O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
68 Compartilhados 84 Comentários

#TBT: Tudo mudou quando eu comprei o primeiro Galaxy Tab

O Samsung Galaxy Tab foi um dos primeiros tablets com Android do mercado. Equipado com uma tela de 7 polegadas e um processador de 1,6 GHz, o diferencial desse aparelho era a conectividade 3G, que o tornava portátil. Passei um bom tempo usando o dispositivo e, neste artigo, irei compartilhar um pouco da experiência que tive com você.

O Galaxy Tab foi o meu primeiro dispositivo Android. Com ele conseguia digitalizar documentos e fazer outras atividades pessoais como, por exemplo, estudar. Alias, o Tab era perfeito para os estudos e, consequentemente, vários livros que eu precisava carregar estavam armazenados nele.

Comprei um e-reader - leitor de livros digital - antes dele, que era relativamente mais barato, mas essa experiência não deu muito certo comigo, visto que ele demorava para ler PDFs digittalizados. Foi aí que, em janeiro de 2011, eu resolvi investir num Galaxy Tab.

AndroidPIT throwback thursday 8362
Este é o Galaxy Tab / © AndroidPIT

Tablets Android em 2011 eram uma aventura às cegas

Embora eu já tivesse algum contato com outros smartphones, o Android ainda era um sistema muito novo e original demais para mim. Enfrentei vários anseios que muitos usuários passam na hora de aderir um sistema operacional móvel e, na época, a própria conta do Gmail foi um problema para mim.

Isso porque o Google não tinha os direitos autorais necessários para usar a marca Gmail em smartphones - ao menos na Alemanha -, ou seja, não existia um aplicativo oficial do serviço. Tive que experimentar vários cliente de e-mail até encontrar um que oferecesse um bom suporte para o Gmail. Deu certo, e acabei encontrando a solução perfeita.

Não demorou muito para que eu me interessasse pelo Galaxy Tab. Tudo aconteceu rapidamente, visto que, durante uma exposição, o tablet me chamou muita atenção. A tela do aparelho era enorme e contava com uma resolução de 1024 x 600 pixels - pode parecer piada mas, na época, isso era quase um painel de alta-definição.

A melhor parte foi quando eu descobri que o Tab vinha com incríveis 16 GB de armazenamento! Atualmente, esse é o padrão de memória interna mínimo dos smartphones, certo?

AndroidPIT throwback thursday 8341
Vai que é tua, Galaxy: rodando com o KitKat / © AndroidPIT

Como um dispositivo móvel - incluindo a parte de telefonia - o Galaxy Tab vinha com tudo o que eu precisava. Claro, como eu já usava um BlackBerry, precisei comprar um segundo chip-SIM para usar no tablet, contudo, o investimento valeu a pena. A internet móvel viabilizada tudo, inclusive o acesso à Android Market, atual Play Store.

O Galaxy Tab serve para ouvir músicas, ler livros, conteúdos digitais e também para os meus estudos. Em alguns momentos, por exemplo, eu o usava no lugar do meu notebook pessoal, visto que a internet e a portabilidade do Tab me ajudavam bastante.

Fazendo ligações com o Galaxy Tab

Eu adorava a função de telefone do Galaxy Tab. Quando eu estava na rua e a bateria do meu smartphone estava próxima do fim, bastava inserir o SIM nele que tudo estava resolvido. Eu telefonava para minha namorada na rua, no parque e em qualquer lugar, enfim, era perfeito.

Ele sai de fábrica rodando com o Android Froyo 2.2, mas, em meados de março de 2012, a Samsung resolveu liberar o update para o Gingerbread. Não precisei esperar pela marca sul-coreana para embalar versões mais recentes do SO no meu Galaxy Tab. Claro, tudo graças a CyanogenMod.

Com uma ajuda da ROM, o Tab está rodando atualmente com o KitKat 4.4. As versões novas do Android pedem mais RAM e processamento, o que não é muito viável para o meu modesto Tab. Provavelmente, o próximo update que o dispositivo irá receber será para sua aposentadoria.

O Galaxy Tab foi minha porta de entrada para o universo Android

O Galaxy Tab foi minha porta de entrada para o universo Android. No momento em que comecei a comparar as diferenças entre o Android e o meu BlackBerry, não deu outra: passei para o time do robô verde sem pensar duas vezes. Embora meu Galaxy Tab não tenha recebido mais updates no sistema, felizmente, ele não ficou tão abandonado quanto o BB.

Você usa ou já usou algum tablet, como o meu Galaxy Tab? Como foram suas experiências com o dispositivo?


Throwback Thursday (#TBT), em português, seria algo como Quinta-feira de Retrocesso. Trata-se de um hashtag que se utiliza para, a cada quinta-feira, as pessoas postarem fotos, vídeos ou qualquer assuntos que tenha acontecido há algum tempo. Toda quinta-feira, você irá acompanhar aqui no AndroidPIT experiências passadas de nossos editores com smartphones, gadgets e tablets. Fique ligado!

84 Comentários

Escreva um comentário:
  • Eu tive. Foi meu primeiro também. Hoje tenho um Z2 da Sony. meu Galaxy dei à filha de uma amiga, que usa feliz da vida. Continuo apaixonada por ele, como o primeiro namorado, kkkkk.

  • Meu primeiro tablet foi horrível, na época não tinha conhecimento sobre as especificações que um Android precisava ter e não sabia como gerenciar corretamente, daí já viu né? Foi um fiasco, tanto é que não comprei mais nenhum tablet na minha vida.

  • Meu primeiro tablet foi um ipad até o dia que vi aqui uma matéria sobre o tablet Samsung note 10.1, foi uma troca perfeita o Note é super mais funcional, daí então não larguei ele até hoje, aguardando alguma atualização😕

  • Uso o tab pro ate hj!

  • Uso o Lg g pad v480 e só sinto falta nele de mais memória RAM, no mais ele atende razoavelmente. Nao uso ele pés tarefas pesadas mas gosto muito dele... Muito bom e prático, substituí o notebook em várias tarefas, e o smartphone em outras, ate deixei de comprar pilhas para o controle remoto, sinceramente uma bela aquisição, meu smartphone cabe no bolso e ainda tenho um aparelho pra consumir multimidia sem me deixar na mão.

  • Eu tenho um Galaxy Tab 7.7, recebeu atualização até o Android 4.0.1, fora do Brasil recebeu até 4.1. Ele ainda é bastante funcional, uso para ouvir músicas, youtube e acessar a internet rapidamente quando não quero usar o note. Ele está programado pra se tornar o controle oficial do ChromeCast Hehe. Comprei ele por conta da pegada mais 'premium' em relação aos demais aparelhos do mercado: tela amoled, carcada de alumínio, e boas configurações para a época. Apesar da resolução de 720p, ainda acho a tela dele sensacional para consumo de mídias.

  • Ganhei o meu e acabei estragando a entrada do chip, como não iria usar não me fez muita falta.
    Atualmente ele não quer nem carregar a bateria para eu instalar alguma rom ou salvar minhas fotos =\

  • comprei o meu em Junho de 2011 e queria mesmo o Ipad na época mas como não vendia ainda no Brasil eu acabei comprando ele. muito bom portátil vinha com capa fone Bluetooth

  • aconteceu a mesma coisa comigo. tenho o galax tab até hoje guardado. foi o primeiro Android que eu tive. Só que a Omni rom tá melhor do que a cyanogenmod kkk.

  • Meu primeiro tablet foi e é um iPad Air com 4G e 64Gb. A experiência de ter um tablet que é sempre atualizado e continua fluido, não tem preço. E, agora, com o iOS 10 irá ficar excelente. Mas, confesso que tenho muito interesse no Galaxy Tab S2 por causa da função telefone. Poder fazer ligações enviar SMS direto do tablet e, para quem usa, poder baixar o WhatsApp sem "gabarra web" é excelente. Eu não tenho WhatsApp; Porém, é bom saber das possibilidade. O Galaxy Tab S2 e O Galaxy Tab A, é um celular no formato de um tablet. Quem dera que os iPad fossem assim.
    Já celular, meu primeiro com Android foi e, ainda é, um Xperia Z3 Compact. Simplesmente superou todas as minhas expectativas. Eu tinham um enorme preconceito com relação ao Android e, o Z3 Compact, mudou meu conceito. E, por esse motivo, pretendo comprar um Galaxy Tab S2/A de 8" para substituir meu iPad Air e meu celular ao mesmo tempo. Como eu não gosto de jogos, uso apenas para me comunicar, ouvir musicas, leitura, etc; Então, será uma "mão na roda". No entanto, vou esperar algo relacionado a um futuro Galaxy Tab 3 de 8" que deve aparecer em breve com configurações melhores, como: 4Gb Ram, snapdragon 820 ou equivalente; E, que venha com Android N nativo de fábrica.
    A PACIÊNCIA É UMA VIRTUDE.

  • Eu tenho um ipad mini, muito bom para meus estudos e leituras, tenho a muito tempo.

  • Entrei no mundo Android através do Motorola Defy. Um excelente aparelho para a época. A experiência foi tão boa que parti para um tablet Motorola Xoom 2. Hoje com as telas de 5 polegadas dos atuais smartphones, não vejo mais necessidade para tablets.

  • eu entrei no mundo android em 2013 com o LG optimus l5

    e desde entao nao sai mais do android , minha versao do android preferido e o kitkat , e meu aparelho preferido e o meu atual o vibe q tem uma bateria boa

    • Entrei no mundo Android em 2010 com o Galaxy S, quando abandonei meu iPhone 3GS para nunca mais voltar. Hoje tenho iPad, mas por necessidade do trabalho. Iphone não pretendo, a menos que a Samsung migre para o Tizen. Nesse caso vou ter que pensar muito.

      • 21

        O meu primeiro foi o Galaxy 5... descobri o Android quando o Olhar Digital passava na Rede Tv ... paguei R$709,00 em 2013!!..antes disso eu tive um Motorola A1200e ...

  • A minha entrada no mundo Android foi com um galaxy S2 Lite...

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi