O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
290 Compartilhados 89 Comentários

Smartphone Premium não é bem aquilo que você pensa que é!

Premium, nunca se ouviu falar tanto nessa expressão como em 2015. Mas afinal, o que torna um dispositivo Premium? Valor de mercado, segmento ou especificações técnicas? Continue lendo este artigo e descubra todos os detalhes sobre este segmento de luxo no Brasil.

Há alguns anos, o mercado de dispositivos móveis no Brasil se dividia em três segmentos básicos: entrada, intermediário e topo de linha. Entre os anos de 2013 e 2014 tivemos o "efeito Moto G", onde cada fabricante precisou rever sua estratégia de mercado para conseguir atingir nichos específicos de usuários.

Desde então, é comum ouvir falar em intermediário Premium - aquele dispositivo ótimo que custa até 1.500 reais. Ou também o carro-chefe - aquele que é o alvo da marca, mas não o seu artigo de luxo. Entretanto, o mercado continuou avaliando os smartphones dentro destas três categorias principais.

AndroidPIT ASUS ZenFone 2 Deluxe 9694
O Zenfone 2 é um intermediário para o mercado, mas o high-end da linha Zenfone / © ANDROIDPIT

Para quem não sabe, a análise de mercado feita por analistas de economia leva o preço do produto como o fator determinante para classificá-lo dentro de um segmento. Essa análise serve para os fabricantes de smartphones definirem suas estratégias de vendas.

Assim, um dispositivo como o Zenfone 2 que possui configurações de topo de linha, por exemplo, é classificado pelo mercado como um intermediário devido ao seu valor final. Entretanto, dentro da gama de produtos da Asus, o Zenfone 2 é o high-end da empresa, ou seja, o topo de linha da série Zenfone.

Os chamados intermediários Premium são colocados no mercado com boas especificações, design diferenciado e recursos extras, como exemplo temos o Xperia M5 e a linha Galaxy A. No entanto, por mais que o fabricante coloque esses dispositivos como Premium ou intermediários Premium, o mercado mantém suas respectivas classificações como intermediários.

Afinal, o que é um smartphone Premium?

No Brasil, a categoria Premium foi criada recentemente pelos analistas de mercado, no entanto, ela não é exatamente da forma como alguns usuários pensam. Esses modelos precisam estar acima dos R$ 3.000,00 para serem considerados Premium e, além disso, é imprescindível que o dispositivo esteja acima do topo de linha da marca.

Os dispositivos verdadeiramente Premium são apresentados como objetos de luxo e desejo, possuem características que os diferenciam do high-end vigente e, em alguns casos, são colocados no mercado como produtos exclusivos ou de luxo. Atualmente, se encaixam nessa modalidade o iPhone 6S Plus, o Galaxy S6 Edge Plus, o Note 5 e o Xperia Z5 Premium.

Agora você deve estar se perguntando: faz sentido uma categoria de luxo no Brasil? Sim, faz todo o sentido e, por sinal, este segmento é uma das grandes aposta dos fabricantes para 2016.

LV1A0094
iPhone 6S e Galaxy S6 Edge Plus são os verdadeiros smartphones Premium. / © ANDROIDPIT

Em entrevista com a gerente de produtos da Sony no último ano, nos foi revelado que a estratégia da empresa é se voltar para esse segmento nos próximos anos. A Samsung, por sua vez, já adotou esse comportamento nos últimos tempos, colocando os modelos da linha Galaxy S como objetos de desejo. E em 2016, podemos aguardar por novos lançamentos nessa faixa de preço.

Para os fabricantes o segmento Premium é vantajoso por alguns aspectos, os principais são: o público que consome esse segmento não é afetado diretamente pela crise econômica do país, a produção é feita em baixa escala e as margens de lucro são maiores.

Portanto, caro leitor, não fique impressionado ao saber que o iPhone 7 e o Galaxy S7 Edge podem vir a ser um estouro de vendas no país. Afinal, no segmento Premium estão aquelas pessoas que sempre nos referimos com a frase: "tem quem compra".

O que você acha desta definição de Premium: marketing ou necessidade? Nos dê a sua opinião nos comentários abaixo.

Os comentários favoritos dos leitores

  • Tiago Santana há 10 meses

    Uma Analogia que afirma o que foi escrito nesse artigo é a venda de Carros. Enquanto os "Populares" que nem são tão populares assim, estão pedindo socorro com quedas e mais quedas nas vendas, o mercado de Luxo só cresce, a Audi nunca vendeu tanto no Brasil, crise é para os Pobres e sempre vai ser assim. Com os telefones é por ai, a salvadora da pátria, Motorola, resolveu nos abandonar, deixando CxB de lado, então nos restou assistir os Tais Premium em Review no youtube. E mesmo que eu tenha muita vontade de ter um desses aparelhos, muito mais pelo desempenho do que pelo preço, jamais teria coragem de pagar mais que 1200Dilma$ em um telefone celular! Esse é o meu Limite. Não só pelo a Grana, mas pelo respeito ao consumidor que sou! Não valem tudo isso! Assim como os carros "Populares" não valem o preço que cobram por eles! Um dia a Brazukada aprende!

  • Giordano Santiago há 10 meses

    chegamos então a conclusão de que, premium se trata de preço, e não de produto.

89 Comentários

Escreva um comentário:
  • 8

    Smartphone premium é iPhone e pronto. Não adianta comprar um Galaxy S6, Moto X Style ou LG G4 de 2.000 a 3.000 reais pra depois não ser atualizado ou receber atualizações cheia de problemas, sem falar nas assistências.

  • O pessoal pensa que um dispositivo, pelo fato de ser Premium, vai receber atualização a vida toda. Não cortem os pulsos galera, foi deixado de lado com updates, seja seu adorável Moto G XT1033 ou seu Galáxy Note 5, procure uma rom customizada que, com certeza, esses caras estão lembrando da gente. Para ser redundante "CM". Quanto a questão de ser respeitado pelo consumidor, deixem que cada um tem seu orçamento (Deixo claro que não foi desrespeitando a opinião do Paulo César).

  • Respeite-se como consumidor e compre um aparelho com um preço menor que R$1.500, esse negócio de Premium é só aparelho com mil e uma utilidades que no final de tudo o comprador vai usar apenas dez das mil utilidades.



    Muito Feliz com meu Moto X 2ª geração.

    • E um aparelho excelente, tbm sou feliz com ele.... Paguei 999 por um smart com desempenho de sobra, Android atualizado e acabamento premium!

  • Vejo muita gente falando mal de iPhone aqui, e o engraçado é que muitos se baseiam na opinião dos outros, nem sequer tiveram um aparelho pra saber como é o uso diário do mesmo. Na minha opinião o IPhone é um premium que realmente vale o valor investido, pelo tempo de atualizações que a Apple disponibiliza (4s lançado em 2011 até hoje está recebendo atualização, ou seja, 5 anos). Se a Apple continuar com a mesma política, o 6s receberá atualizações até 2020. Quantos tops de linha Android terei que comprar até lá pra me manter atualizado com o sistema? Infelizmente isso é um sonho distante no mundo Android, há menos que o usuário recorra a rooms alternativas, o que não curto muito....

  • Aquela porcaria de iPhone ser comparada com galaxy s6 é uma vergonha !!! Aquele intermediário perde feio pro moto G3

  • Essa matéria vai dar uma Treta ainda!!

  • Ai quando vou contra a ideia do editor eu sou advertido, Parabéns AndroidPIT, aproveita e apaguem esse comentário tbm ;) alias pq não tiram likes tbm e meus antigos comentários?

  • Realmente...Tem gente que paga caro pra ter algo que a maioria não tem, isso é premium. Em outros paises fazem até edição super limitada de smarts premium folheados a ouro ou com pedras preciosas, enquanto tiver quem compre serão feitos. Quem ganha um salário normal vai optar pelo custo benefício e vai querer levar o útil sem o luxo. Mas no geral acho que isso melhora o design de toda linha intermediário e entrada, fica sempre atrás do premium mas tem que honrar a marca que o usuário rico ostenta. Foi o que a Samsung fez, ja vinha fazendo hardware competente mas descobriu que o comprador classe A+ vai preferir algo menos potente se for mais bonito e caro (iPhone) e reformulou a linha S e note, lançou o supérfluo edge e os lindíssimos galaxy A5, A7 2016 com preço superior ao top de linha, mesmo com especificações inferiores.

    • É lucrar em cima da vaidade. Eu posso ter isso e você não, nem dividindo em 10X.
      Dificultar a ostentação do pobre. Tem quem pode pagar muito, mesmo que não valha.
      Outra coisa, 6 meses após o lançamento e preço cai drasticamente, forçando o abastardo a comprar o mais novo lançamento antes que o pobre compre um igual.

      Pensam as fabricantes, "Quando mais caro, mais status"

  • Premium são os smartphones mais caros que os smartphones caros. Simples assim.

  • Para mim um aparelho premium sim o fator preço é o principal ponto de diferença, mas sua construção e hardware tem que está acima do top da fabricante.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi