Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Ano novo, preço novo: seu próximo smartphone vai ficar mais caro
Dicas e Curiosidades 3 min para ler 67 Comentários

Ano novo, preço novo: seu próximo smartphone vai ficar mais caro

A Comissão do Senado aprovou, nesta quarta-feira (2), o projeto de lei de conversão 26/2015. Esse projeto de lei acaba com os incentivos fiscais da chamada “Lei do Bem”, que zerava os impostos PIS/Cofins de aparelhos eletrônicos, tais como tablets, computadores e smartphones. O texto da lei passa a vigorar a partir de 1º de janeiro de 2016.

Este projeto de lei de conversão altera o art. 28 da lei 11.196/15. Esse artigo versava sobre a isenção das alíquotas de PIS/Cofins para aparelhos eletrônicos participantes do Programa de Inclusão Digital. Ele abrangia computadores de mesa, notebooks, tablets, modens, mouses, teclados e, logicamente, smartphones. Para fazer parte do programa, o smartphone precisava custar até R$ 1.500, ser fabricado no Brasil e vir de fábrica com alguns apps brasileiros instalados. Foi esta lei que possibilitou, por exemplo, o Moto X 2014 custar R$ 1.499,00. Um preço excelente, tendo em vista a qualidade do celular.

Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2016 as alíquotas de PIS/Cofins aumentarão para 11,75% do valor do produto.

Entretanto, a situação começa a melhorar um pouco a partir de 1º de janeiro de 2017, onde essa alíquota recebe um abatimento de 50%, ficando em 5,875%. Vale salientar que o PIS/Cofins sofreu um aumento ainda esse ano, indo de 9,25% para os atuais 11,75%. De acordo com o projeto de lei, em 2019 essas alíquotas voltariam a ser zeradas.

Os nossos estimados políticos ainda decidiram adiar a implementação desta lei para o ano que vem, visto que originalmente essa lei de conversão já deveria entrar em vigor a partir de 1º de dezembro. Porém, eles decidiram prorrogar um pouco mais a Lei do Bem para que o comércio não sofresse tanto nas compras de fim de ano. Portanto, o melhor momento para comprar um smartphone novo é agora.

moto x front back
O Moto X é um exemplo de um excelente celular que se beneficiou da Lei do Bem. / © ANDROIDPIT

O impacto desta lei na indústria, certamente, será horrível. Isso por que, inicialmente, a isenção de PIS/Cofins iria acabar apenas no final de 2018. Ou seja, todas as fabricantes que montaram linhas de produção por aqui se basearam nessa data para definirem suas estratégias. Porém, de uma hora para a outra o governo muda as regras do jogo e as empresas terão de repassar o prejuízo para o consumidor.

Com o aumento nos preços dos eletrônicos, o chamado “mercado cinza” voltará a crescer, com mais gente preferindo comprar o produto fora ou pedindo para algum amigo/conhecido trazer do exterior. Isso tira dinheiro do Brasil para outros países, diminui as vendas locais, diminui o lucro das empresas, que vão precisar demitir funcionários para não fecharem e assim por diante.

E, na carona de tudo isso, novos investidores e empresas passarão longe do Brasil e sua política volátil (e com razão). Assim, haverá menos concorrentes, o que gera menos investimento no setor, aumentando ainda mais a crise financeira. Ou seja, é melhor você garantir seu novo dispositivo antes de 2015 acabar.

Os comentários favoritos dos leitores

  • Rogério Valente 02/12/2015

    O pessoal do AndroidPit bem que poderia nos fazer um favor hein.
    Bloquear esse usuário "Carla Lideran".
    Os comentários feitos em nada acrescentam as discussões e, na minha opinião, só contradizem as regras do bom senso.
    Se for para ficar comentando só para ganhar 10 pontinhos e se tornar um usuário com nível mais alto que seja com comentários construtivos. Do contrário, vá para os sites que discutem sobre o sistema e aparelho da marca que ela gosta e diz que usa.

    Por favor AndroidPit, colabore para que o site se mantenha em um bom nível...

  • Gustavo L. 02/12/2015

    A lei do bem que será "pausada" na minha opinião é de baixa importância, comparado ao preço dos combustíveis que aumentarem aproximadamente 40%, tudo pra suprir deficit de má administração do dinheiro público (fora a corrupção) é ridículo o Brasil fazer isso, já que é o país que mais cobra impostos no mundo. Parece que ainda sustentamos toda a "nobreza" das épocas coloniais. É triste dizer isso, mas nós merecemos cada aumento de impostos que vier, afinal reelegemos diversos políticos corruptos (maluf, collor, dentre tantos outros) e jogamos voto no lixo com tantos outros que não sabem nem usar a calçada.

  • Rogério Valente 02/12/2015

    Não acho que o governo tem que dar incentivos desse tipo.
    A indústria automotiva teve incentivos, enviou lucros exorbitantes às suas matrizes fora do país e os preços dos carros continuou em um patamar inatingível para a grande maioria.
    Assim foi também com esses produtos eletrônicos.
    Quando o governo abdica de impostos quem mais sofre é a população de baixa renda porque os serviços públicos deixam de ser executados exatamente por falta de dinheiro.
    Quem deve regular o preço é o próprio mercado.

67 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Mas a SangSuga (Samsung) sempre fez isso, tem celulares que perdem valor rápido de mais e todo mundo fica gavando s6. Porem tenho um conhecido que tem um e trava como o diabo na troca de aplicativos então não é vantagem ter um ropo de linha que trava.


  • O povo brasileiro se endivida até o pescoço para todo ano ter de trocar de celular isso e uma doença sera que um celular top de linha com um ano já não presta mais depois ficam reclamando do preço a lei da oferta e da procura quanto mais o povo comprá e procurá celulares eles fabricantes vão se organizar e botar o preços lá em cima


  • Bem....como meu LG V10 ainda não chegou no Brasil, vou ficar com meu LG G2 mesmo que ainda ta ótimo! Mesmo ainda sem lollipop.


  • Gente o pior é o seguinte: Ontem estava minha pessoa caminhando por uma avenida aqui em minha cidade quando de repente resolvi entrar na loja da Vivo.... Chegando lá o atendente veio perguntar se podia me ajudar e eu perguntei a ele sobre a troca de pontos do Vivo Valoriza, aliás estou com cerca de 70 mil pontos já. Eu queria saber sobre o desconto e a informação que tem no site que diz que quando temos mais de 25 mil pontos podemos pegar outro aparelho e dividir o valor remanescente na própria conta (assim não precisamos acabar com nosso cartão de crédito). O atendente me disse que a partir deste mês esse procedimento não seria mais feito. Levando em consideração que a cada 25 mil pontos ganhamos um desconto 'maravilhoso' de cerca de 75 reais, eu falei com ele então que irei cancelar minha conta, pois não vejo vantagem nenhuma manter uma conta cara e não ter esse diferencial na fidelização com eles. #AparelhosFortuna #VivoSemNoção


  • E o que vai acontecer agora? Lá vão as pessoas comprar o "LG G2 TOP DE LINHA MELHOR CEL DO MUNDO" por 999 e achar que tão fazendo bom negócio.


  • Meu pau de bigodes...😎


  • não é de se esperar


  • Paraguai vai bombar


  • A lei do bem é só pra Smartphones abaixo de 1500? De qualquer jeito se os intermediários aumentarem vão precisar aumentar os tops... pro preço não ficar perto um do outro ¬¬


  • Eu tenho uma saída, fugir desse país de corruptos, só assim msm pra se livrar desses sanguessugas! Ódio!


  • Excelente matéria.
    Que venha uma nova leva de smartphones para nós!!


  • Qual celular até 450 compro?


  • Na minha opinião a tendência é que os preços dos celulares tops de linha antigo irão cair com a chegada dos aparelhos novos e super modernos. 2016 irei comprar um novo celular, mas um novo celular topo de linha antigo kkkk


    • Como disse em outro comentário aqui mesmo nesse artigo, o mercado é que deve regular o preço.
      E hoje recebo, em um email do Submarino, a oferta do Galaxy S6 32GB por R$1.709,10. Veja meu twitter (www twitter com / rogeriovalente / status / 672389116756156417) Só retirar os espaços do endereço aí...
      Em abril, quando foi lançado, o preço era de R$3.299,00.


  • Já estão caros. Olhem a linha X e G, que tinham o melhor custo x benefício. Ainda são ótimos aparelhos, mas estão caríssimos!


  •   100
    Conta desativada 02/12/2015 Link para o comentário

    Parabéns para os que votaram neles!


  • Éééééé, pelo jeito vou ficar com o meu Xperia Z2 por mais uns 3 anos. Fez 1 ano dia 28 de NOV.
    Ta foda )=


  • Agora sim vou comprar um celular! no ano de 2015 eu não comprei porque não achava justo não pagar mais imposto ou melhor pagar o imposto devido agora eu compro! e fico feliz pois assim ajudo. com a saúde, Educação, emprego, petrobras, infraestrutura, tecnologia... o país maravilhoso q é o Brasil o problema é o povo o gente burra pra ....


  • Ainda bem que troquei meu velho moto g 2013 e meu notebook de 2011 neste fim de ano, de mim o governo não roupa mais esses 11% adicionais.


  • Não acho que o governo tem que dar incentivos desse tipo.
    A indústria automotiva teve incentivos, enviou lucros exorbitantes às suas matrizes fora do país e os preços dos carros continuou em um patamar inatingível para a grande maioria.
    Assim foi também com esses produtos eletrônicos.
    Quando o governo abdica de impostos quem mais sofre é a população de baixa renda porque os serviços públicos deixam de ser executados exatamente por falta de dinheiro.
    Quem deve regular o preço é o próprio mercado.


    • O problema é que com isenção o preço já é alto. Sem isenção, a situação só piora. O grande problema é que sempre tem gente que paga. Sempre tem aquela galera que acampa na fila pra comprar celular no lançamento e, infelizmente, enquanto tiver gente que pague, os preços não vão diminuir.

      Embora um boicote também não funcione.


      • Você está correto Pedro Nunes. Sempre tem gente que paga.
        Perguntado porque os preços dos carros no Brasil são tão altos, um diretor de montadora respondeu: Porque o brasileiro paga.
        O mercado é assim.
        Quando tem gente que paga o preço se mantém alto.
        Se as pessoas comprarem os bens mais baratos e, principalmente, que caibam em seu orçamento, o preço irá cair. Posso ter uma visão/raciocínio simplista mas não vejo outra forma.


    • Por falta de dinheiro Rogério Valente?


      • Essa é a justificativa dada pelos governos, seja municipal, estadual ou federal Spike Spiegel.
        Mas não vamos entrar nesse mérito aqui no Androidpit, não é mesmo?


    • A diferença do mercado de eletrônicos para o automotivo é que no primeiro há um teto para o preço: R$ 1.500.

      Acima disso, a fabricante não usufruía da isenção fiscal. Por que você acha que foram lançados tantos celulares pelo preço mágico de R$ 1.499,00? Numerologia?

      FA


    • Oh cidadão. Tu deve receber uma laminha da Petrobras pra ta aqui falando merda ne? Pagamos uma das maiores cargas tributárias do mundo e onde é revertido essa grana? Hospitais sucateados, estradas totalmente esburacadas, entre tantos outros serviços deprimentes oferecidos pelo setor público brasileiro. Então saia da sua caixa de acrílico feita de lorotas e procura a realidade do país, antes de vir falar asneiras.


      • Bem Alexandre Castro, não recebo laminha nenhuma da Petrobras.
        E, felizmente, não conheço ninguém que o faça.
        Também não vivo em uma caixa de acrílico feita de lorotas.
        Trabalhei muito na vida já e, depois de ver tanta coisa errada em todos os governos que já existiram, tenho essa visão sim, de que quem deve regular o preço é o mercado.
        Assim é feito em todos os países desenvolvidos do mundo.
        Se a pessoa não tem condições de comprar um determinado bem, seja imóvel ou de consumo, ela deve optar por aquele que caiba no seu orçamento. Simples.
        As pessoas inteligentes fazem isso. Não precisam ficar dependentes de incentivos e programas governamentais. Simplesmente trabalham e compram aquilo que seus rendimentos permitem.

        Ok?
        Agora, vamos tentar manter o nível dos comentários mais elevado.
        Sem agressões...
        Se não tem um argumento que seja sustentável, não precisa agredir o outro. Só não dizer nada...


  • Pelo visto nexus 5 e z3 c mais um ano de luta


  • O pessoal do AndroidPit bem que poderia nos fazer um favor hein.
    Bloquear esse usuário "Carla Lideran".
    Os comentários feitos em nada acrescentam as discussões e, na minha opinião, só contradizem as regras do bom senso.
    Se for para ficar comentando só para ganhar 10 pontinhos e se tornar um usuário com nível mais alto que seja com comentários construtivos. Do contrário, vá para os sites que discutem sobre o sistema e aparelho da marca que ela gosta e diz que usa.

    Por favor AndroidPit, colabore para que o site se mantenha em um bom nível...


  • "Ano novo, preço novo, vamos aumentar o preço do seu celular de novo"


  • A lei do bem que será "pausada" na minha opinião é de baixa importância, comparado ao preço dos combustíveis que aumentarem aproximadamente 40%, tudo pra suprir deficit de má administração do dinheiro público (fora a corrupção) é ridículo o Brasil fazer isso, já que é o país que mais cobra impostos no mundo. Parece que ainda sustentamos toda a "nobreza" das épocas coloniais. É triste dizer isso, mas nós merecemos cada aumento de impostos que vier, afinal reelegemos diversos políticos corruptos (maluf, collor, dentre tantos outros) e jogamos voto no lixo com tantos outros que não sabem nem usar a calçada.


