola tudo bem, é só não ler as matérias!

  • A maior diferença é: O Moto G vai ter sempre atualizações, e o Samsung vai morrer com a mesma versão do Android!

    •   29

      Sempre?
      Onde você leu isso?

      • Elerson, um dos motivos que reergueram a Motorola foi as atualizações, você acha que vão abandonar essa política no futuro?

      •   29

        Marcelo Neri, não questionei se Motorola vai acabar com essa politica de atualização.
        Você simplesmente crê que o Moto G terá um suporte vitalicio referente a atualização, quero saber, qual seu embasamento para essa afirmação?

        Nota: O sucesso do Moto G não se deve a politica de atualização, mas sim, por ser um bom aparelho com custo de produção baixo, que é revertido para o consumidor. Afirmo que mais de que 75% dos usuários do Moto G não sabem e nem se preocupam com atualização.

        Estou no aguardo de um resposta com base!

      • Embora a postagem não tenha sido direcionada à mim, gostaria de opinar também, se possível.

        O Moto G é o aparelho de maior sucesso da Motorola e isso é um fato. Mesmo seus carros-chefe como Moto X e Moto Maxx, a fatia de mercado de ambos não chega perto do Moto G. E esse sucesso todo tem muito a ver com a compra do Google lá atrás, e mesmo que hoje a Motorola pertença a Lenovo, duvido muito que as coisas vão mudar (ao menos tão cedo).

        A atual política da Motorola é o fator do sucesso da mesma. O Moto G na época em que foi lançado, era uma "revolução" na classe intermediária de Smartphones. Afinal, até aquele momento, os fabricantes não se preocupavam em criar bons smartphones aos consumidores, lhes entregando uma boa configuração junto de uma ótima experiência de uso. E hoje a briga está acirrada, existem dispositivos melhores que o Moto G no mercado, mas tirá-lo do posto não será tão fácil.

        E não digo apenas pelo preço (que também conta), mas por usar um Android praticamente "puro", o que faz com que seu hardware ofereça uma experiência de uso de forma fluída, somando a acertos pontuais, dois quais o público de maneira geral querem. E estamos falando da grande massa, e não da minoria que exige e entende de especificações técnicas. O Moto G pode não ser hoje o melhor dos intermediários, mas ele ainda tem uma boa tela, som estéreo, disponibilidade para aumentar seus armazenamento via MicroSD, uma câmera de 8 MP, que não é excelente, mas está longe de ser ruim (e lembre-se, estamos falando do público alvo deste tipo de aparelho), e claro, não menos importante, o seu preço.

        Acredito que a terceira geração do Moto G vai ter boas mudanças, pois da primeira geração para a segunda geração, houve apenas mudanças mais pontuais. E justamente como hoje a concorrência está cada vez mais acirrada, a Motorola não vai cometer o erro de novamente fazer mudanças "pontuais".

        As atualizações são um "plus" a parte, pra mim são importantes, por exemplo, mas para a grande maioria das pessoas que só querem ter um bom celular e que não seja muito caro, para estas atualizações nem sempre são tão importantes.

        Enfim, desculpe pelo texto um pouco grande.

      • Elerson, escrevi UM DOS MOTIVOS que quer dizer por acaso que existem outros para o sucesso da Motorola, mas você leu e não compreendeu. Tudo bem que você quer ser discípulo do Marcelo Silva, mas é bom ter opinião própria de vez em quando!

      • Elerson, e fica chato pra caramba você e o Marcelo Silva questionarem somente quando o assunto é Motorola, ou seja, só prova e comprava que vocês são fanboys da Samsung e não assumem! Não tenho nenhuma informação da Motorola sobre atualizações vitalícias, é apenas a minha opinião que faço questão de dar independente do policiamento de alguns que se acham acima dos outros ou que as suas opiniões são SEMPRE as corretas!

      •   29

        Marcelo Neri, não faça comparações de minha pessoa com pessoas alheias, não estou contra Motorola, e nem a critiquei e não possuo nada contra a empresa, alias, já fui usuário da mesma e fiquei bem satisfeito.
        Não sou fanboy de nenhuma empresa, ao contrario de você, que ao invés de prontamente responder o que eu perguntei, esta ai protegendo a empresa(uma vez que eu não disse nada para criticar ou julgar a empresa em questão), enfim, quem é o Fanboy aqui?
        Analise melhor meus comentários, comento de varias tecnologias, varias empresas, não faço parte dessas guerras de crianças que vocês fazem aqui no Androidpit.
        Você não possui capacidade argumentativa e nem possui um bom discernimento para me julgar a minha pessoa meu caro.
        Quero que me mostre, mas seja direto, onde eu Critiquei a Motorola?
        Fiz uma pergunta com base em seu enfadonho comentário, que induz que o Moto G terá atualizações vitalicias:
        "A maior diferença é: O Moto G vai ter sempre atualizações, e o Samsung vai morrer com a mesma versão do Android!"
        E isso não foi uma opinião que você relatou, foi uma afirmação de grau comparativo.
        Agora se você queria expressar uma opinião, redija melhor seus comentários e os corrija antes de sair postando.

        Enfim, se este é um sonho seu, opinarei contra:
        Se nem mesmo os Nexus não possuem tal privilégio de atualizações vitalicias, você acha mesmo que o Moto G teria?

      •   29

        Rafael, excelente texto! Não tenho nada a acrescentar.

      • Foi um texto coerente. Meus parabéns.

      • Muito bem.

        Na minha opinião, as atualizações das próprias apps da Google no Android KitKat 4.4.x tem deixado o Moto G e Moto G 4G com pouca memória interna. Quando foi lançado, não era problema, mas não é mais assim atualmente. Também tenho observado isso nas apps de outros desenvolvedores/empresas.

        Na minha opinião, atualmente, quer seja Android KitKat 4.4.x ou Lollipop 5.x, dispositivos com 8 GB de memória interna e 1 GB não estão dando mais conta do recado. A especificação de padrão mínimo deveria 16 GB de memória interna e 2 GB RAM e pelo preço abaixo de R$ 1.000,00 .

        Não recomendo a aquisição de smartphones ou tablets fora dessa especificação mínima.

        P.S.: estou considerando stock ROM e não custom ROM (por exemplo, CyanogenMod).

  • cara que treta kkkkkkkkkk amei as briguinhas ibope pra motorola valeu kkk

  • Tenho um moto g2 e acho ele otimo, como todo celular ele trava, mas estou satisfeito com ele, com relação a câmera, usa a câmera do google que resolve

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi