O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
1.457 Compartilhados 250 Comentários

Snapdragon 820: processador será produzido pela Samsung

O Snapdragon 810 foi um processador muito aguardado, mas depois que os primeiros smartphones equipados com ele apareceram com problemas de aquecimento, muita gente passou a evitá-lo. Hoje (10/11), contudo, a Qualcomm anunciou o seu novo chipset que terá como missão deixar os erros de seu predecessor no passado. Além disso, o Snapdragon 820 foi lançado com a promessa de oferecer suporte para novas tecnologias e maior imersão em imagens e áudio 3D. Confira detalhes abaixo.

Destacar mudanças recentes

A Samsung fabricará o novo Qualcomm Snapdragon 820

Em um comunicado oficial em seu site, a Samsung declarou que já começou a produção dos novos processadores com sua tecnologia de 14 nanômetros FinFET. Estes processadores são: o Exynos 8 Octa e o Qualcomm Snapdragon 820, que chegará aos smartphones carros-chefe no primeiro semestre de 2016.

A Qualcomm está depositando toda sua confiança na Samsung para o sucesso do seu novo processador para 2016, depois do fiasco do Snapdragon 810. O melhor processador da Qualcomm de 2015 apresentou inúmeros problemas por superaquecimento. Estes problemas fizeram com que alguns fabricantes escolhessem trabalhar com outros processadores, como foi o caso da LG com o LG G4, e da Samsung, que optou por usar os processadores Exynos, da própria fabricante, o que resultou em um grande sucesso.

Snapdragon 820: Lançamento e disponibilidade 

O Snapdragon foi lançado no dia 10/11 em Nova York, Estados Unidos. O novo chip da Qualcomm foi desenvolvido do zero e oferecerá aos usuários um novo nível de experiência em som, áudio e câmera, segundo o discurso feito pelo CEO da empresa, TIM McDonough.

O novo chipset estará disponível no próximo ano entre os principais lançamentos do primeiro semestre, como o Galaxy S7 , o Padfone S2, da Asus, o LG G5 e o Xiaomi Mi5, além de outros dispositivos da Sony e HTC.

Especificações técnicas do Snapdragon 820

O Snapdragon 820 foi totalmente redesenhado pela Qualcomm, desde seu design até seus componentes internos, como a GPU e a CPU. A CPU Kryo promete o dobro de velocidade e eficiência energética em comparação com a geração anterior, enquanto a GPU Adreno 520 oferecerá imagens processadas com mais realismo e com sombras melhor renderizadas, além de maior detalhamento em diferentes texturas e detalhes exibidos entre imagens e cenários de jogos. A Qualcomm disse ainda que a nova otimização entre a CPU e a GPU resultará em uma economia de até 40% de energia.

O processador de sinal DSP, o Hexágono 680, também está otimizado com os demais componentes do processador. Segundo a Qualcomm, este processador entregará uma perfomance três vezes maior em comparação com a geração anterior e será dez vezes mais econômico energeticamente. No quesito câmera, o novo chipset suportará sensores de até 28 MP, com possibilidade de reproduzir e gravar vídeos em qualidade Ultra HD (UHD), além de oferecer suporte para monitores e telas 4K.

Além de controlar os sensores do dispositivo, o novo módulo será responsável também em auxiliar o IPS da câmera, analisando condições de luminosidade para que as fotos capturadas em baixa luz sejam mais equilibradas e legíveis mesmo sem o uso do flash.

Qualcomm Adreno 530 performance
GPU Adreno 530 é mais rápida e econômica! / © Qualcomm

Conforme havíamos antecipado anteriormente, a Samsung participou do processo de fabricação do novo chipset em parceria com a Qualcomm, o que nos faz acreditar que a empresa sul-coreana está realmente interessada em incluir o Snapdragon 820 em algumas variantes do Galaxy S7. A Samsung contribuiu diretamente para o novo processo de fabricação do chipset, que utilizará a tecnologia de montagem em 14 nanômetros FinFET. Segundo a Qualcomm, esse novo padrão de fabricação é o mais eficiente do mercado e o mesmo utilizado no Exynos 7420, da Samsung, eleito o melhor chipset de 2015.

Principais funções do Snapdragon 820

Quick Charge 3.0

A terceira geração da tecnologia de carregamento rápido é compatível com os seguintes processadores: Snapdragon 820, Snapdragon 620, Snapdragon 618, Snapdragon 617 e Snapdragon 430. Segundo a Qualcomm, a Quick Charger 3.0 está 38% mais veloz em comparação com a geração anterior, ou seja, aproximadamente 50% da bateria de um dispositivo poderá ser carregada em menos de 30 minutos. Além disso, o novo sistema é compatível com os conectores USB mais comuns, como o micro USB, USB Type-C e USB Type-A.

Qualcomm Spectra camera ISP

A tecnologia Spectra da Qualcomm promete aumentar em muito a qualidade de imagens nos smartphones. Michael Mangan, gerente de produto de câmeras da Qualcomm, disse que, como os sensores estão cada vez menores, eles também estão captando menos luz. Por isso, o Spectra ISP é um sistema para melhorar a aparência do que foi captado. A nova tecnologia consegue reduzir interferências e ruídos nas imagens para oferecer cores mais nítidas e profundidade. Um novo algoritmo consegue reconhecer áreas escuras das fotos e clareá-las, além de ser possível, também alterar o foco da imagem. 

camera comparison 1 4
A tecnologia Spectra promete levar a qualidade de câmeras DSLR para os smartphones. / © ANDROIDPIT

O novo processador comporta agora até 3 câmeras simultaneamente: 2 traseiras e 1 frontal. Na prática, o usuário, por meio de software, poderia alterar o foco de um foto depois de tirada, já que cada câmera tiraria a foto com um foco diferente. Além disso, ela irá suportar até 25 MP de resolução.

Com respeito a vídeos, o novo processador é capaz de exibir imagens 4K a 60fps, mesmo se transmitidas por um cabo HDMI 2.0, ou 4K a 30fps se o conteúdo for transmitido wireless. A Qualcomm afirma que "será possível capturar imagens super claras e vívidas independentemente das condições de luz e movimento, e exibi-las com cores super fiéis à realidade", completa Tim Leland, vice-presidente de produtos da Qualcomm. A Qualcomm até promete imagens superiores a uma câmera DSLR, embora eles tenham forçado um pouco a barra nesse ponto.

Qualcomm Improve touch

Embora smartphones a prova d'água estejam na moda, vocês sabem que infelizmente ainda não dá para usá-los quando a tela está molhada, pois ela não consegue detectar corretamente os toques. Mas com a tecnologia Improve touch, a Qualcomm promete acabar com esse problema no Snapdragon 820. Embora o Snapdragon 810 já tenha compatibilidade, no Snapdragon 820 o aproveitamento será maior.

A empresa recentemente havia comprado uma outra empresa que tinha desenvolvido um sistema mais eficaz de toque, o qual seria capaz de reconhecer até toques em tela com respingos, graças ao algoritmo exclusivo. Além de melhorias em relação a canetas stylus ou uso de luvas, tudo isso sem aumentar o custo de produção.

Water hero
Improve Touch tornará a sensibilidade de telas molhadas melhor. / © ANDROIDPIT

Qualcomm Zeroth

A Qualcomm desenvolveu sua nova plataforma de computação cognitiva, a Qualcomm Zeroth. Ela é composta pelos seguintes elementos: Percepção visual; Reconhecimento de voz e áudio; Função Always-On (sempre ligado). A combinação desses três elementos através da Qualcomm Zeroth tornará a interação com o seu dispositivo mais inteligente e intuitiva, simplificando muitos aspectos dos smartphones de hoje. Como exemplo, a Qualcomm indica o aspecto de reconhecimento visual em colaboração com a câmera do smartphone.

Com a nova tecnologia os dispositivos móveis serão capazes de reconhecer e classificar cenas, imagens e inclusive rostos, reagindo de maneira apropriada sem precisar de comandos. No futuro, não será mais preciso organizar manualmente as imagens do seu Android.

Qualcomm Snapdragon Sense ID 3D - tecnologia de impressão digital

Segurança é uma das prioridades da Qualcomm, e suas novas tecnologias irão proteger melhor os dados dos usuários nos smartphones. O Snapdragon Sense ID 3D é um novo tipo de escaner de impressão digital já usado pelo governo dos Estados Unidos. A Snapdragon Sense ID 3D usa uma tecnologia de ultrassom para criar uma imagem tridimensional da impressão digital, garantindo um reconhecimento mais preciso, mesmo quando as mãos estiverem sujas ou com creme.

A Qualcomm já usa padrões bem estabelecidos como o FIDO (Fast IDentity Online) e o UAF (Universal Authentication Framework), para otimizar a operabilidade entre diferentes aparelhos. Além disso, o sensor é capaz de escanear através de diversos materiais, como vidro, plástico, alguns metais e cristal de safira, possibilitando a livre escolha de materiais por parte das fabricantes de smartphones.

qualcomm snapdragon sense id 3d ultraschall 02
O sensor produz, com a ajuda da tecnologia de ultrassom, uma imagem detalhada da impressão digital. / © Qualcomm

O que você achou do Snapdragon 820? 

Os comentários favoritos dos leitores

  • Nicolas Lana 2/mar/2015

    Sério? Pensei que ele iria vim nos Galaxy Y.

  • 32
    Elerson Carvalho 12/ago/2015

    Parece que esse SoC vai ser espetacular.
    Vamos torcer para que ele não seja mais um forno.

    Obs.:
    A Qualcomm adora fazer propaganda enganosa sobre suas GPU:
    "Nossa intenção é trazer para o smartphone a mesma qualidade gráfica dos PCs tops"

    Não exagere Qualcomm, sua GPU mais poderosa no momento a Adreno 430, não ultrapassa os míseros 388.8 GFlops.
    Este número pode ser alto para smartphones, mas para PC é um valor mínimo para se jogar games em baixa qualidade.
    A Adreno 530 irá oferecer 40% de performance a mais que a sua geração anterior, então poderíamos supor que a GPU Adreno 530 poderia chegar a 544,3 GFlops. Eis então uma tabelinha de comparativos:
    - Qualcomm Adreno 530 – 544.3 GFlops;
    - Nvidia GK110(GTX Titan) – 4500 GFlops;
    - AMD Tahiti XT2(Radeon HD 7970) – 4096 GFlops.
    - AMD Radeon GCN(Playstation 4) – 1840 GFlops;
    - AMD Radeon GCN(Xbox One) – 1311.5 GFlops.

    A qualcomm me revolta com essas comparações com PC.
    É por isso que aparece uns bobos gamers de smarpthones.

  • 29
    Elerson 22/abr/2015

    E temos o vencedor do comentário mais "no sense" do artigo, Eric Sander, venha pegar seu premio!

  • André Luiz 12/ago/2015

    A câmera de 41 MP usa a tecnologia Pureview. Bem, mas bem resumidamente falando, ela faz um processo chamado "oversampling". Ele transforma 5 MP em 41MP. Ele pega 7 pixels individuais e aproxima e combina eles em um “super pixel.
    Na realidade, o processador entende uma câmera de 5 MP e não de 41 MP.

    É uma explicação bem básica, há bem mais envolvido no Pureview.

  • Anderson Reis Leal Ferreira 2/mar/2015

    todos falam a mesma coisa, não precisa de tudo isso, vai vim um absurdo, etc etc etc, mas assim q lança um Samsung da vida ou um motorola com um chip desse todos vão correndo comprar e dizendo nossa q top, monstro nada se compara. só isso.

250 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi