O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
OPINIÃO 214 Compartilhados 108 Comentários

Matar a marca Motorola é a solução para ampliar as vendas da Lenovo?

Na última quinta-feira (26/5), a Lenovo divulgou seu balanço referente ao último ano fiscal (encerrado em março) com uma observação nada agradável: o relatório informou que a aquisição da Motorola ainda “não atendeu as expectativas”.  Com isso, “matar” a marca Motorola para focar em novos produtos no futuro pode ser uma estratégia para alavancar as vendas da fabricante chinesa. Mas será que isso dará certo?

Motorola ou Moto by Lenovo? Qual você prefere? 

Se analisarmos os números do último balanço, encerrar o uso da grife Motorola pode fazer algum sentido: dos 10.9 milhões de smartphones vendidos no primeiro trimestre deste ano, menos da metade – 4.9 milhões de aparelhos - pertencia à marca. No entanto, o documento não aponta o desempenho de vendas por país ou região.  

Além disso, o relatório indica que a Lenovo teve uma perda de 85% das vendas no mercado chinês e que “a transição de produtos no mercado norte-americano não foi bem-sucedida”. 

E é sobre esse último ponto - sobre o mercado dos EUA - que me chamou a atenção. Se a transição da marca “Motorola” para “Moto by Lenovo” não foi o que os executivos esperavam, por que não manter a grife Motorola, tão forte em países como Brasil, Índia e próprio EUA, como uma linha de produtos própria?

motog4 all event androidpit
Família Moto G4: a Lenovo está decidida a acabar com a marca Motorola/ © ANDROIDPIT

Claro que o termo “Moto by Lenovo” já dá a entender que a marca Motorola continua ali, presente. Até porque o indefectível “M” também está gravado nos aparelhos. Mas eliminar uma grife que já está marcada na mente de muitos consumidores – aliado a um certo “padrão chinês” no design dos novos modelos – não parece ser uma estratégia das mais sábias para o mercado ocidental e o último balanço da Lenovo mostra isso. 

A Lenovo está certa em substituir a marca Motorola por "Moto by Lenovo"?

Um exemplo de como manter uma marca que já conta com o carinho do público pode ser algo acertado é a comentada volta da Nokia ao mercado de telefonia, com aparelhos que rodarão o  Android. Basta ler os comentários de qualquer artigo a respeito do assunto para ver como os usuários se mostraram animados com o retorno da marca finlandesa e dispostos a comprar um dispositivo da mesma (se ele for bom, claro). 

Mas a Lenovo deve continuar apostando no “Moto by...”

Mesmo com um balanço, no geral, negativo, a Lenovo já indicou que continuará na aposta ao “Moto by Lenovo” para reverter o quadro. E o Lenovo Tech World, que acontecerá no próximo dia 09 de junho, em São Francisco, mostrará os produtos que a fabricante chinesa trará nos próximos meses. 

A novidade mais aguardada é a linha Moto Z, que substituiria a série Moto X. Além do lançamento de dois modelos, com configuração topo de linha. Há ainda a expectativa da apresentação dos MotoMods, módulos extras que podem incrementar os recursos já presentes nos smartphones, como câmera, bateria e speakers,  a exemplo do que a LG vem fazendo com o G5. 

droid motox leak 1
Seriam esses os novos Moto Z? / © @Evleaks

E, claro, não podemos nos esquecer da família Moto G4, lançada recentemente aqui no Brasil.

Enfim, agora é aguardar as cenas dos próximos capítulos. E torcer para que a marca Motorola se recupere das más notícias nos meses que vêm pela frente. Com bons aparelhos, claro. 

E o que você acha da “morte lenta” da marca Motorola?
 

Os comentários favoritos dos leitores

  • Andreu Vasconcelos há 6 meses

    Acho bobagem fazer isso, pois muitos leigos não conhecem a Lenovo, já a Motorola qualquer um já ouviu falar.

  • Marcelo Neri há 6 meses

    Acho que o Moto X2 será o meu último smartphone dá falecida Motorola, no futuro o jeito vai ser importar um Nexus! Gosto de Android quase puro e a turma que está no mercado não me atende.

108 Comentários

Escreva um comentário:
  • É.. quem teve motorola teve, quem não teve não tera mais.. só usado.

  • Matar a marca Nokia foi a solução para ampliar as vendas dos Lumias com a marca Microsoft?
    Sabendo a resposta para a minha pergunta, fica difícil acreditar que com a Lenovo seja diferente, mesmo essa sendo bem conceituada no segmento de PCs (bem, era, até começar a dar as encrencas com os bloatwares esse ano hehehe).

  • É muito difícil uma marca pensar globalmente e cada mercado demanda uma estratégia diferente que tem que ser analisada pela empresa.
    A marca Motorola foi pioneira em diversas patentes da linha móvel por isso a aquisição inicial pelo Google da qual a mesma é dona ainda das mesmas só vendeu a marca Motorola para Lenovo não as patentes.
    A aquisição da Lenovo foi um fiasco para os amantes da Motorola. Uma marca estabelecida no mercado a décadas com maciço investimento de Marketing vem sendo descaracterizada gerando incertezas no mercado, essa queda nas vendas é reflexo e resposta do consumidor quem vai investir o seu dinheiro numa marca que está preste a ser descontinuada. Eu mesmo iria comprar um Moto X Style branco bambu desisti, a marca criou ícones do segmento como o Motorola V3 e o Moto X um top de linha com preço intermediário isso quando foi lançado agora perdeu em design parece um Moto G gigante com preço elevado. A marca antes entendia o mercado era pioneira no segmento hoje a marca é o reflexo de outra marca, perdeu a identidade e deixou de ser o que era uma marca, virou uma subdivisão, estratégia utilizada pela Microsoft com a Nokia para alavancar o seu sistema operacional o Windows Fone a estratégia arrogante de impor algo ao consumidor não só não deu certo, como continuaram trilhando a mesma estratégia até o fim da Nokia; que voltará com o que o consumidor sempre pediu a Microsoft com Sistema operacional Android. O que definia a marca Nokia resistência, inovação e pioneirismo, ótimas câmeras a um preço competitivo. O que os executivos da Lenovo tem que se perguntar é o seguinte vamos fazer o que o consumidor quer ou o que nos queremos, vamos agregar valor a Lenovo com a marca Motorola ou vamos descaracterizar e matar a Motorola criando uma subdivisão MOTO para impor aos consumidores os Smartphone Lenovo. O consumidor e o mercado já deu o seu parecer financeiro a marca. O consumidor compra uma marca e tudo o que ela representa e não só um produto.
    A linha Moto G com o G4 e G4 Plus é a prova do completo descontrole administrativo da companhia era um símbolo uma referência no segmento hoje é um intermediário com preço de top de linha com acabamento de plástico o consumidor já sinalizou que quer intermediários em metal, fraco Hardware, e um design que é mais do mesmo, se for descontinuado o nome Moto X para Z será outro fiasco esse é símbolo de outra marca a Sony que quer utilizar o X vai entender estes executivos. As marcas tem que criar um produto ao menos durável celulares estão descartáveis e caros, o público vem fugindo dos tops para os intermediados e estão cada vez mais exigentes pq sabem que um de 3.000 e um de 1000 mal duram 5 meses sem queimar a placa como aconteceu aqui em casa, não compensa investir caro em um celular durabilidade está a mesma coisa. Por produtos com mesmo padrão de lá fora de qualidade e preço justo sem colocar hardware mais fracos para o consumidor brasileiro pq o preço não é nada fraco.

  • Android modificado, não. Android puro sim.

  • Não é necessário matar o logo Motorola. Enfim, quem adquirir um novo smartphone da Lenovo, vai lembrar da Motorola

    • E a Ericsson q fez parceria com a Sony? Quem se lembra?

      CAV

    • "Não é necessário matar o logo Motorola".
      A Lenovo, como empresa, não deve compartilhar da mesma visão, assim como a Microsoft não compartilhou quando resolveu "matar" a marca Nokia antes mesmo de encerrar o prazo da verdadeira voltar a usá-la em smartphones.

  • Se quiser realmente fazer valer o investimento na compra basta seguir o que fez a Google, preços baixos e ótimo custo benefício.

