Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Smartphones sem bordas: para onde isso está indo?
Samsung Galaxy S8 Samsung Xiaomi 5 min para ler 78 Comentários

Smartphones sem bordas: para onde isso está indo?

Já é uma das maiores polêmicas de 2017: qualquer smartphone high-end ou top de linha que se atreve a chegar ao mercado sem qualquer esforço em abandonar as bordas é tachado de ultrapassado e antigo. "Ah, ele é muito legal, parece um ótimo aparelho, mas que bordas 2015 são essas?".

O crivo é cruel. O aparelho pode reproduzir vídeos em 4K em uma tela brilhante, rodar os jogos mais pesados e ter bateria que dure dois dias, não importa. É julgado e ganha um rótulo que tira seu valor entre os concorrentes.

Quem iria adivinhar que simples bordas trariam tanta discussão? Com o novíssimo iPhone X, além do Galaxy S8, S8+ e Note 8, Xiaomi Mi Mix e, vá lá, até o LG G6, esses não foram os primeiros smartphones borderless do mundo. Nem de 2017 esse conceito é, aliás.

samsung galaxy note 8 s8 plus front
Galaxy Note 8 e Galaxy S8 Plus / © AndroidPIT

No distante ano de 2014, a Sharp lançou o Aquos Crystal, que apesar de ter uma enorme borda abaixo da tela, deixa-as quase nulas nas laterais e acima do display. Em 2015 e 2017 ela continuou com o mesmo mote. A ZTE, com sua linha Nubia, em 2015, também trouxe o Z9 sem bordas laterais.

Sharp Aquos Crystal 11
Sharp Aquos Crystal, o primeiro / © AndroidPIT

A Sony também já brincou muito com as bordas, e embora agora esteja sendo apedrejada por seus últimos tops de linha XZ Premium e XZ1 terem uma quantidade inaceitável de bordas, já impressionou com aparelhos como o Xperia C5 Ultra, em 2015, também sem bordas laterais. O XA1 ainda tem isso hoje (imagem abaixo).

AndroidPIT sony xperia xa1 review 3774
Quem disse que a Sony nunca trabalhou as bordas de seus modelos? / © AndroidPIT

Terminando a memória dos smartphones pioneiros no tema temos o emblemático S7 Edge, que deixou de lado qualquer borda que ja tinha sobrado no S6 Edge. Além disso, foi a linha Edge que popularizou a tela curva nos lados do aparelho.

E, claro, temos exemplos atuais um pouco mais ousados, com a borda praticamente deixando de existir. Um dos mais emblemáticos é o Xiaomi Mi Mix, do ano passado, e sua segunda versão recém lançada. E, além do iPhone X, o Essential Phone, da empresa de um dos fundadores do Android Andy Rubin, deixa a câmera no meio da tela.

essential phone front back
Essential Phone de Andy Rubin / © Essential

Memorável nosso hall da fama de aparelhos bezelless, não é mesmo? Mesmo surgindo em 2014, essa é uma tendência que se popularizou agora, e é exigida em qualquer smartphone que se preze. O visual deles realmente fica estonteante, é uma sensação de futuro indescritível. Mas qual a aplicação prática disso?

Não ter bordas não adiciona nenhuma função ao smartphone, nenhuma inovação real, é apenas para os encher os olhos. O design é sim um item importante em um aparelho, mas usabilidade também é.

Uns dos únicos aparelhos que realmente conseguiram extrair alguma utilidade das suas bordas mínimas foram os da linha Edge da Samsung, trazendo algumas ferramentas exclusivas, mas elas não são as mais populares da Samsung.

s7edge
Galaxy S7 Edge e suas funções Edge nas bordas / © AndroidPIT

E, falando da usabilidade, não vejo qualquer benefício prático. Tenho um S7 Edge por causa da qualidade da câmera, capturo vídeos com ela, mas usar o aparelho no dia-a-dia, para mim, é irritante. Muitas vezes, minha mão um tanto quanto gordinha aperta coisas erradas, já que não há espaço para segurar o aparelho.

Na cama, ao tentar segurar o S7 Edge para ler algo sem apertar nada errado, o aparelho não se sustenta e acabo deixando ele cair no meu rosto. Desisto de usar nessa situação. Se não dá para usar, não é prático.

Além disso, a falta de bordas faz com que outros elementos da frente do aparelho fiquem totalmente perdidos. Os sensores já ficam complicados, mas o que dizer da câmera? No Mi Mix e outros parecidos, ela foi para a parte de baixo da tela, e você precisa cuidar para não fotografar seu papo em uma selfie. É um local estranho para uma câmera.

No Essential Phone e outros como o Sharp Aquos S2, a câmera fica intrusa no meio da tela, levando desenvolvedores à loucura pensando no que fazer para que seus apps funcionem assim. A notch screen do iPhone X então, vai exigir redesenhos por aí.

apple keynote iphone x 15
iPhone X com a notch screen / © Apple

Nesse último caso, nem tudo está perdido. Como tanto o iPhone X como os outros dois Androids estão em proporção 18:9 ou similar (outra tendência, aliás), muitos apps e conteúdos em vídeo não irão utilizar essa parte da tela (ainda, mas já tem alguns). Mas isso só deixa as partes ao redor da câmera inúteis, o que não parece bom para mim.

Mas calma, eu enxergo vantagens no meio de tudo isso. Esses problemas listados são atuais, presentes. Temos esses problemas agora, mas nada impede que todos sejam sanados a curto prazo. Novos aparelhos sempre chegam e, com eles, inovação em itens que não enxergávamos antes.

xiaomi mi mix 2 05
Xiaomi Mi Mix 2 / © Xiaomi

O próprio Mi Mix é um exemplo disso. Sem saídas de som frontais, esse é reverberado por todo aparelho em um sistema piezoelétrico. No iPhone X, vemos o começo de um reconhecimento facial mais seguro e rápido, para deixarmos de usar os sensores biométricos. Ou, então, que esses passem a integrar a tela também, com ultrassom.

Poucas vezes a inovação vem sem o incômodo da mudança, da adaptação. Nem sempre os primeiros são os que agradam, mas abrem caminho para os que funcionam de verdade.

Então, apesar de atualmente eu não gostar dos aparelhos sem bordas, acredito que sejam parte do futuro e que trarão soluções que me farão gostar de usá-los em breve.

Você curte smartphones sem bordas? O que acha que o futuro reserva para essa tendência?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Emerson Morais 14/09/2017

    se eu fosse comprar um top de linha hoje, confesso que ia dar atenção sim para o lance das bordas, obvio que é mais bonito, mas entre um aparelho sem bordas com touchwiz e outro com bordas grossas com OS próximo do puro, me desculpem mas vou de bordas feliz da vida

    nota: não me venham dizer que o touchwiz mudou porque continua não me agradando

  • Matheus L. 14/09/2017

    te falar que esse tipo de tela não me enche os olhos

  • Denis 14/09/2017

    "Você curte smartphones sem bordas?" - Não. Os acho mais frágeis e difíceis de proteger. "O que acha que o futuro reserva para essa tendência?" - Creio que a maioria das fabricantes irão convergir para essa tendência. O mercado é competitivo e toda fabricante vai querer ter ao menos alguma linha sem bordas pra não ficar pra trás.

  • Phelipe B. 14/09/2017

    Inovações em hardware e software estão escassas, aí a saída é inovar no design.

  • Jairo rios 14/09/2017

    Smartphones sem bordas é um trend que veio para ficar , felizmente as OEMs chinesas já estão lançando modelos excelente aproveitamento de tela frontal para o mercado de intermediários a preços interessantes , que as OEMs tradicionais como LG , Samsung e outras se cuidem ......a fila anda.

78 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Acredito que artigos de opinião deveriam ser extintos de blogs informativos. Só causa intriga, alvoroço, discussão e recheia o leitor de opiniões tendenciosas.


  • Tenho um S7 Edge e não enfrento essas frescuras no uso. Se não agrada, é só pegar outro modelo ué.


  • Aparelhos sem bordas me dão a impressão de extrema fragilidade - qualquer queda no chão partiria o dito cujo ao meio. Espero estar errado.


  • Eu espero que o próximo Sony tenha a proporção de 17:9, acho a de 18,5:9 e 18:9 um pouco difícil de lhe dar.


  • Ok bordas demasiadas são horríveis. Até o momento a LG e Samsung esta acertando nas bordas, ficou desagradável aquela porteira no Iphone x, aquele "buraco" no Essential, espero que as fabricantes realmente consigam achar um ponto ideial entre as bordas.


  • Até hoje tenho esperança de alguma empresa lançar um Tablet sem bordas.

    CAV


  • Gostei do artigo, heim. Sempre tive Xperia e torço o nariz pra tanto mimimi de bordas. Acho que nos aparelhos da Sony deixa o celular simétrico, agradável para ver vídeos. No iPhone X parece ser estranho assistir na horizontal. Parece que tem algo sobrando e atrapalhando a tela. Além disso, se meu Xperia tivesse a tela até lá embaixo, acharia ruim manusear os botões centrais. Daqui a pouco, essa obsessão por telas sem bordas vai tornar o smartphone algo intocável.

    Conta desativada


  • gosto mesmo é de bordas mínimas que são suficientes apenas para câmera e sensores assim dá pra ter uma tela relativamente grande sem deixar o aparelho enorme meu celular tem tela de 5.3" e até hoje não me acostumei muito bem com o aparelho que insiste em não caber no bolso apesar de a tela não ser tão grande... to pensando em comprar o LG Q6+ R$1.407 apesar de o hardware não ser tão potente quanto eu gostaria e não ter sensor de digitais... só vou esperar o preço cair um pouco


  • Da mesma forma que tem pessoas que se incomodam com a falta de bordas no aparelho ainda possuem aqueles como eu que não se acostumam e nao se acostumaram com telas grandes, a maior tela fé aparelho que ja tive é do s7, peguei o flato pois tem a tela menor, algo além disso é muito difícil e irritante de mexer para alguém com mãos pequenas. Entao da mesma forma quê aparelhos com telas pequenas sao mal vistos os sem bordas também serão, isso é tendência e culpa de fabricantes que por anos colocaram bordas grandes demais deixando o aparelho grande sem necessidade. Hoje em dia o que está sendo bom nao é a ausência de bordas e sim o aproveitamento de tela, o que pra mim é algo fantástico que posso ter uma tela maior sem ter que andar com uma TV no bolso, e ainda mexer com o aparelho sem sentir incomodo nas mãos.


  • eu acho desnecessário

    Conta desativada


  • Eu gosto muito, principalmente em games e video......sai de um iPhone7 por um S8 exatamente por causa disso.


  • com as bordas a maioria dos telefones em qualquer queda por menor que seja manda a tela pro espaço, e muitas autorizadas cobra quase o valor do aparelho para a troca, agora imagine essa onda de aparelho sem bordas? qual capinha vc vai colocar que não cobre as bordas? imagine o que você vai gastar com uma queda acidental. Valeria sim se esses aparelhos sem bordas adotadas a mesma tela do x force.

    Conta desativadaConta desativadaConta desativadaAlysson M.


  • Particularmente eu não gosto de smartphones sem bordas na tela, tenho o costume de usar bumpers para proteger o telefone, e esse tipo de coisa só dificulta a proteção do aparelho.


  • Olha eu sou fã e adepto dos phablets então gosto de tela grande e retirar as bordas só melhorou pra mim. Porém se escolher não usar case é um ponto negativo em todos os phablets até agora pois escorrega mesmo. Fico imaginando o incrível Note 8... acho bom comprar case, película e uma cordinha pra segurar. E um seguro kkk.


  • MDS, a Stella agora trabalha no Android pit :D finalmente teremos artigos de qualidade, a prova disso é esta matéria já. Stella, espero que tenha vindo para ficar s2

    Conta desativada


  • Stella, realmente muito pertinente sua matéria, mas muitos fatos são contraditórios. O mesmo dedinho gordinho pode usar bem um celular sem bordas pequeno pois ele otimizaria a área da tela, podendo fazer um smartphone de 6 polegadas ter aparência de um de 5, ou um de 5 parecer de 4 polegadas, e ai você veria seus vídeos com um pouco mais de tela (e conforto não é?). Acho que a pegada do Galaxy S8 é infinitamente (hehehe trocadilho) melhor que a do S7 EDGE, sem dúvidas. Gosto de telas grandes, porém vejo com bons olhos celulares sem bordas, ainda mais quando saírem os menores. E corrigindo, o reconhecimento facial também é um tipo de leitor biométrico, sendo que ele mede sua biometria (oh! serio? rs) por isso acho que teremos que acertar os termos daqui a diante, do tipo não tem mais "leitor de digitais" e sim reconhecimento facial.


  • Eu adotei a tendência dos smartphones com display sem bordas. Gostei da proposta e não me incomodei com a usabilidade, e olha que o Mi Mix é escorregadio heim kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Tive também o Nubia Z11 com o display sem bordas laterais. Só tinha uma função da borda que eu usava muito, a de alternar entre apps deslizando pela borda.

    Queria ver tablets assim também mas acho meio difícil de acontecer.


  • Essa matéria me faz lembrar o porquê do Nokia 8 não ter sido unânime entre o público que acompanha o mundo Android e aguardava um top de linha da finlandesa (tanto é que já se cogita o Nokia 9,, esse sim já com tela borderless).
    É uma tendência controversa, com vantagens e desvantagens claras, e é difícil dizer o que pesa mais, pois varia de pessoa pra pessoa (quem quer uma experiência excelente com o display vai achar vantajoso, e quem acha que vai ficar complicado segurar o aparelho pode achar desvantajoso).
    Mas é ver onde isso vai dar.

    Conta desativadaConta desativada


  • As bordas superior e inferior deveriam ter um espaço estreito. Enquanto as laterais poderiam sumir. Não precisa ocupar toda a tela.


  • Bom, creio eu que não seria tão necessário acabar com todas as bordas, da pra manter um pouco delas. Exemplo:
    Lembro que o Moto X 2014 não tinha bordas inferiores e superiores grandes, mas as laterais eram enormes. Gostaria de um Smart com conceito da tela do Nubia Z9, com bordas laterais zero e as bordas inferiores e superiores serem tão finas quanto a de um S8 ( menor se possível, só o bastante pra sensores, camera e auto falante, tudo isso no limite da tela) e até mesmo com auto falante completando em baixo, pois aquela área fica meio que inutil no aparelho, vide Essential Phone e Lg V30 que não usam nada ali. Aí sim eu acharia um conceito bonito, com sensação de tela infinita sem precisar de bordas arredondadas.

    Conta desativadaLéo WalkDinizConta desativada


  • eu gosto dessa ideia


  • Graças a Deus. Esse sempre foi meu sonho. Realmente nunca entendi a necessidade de bordas, ainda mais bordas espessas como a maioria ainda tem.
    Está na hora de trabalhar o demais biométrico na tela e arrumar um jeito de eliminar a câmera frontal fixa na frente do aparelho. O alto falante de ligação pode ficar acima da borda superior.
    Que seja assim ou que comecem a pensar no celular sem tela e com projeção holográfica.


  • Claro que tem aplicação prática. Seu Galaxy S7 edge tem o mesmo tamanho de tela que um iPhone 7 plus (5,5"), mas numa carcaça muito menor, mais leve e mais prática de usar.


  • Pelo andar da carruagem, é um caminho sem volta, o que se tem a fazer é só se acostumar.

    Conta desativada


  •   84
    Conta desativada 15/09/2017 Link para o comentário

    Tem que virar padrao bordas n serve pra nada

    DinizDanielConta desativadaConta desativada


  • Felizmente ou infelizmente essa tendência veio para ficar. Acredito eu que enquanto tiver projetos de design tipo o do OP5 já estará de bom tamanho. Agora de nada adianta investir em telas sem borda, em minha opinião, se elas acabam tendo um custo enorme para troca e serem frágeis demais, a ponto de qualquer pancadinha já rachar a tela (vide Mi Mix 1).


  • Eu acho que ter uma pequena borda em cima e em baixo não deixa o celular feio não. Tipo o LGG6. A lateral pode ser tipo Edge. Mas totalmente sem bordas eu acho feio.


  • por enquanto os smartphone sem bordas são apenas status para mim, eles vão começar a se tornar atrativos quanto a tecnologia de leitor de digitais na tela se tornar mais madura.


  • Eu não colocaria o iPhone X na lista de smartphones sem bordas. Ao meu ver, ele removeu só a borda de cima e de baixo, o que pra mim não ficou atraente, ainda mais com os sensores matando a tela na parte de cima. A Samsung fez um trabalho primoroso no S8. Quanto a evolução, hoje estamos no pico de configurações técnicas, as empresas não brigam mais por números, mas sim por design e eu vejo muita evolução nesse quesito.

    E deixar o celular cair na cara enquanto se usa deitado é problema do usuário e não do designe do aparelho. :D


    • Stella Dauer
      • Admin
      • Equipe
      14/09/2017 Link para o comentário

      Bem, ele eliminou alguma borda, então acho que valeu na comparação. Sobre a cama, eu realmente creio que seja problema do aparelho, porque fora o S7 Edge e o Moto Z, que é fino demais, não deixo isso acontecer com outros, ahahaha


      • Diminuir bordas é uma coisa, eliminar é outra, e foi o que a Apple fez. Sobre a cama, ainda não inventaram celular flutuante, então é culpa do usuário kkkkkkkkk... De um Nokia 2100 (meu primeiro celular) até o A7 2016 (atual), todos algum dia já caíram bem na minha cara. ♫


    • Problema de sonolência.


  •   16
    Conta desativada 14/09/2017 Link para o comentário

    Uma sugestão aos inventores e designers dessas companhia.
    Por que não pensam fora da caixinha e colocam um display na traseira, ali, logo abaixo da câmera principal, para ser usado na maldita selfie ?

    E por favor, antes de qualquer tentativa de justificar, ou qualquer desculpa, não, não existe nenhuma restrição técnica para isso.

    Não precisa ser um display de 6 polegadas, digo algo pequeno mesmo, apenas para ver que esta se enquadrando corretamente a selfie. 3/4 de polegada por 1 polegada. Em telas amoled como a Samsung utiliza, estando desligada, sequer daria para perceber que tem algo ali.

    Muito mais inteligente que ficar recortando o vidro dianteiro e fazendo essa bizarrices estilo Apple .


    • Stella Dauer
      • Admin
      • Equipe
      14/09/2017 Link para o comentário

      Ronaldo, já temos um smartphone assim! :D Ele foi bastante criticado, mas eu achei a ideia legal. É o Meizu Pro 7, depois dá uma olhada. Eu achei que tem potencial.


      •   16
        Conta desativada 15/09/2017 Link para o comentário

        Olha, é verdade. Acho que é por ai mesmo, para ficar perfeito (no conceito borderless) esse Meizu Pro 7 só precisaria tirar a camera frontal e usar realmente toda a frente.

        Curti :)


    • A antiga Nokia utilizou um espelhinho ao lado da câmera para fazer selfies. Solução barata e prática. Pena que ninguém levou a ideia adiante.


      •   16
        Conta desativada 15/09/2017 Link para o comentário

        Eu lembro, e tinha esse espelho no meu E63 (aquele estilo Blackberry).


  • Na minha opinião a usabilidade não é alterada, até porque que funções tem as bordas?! Vejo apenas uma redução no tamanho (não da tela) dos aparelhos e um ganho em desing que, ao meu ver, enche mesmo os olhos. Espero que seja uma tendência daqui pra frente.


  • te falar que esse tipo de tela não me enche os olhos

    Conta desativadaConta desativadaConta desativadaConta desativadaConta desativadaCandidoConta desativadaConta desativadaConta desativadaAder Marcelo


    • O louco meu. Uma tela com aproveitamento acima de 80% sem bordas não enche seus olhos? Tem miopia? Astigmatismo? Hipermetropia? Kkkk zoeira brother.


      • kkk n vejo nd dms


      • É uma parte estética. No dia a dia também não vejo tantos benefícios assim alem de beleza. Agora pra filmes e games pra mim o benefício é bom. Acho que fica mais imerso o conteúdo. Salta aos olhos. Fora isso no dia a dia de quem não faz muito uso de videos e games não é benefício nenhum mesmo.


  • Tirando o Nokia 3310 qualquer Smart de Touch-screen é sensível... rs, seja ele top de linha ou de entrada, seja ele com pouca ou muita borda, sem contar a tendência de smarts com revestimento externo em vidro, pra mim quanto menos borda melhor, usabilidade Show e sem contar a estética que dá outro naipe pro aparelho.


  • Concordo plenamente com a Stella. Smartphones sem bordas é apenas para encher os olhos. Ainda prefiro um s7 ao invés do s8. Não vejo evolução em usabilidade, é apenas design.


  •   100
    Conta desativada 14/09/2017 Link para o comentário

    Muito bons na usabilidade e esteticamente!


  • Smartphones sem bordas é um trend que veio para ficar , felizmente as OEMs chinesas já estão lançando modelos excelente aproveitamento de tela frontal para o mercado de intermediários a preços interessantes , que as OEMs tradicionais como LG , Samsung e outras se cuidem ......a fila anda.


  • Eu particularmente gosto de um pouco de borda, bordas como do Moto X Style, Moto G5 Plus, dos Nexus e Pixel. Esses dispositivos com outra proporção e sem bordas não me agradam ainda, gosto de pegar em um dispositivo de maneira firme e não tendo todo o cuidado com a tela. Mas vamos ver, essa foi a minha sensação na tela curva da Samsung.


  • "Você curte smartphones sem bordas?" - Não. Os acho mais frágeis e difíceis de proteger. "O que acha que o futuro reserva para essa tendência?" - Creio que a maioria das fabricantes irão convergir para essa tendência. O mercado é competitivo e toda fabricante vai querer ter ao menos alguma linha sem bordas pra não ficar pra trás.

    CandidoConta desativadaConta desativadaConta desativadaConta desativadaStella DauerConta desativadaConta desativada


  • Ainda que eu considere o Samsung Galaxy S8 o telefone mais bonito que já vi, preferira que tivesse uma pequena borda ao invés do vidro na lateral. Não vejo muita vantagem nesta configuração e me preocupo com a fragilidade do aparelho.


  • Além de ser muito bonito esses Smartphones sem bordas, a usabilidade tbm achei espetacular!
    Já se encontra por menos de 700 reais o MAZE Alpha com 6gb de Ram, Helio P25, tela sem borda, câmera dupla e bateria de 4000 Mah. Um ótimo custo beneficio!


  •   26
    Conta desativada 14/09/2017 Link para o comentário

    Beleza e praticidade,
    se nao der pra ter as duas eu fico com a segunda.


  • se eu fosse comprar um top de linha hoje, confesso que ia dar atenção sim para o lance das bordas, obvio que é mais bonito, mas entre um aparelho sem bordas com touchwiz e outro com bordas grossas com OS próximo do puro, me desculpem mas vou de bordas feliz da vida

    nota: não me venham dizer que o touchwiz mudou porque continua não me agradando


  • Inovações em hardware e software estão escassas, aí a saída é inovar no design.


    • Grande brother Breves!
      Tava sumido einh! Finalmente apareceu \O/


      • To nada brother Deivis. É que ultimamente não tenho gostando muito das matérias que estão sendo publicadas, aí prefiro ficar quietinho. Junta isso com a faculdade... eu maluco aqui. #TMJ


    • para min o desgin sempre foi um fator decisivo nas minhas aquisições , o gadjet não adianta ser parudo se for feio , claro na minha opnião


      • Eu não levava muito em consideração pelo simples fato de sempre ser mais do mesmo, a única diferença sendo bordas quadradas ou arredondas, traseira plana ou convexa, leitor biométrico frontal ou traseiro. Claro, sempre um modelo mais bonito que os outros, mas sempre da forma que eu disse.
        O fato é que a Samsung aguçou a galera com o S6 Edge, fez um ótimo trabalho com o S7 Edge e arrasou com o S8.
        Isso tudo e o fato da Lenovo ter pisado legal na bola com a linha Moto está me levando a buscar outras opções, nesse caso, o S8 está como primeira opção por causa de seu design.


  • Post bom a cada hora?satisfação aspira.