    • Isso é reflexo dessa doida que sai ignorando a lei da oferta e da demanda e ferra com o mercado energético mais o que esperar de uma presidente e ex ministra de minas e energia que quer estocar vento


      • Se fosse só ela, tirávamos ela do poder e resolvia tudo. Não se iluda, não é assim tão fácil, eu queria que fosse, mas infelizmente não é.


      • De fato, G.L., ela é só a ponta mais visível do iceberg. Ela gets impeached e entra o vice (Temer). O avião do vice cai, e o presidente do senado (Cunha) assume. O presidente, não importa quanta grana na Suíça, de repente morre agoniada e apropriadamente de um câncer escrotal que ele escondia. E o líder da câmara (Calheiros) entra. E convoca eleições p/ votarmos nos aécios e marthas da vida...

        Mas o esquema, o iceberg em si, vem de 1500 -- em se plantando tudo dá, se não der a gente escraviza índio, se índio for preguiçoso a gente importa mão de obra baratinha da áfrica e, se os ingleses em busca de mercados consumidores forem contra, a gente chama italiano pobre e japonês famélico p/ plantarem café e tomate, e c/ ditadura militar a gente, além de destruir um ensino público que ensinava a pensar, consegue até levar o tri, e eu mesmo já dei caixinha p/ me livrar de multa por estacionamento proibido e baixei muito torrent suspeito e, enfim, O NEGÓCIO É LEVAR VANTAGEM EM TUDO, como dizia nosso maior meia-armador.

        Truta que caiu, como eu QUERIA me sentir cidadão brasileiro digno do século 21...!


    • Concordei com quase td com oq vc falou, exceto na parte : "Somos o país que mais pagamos impostos do mundo..." Não, não somos, na verdade estamos em 32° lugar segundo a Fundação Heritage ( Um espécie de tinktank americana ) a questão é o retorno que esses impostos tem em nossas vidas, que por sinal é um retorno pífio. Somos os país dos impostos injustos, pois o rico, paga impostos míseros e como sempre nós pagamos o pato ...


      • Pois é, acabei de ver isso, mas pegamos cerca de 35% do PIB, e o líder paga em torno de 42% do PIB, a diferença é pequena, mas mesmo assim peço desculpas pelo erro.
        Aproveitando, olha o que pagamos, 35% de tudo o que ganhamos, é absurdo não termos trens cortando todo o país, não termos boas estradas, não termos leitos de hospitais... É o mínimo que teríamos que ter... Agora eu te pergunto 35% do PIB não é suficiente pra manter nosso país de pé? Não são maus administradores, são péssimos administradores.


  • Para quem (eu) pensando em trocar de aparelho o ano que vem, deu meio ruim, mas ai se da um jeito , já que o governo não ajuda


  • Nosso governo tá vendendo o almoço pra pagar o jantar. Salve-se quem puder!


  •   44
    Conta desativada 02/12/2015 Link para o comentário

    Complicado viu, o jeito é nós Brasileiros lutar e navegar contra a maré.
    Ótimo artigo Felipe Alencar.

    =]


  • Eu acho ruim o benefício acabar, mas por outro lado também não vejo necessidade de trocar de aparelho constantemente... Quem sabe agora o brasileiro se torna um pouco menos consumista!


    • Nessa linha de raciocínio: se a comida ficar ainda mais cara, vão diminuir os casos de obesidade e colesterol alto.


      • Só se comprar um celular novo for tão importante quanto comer... Nem de longe é a mesma linha de raciocínio. O consumismo é algo prejudicial por vários fatores, não acho que a solução disso seja o aumento dos preços, mas acho que esse futuro aumento é uma oportunidade de muitos (que quiserem) reavaliarem seus hábitos de consumo e darem mais valor ao seu dinheiro. Acho que deu pra entender isso da primeira vez, mas se vc não entendeu espero que agora tenha entendido. E por favor não distorça minhas palavras!


      • Desculpe, não quis distorcer suas palavras. Vou usar as minhas: comer demais faz mal, e não acho que aumentar os preços resolva, mas pode ser um estímulo para as pessoas reavaliarem seus hábitos de consumo e serem mais seletivas e frugais.


      • Exatamente!... "Estando bom para ambas as partes, Celso Rossumano Aqui Agora." rsrs