  • Acho que a estratégia da Lenovo é fazer os aparelhos da linha Moto abrirem espaço para os Vibe's e outros aparelhos da própria Lenovo.
    Até o momento, temos um Moto G equivalente ao K5 e outro equivalente ao A7010, porém, ambos mais caros que suas "contrapartes" da própria Lenovo. Assim, na hora da compra, quem optar por um valor melhor, vai escolher os aparelhos da Lenovo.
    "Ah, mas as pessoas conhecem mais a Motorola que a Lenovo.", e é aí que entra o "Moto by Lenovo". Fulano que não frequenta sites de tecnologia compra o Moto, pagando mais, apenas pela marca, e ao receber o aparelho, vê que "deu no mesmo".

    Se esse for realmente o pensamento da Lenovo, acho que está indo bem.

  • Acho bem, nunca tive um Motorola e agora tenho o A7010 e estou gostando muito, só uso celulares Chineses há anos, inicialmente com o Mi3, MI Note, Meizu M2 Note e por último estou com o Mi 5, esse sem comentários, é uma Ferrari, e com o Lenovo A7010 (sempre tive 2 celulares de operadoras diferentes) incomparaveis mas tô adorando o Lenovo.

  • 6

    Moto by lenovo: que marca é essa?
    lenovo: tem cara de ching ling!
    Motorola: ah! tenho um moto g.
    Essa é a verdadeira opinião de boa parte das pessoas.

    CAV

  • Hhaaaaaa não pq tem que ser assim a marca Motorola é umas das melhores e acabar. lenovo e um **** e se tirar a Motorola já era eu voto não

  • Na verdade o que estão fazendo uma ótima jogada.
    A marca lenovo é desconhecida no Brasil e o oposto, com isso no nosso mercado não irá mudar muito para eles pois a marca hoje em dia é chamada apenas de "MOTO" todo mundo conhece o Moto X, Moto G e poucos conheceriam por Motorola G4 por exemplo.
    Com isso eles mostram que o produto é de qualidade motorola sendo um lenovo.
    A lenovo no Brasil é considerada segunda ou terceira linha como aparelho CCE, positivo, alcatel e outros, pois a marca inicialmente foi usada de maneira errada no Brasil.
    Agora em muitos lugares lá fora a lenovo é top, com isso eles usam os dois nomes para ganhar um mercado maior.
    Um caso que deu certo no começo foi a "Siemens Nokia" no passado.
    A questão maior como já foi imposta é subir os preços sem os consumidores "conhecerem" a marca.
    Deveriam ter feito como a Asus, vieram com o Zenfone 5 (intermediário) com qualidade superior aos "concorrentes" moto g3 (se n me engano) e os Galaxy mini da vida e com um preço bem acessível e chamativo, hoje vejo muitos zenfones na rua algo que não imaginei que aconteceria na época.

    • Na verdade a Nokia Siemens Network trabalhava no desenvolvimento de infraestrutura de redes e comunicação, já a parte da Siemens que fabricava celulares foi vendida pra taiwanesa BenQ, daí surgiu a BenQ-Siemens, mas que não rendeu nada e funcionou até 2007.

  • O problema não foi matar o nome e sim matar a linha Moto. Começou subindo o preço do Moto G sem avanço de hardware, depois lançando a versão Plus ainda mais cara; em seguida as variantes da linha X e sua posterior extinção e a incerteza quanto a linha E. Modificou e descaracterizou toda a linha Moto que agora virou uma bagunça e "mais do mesmo".

  • rapais esses preços altos não é coisa da Motorola que todos conhecem talves isso esteja afastando os fans da marca justamente por que ela se mostrava diferente das outras agora estar igual infelizmente

  • O que a Lenovo tem que fazer com a Motorola é lançar um modelo revolucionário, assim como a Moto fez, quando lançou o V3.

  • Deveria "matar" a Lenovo, não a Motorola

  • Isso só vai causar receio as pessoas, tendo como ponto de vista a Lenovo ser chinesa. A Lenovo que deveria ter "se matado" e migrado para o nome Motorola.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi