Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 48 Comentários

Finalmente: Google proíbe apps de colocar propagandas na tela de bloqueio

Uma das principais fontes de renda de apps e jogos são os anúncios. Existem diferentes métodos para bloqueios de propagandas invasivas, embora algumas sejam incontornáveis. Muitos desenvolvedores estão indo além ao adicionar anúncios na tela de bloqueio do Android sem conhecimento do usuário. Ao que parece, contudo, o Google está trabalhando para barrar isso.

Os otimizadores de memória e apps que fazem limpezas gerais estão no topo da lista de aplicações que acionam publicidade na tela do smartphone, com ou sem consentimento do usuário. ES File Explorer, Peel e Hotspot Shield VPN são alguns exemplos de aplicativos que praticam esse tipo de comportamento. 

Acontece que o Google adicionou uma nova regra na central de políticas do desenvolvedor da Play Store sobre monetização na tela de bloqueio: "A menos que a finalidade exclusiva do aplicativo seja a de criar uma tela de bloqueio (lockscreen), aplicativos não podem exibir anúncios ou qualquer outra informação monetizará na tela de um dispositivo".

Não é de hoje que os apps exibem anúncios na tela de bloqueio, nas notificações ou até mesmo alguns que saltam aos olhos do usuário na tela de início. Apesar de ter adicionado uma nova regra, o Google ainda não se pronunciou sobre quais medidas serão tomadas a seguir, como uma limpeza no Google Play.

Você já se aborreceu com esse tipo de problema no seu smartphone?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Rodrigo Dias há 9 meses

    Muito bom. Agora só falta proibir os anúncios em tela cheia, onde tu abre um app e o anúncio aparece 0,2 segundos depois.

  •   63
    Conta desativada há 9 meses

    O Google demora para resolver certas questões. Mas deveria ter regras mais duras com relação a esses aplicativos com propagandas intrusivas, pois elas são extremamente inconvenientes. Se eu percebo um aplicativo desse jeito, eu desinstalo.

    Cabe ao desenvolvedor ser notificado pelo Google e se for reincidente, o seu aplicativo deveria ser automaticamente retirado da loja.

  • marcelo m. há 9 meses

    nunca era para ter existido, não é Google?

  •   101
    Conta desativada há 9 meses

    Graças a Deus!
    Demorou!

  • Ilan E. há 9 meses

    Nunca passei por isso, mas ainda bem que proibiram.

48 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários

Recommended articles