O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
Escrito por:

Os 10 melhores smartphones Android com dual-SIM

Atualizado: Dois novos dispositivos com suporte ao dual-SIM adicionados

Escrito por: Bruno Salutes — há 2 meses

Eles são um fenômeno nacional. Para fugir das armadilhas de planos abusivos das operadoras, muitos usuários passaram a comprar smartphones com chip duplo, para aproveitar as melhores tarifas de dois planos. Atualizamos nossa seleção adicionando o LG K10 e o Galaxy A5 2016. Confira a lista completa a seguir.

Galaxy A5 2016

O Galaxy A5 (2016) tem um desenho premium, com a moldura de metal, muito parecida com a do carro-chefe da Samsung. De qualquer forma, a semelhança com o Galaxy S6 é onipresente. Além da beleza, o usuário que optar por esse dispositivo levará a função dual-SIM, conectividade 4G e suporte para microSD.

AndroidPIT Samsung Galaxy A5 2016 3
O Galaxy A5 2016 junta beleza com função dual-SIM / © ANDROIDPIT

LG K10

A LG optou em tornar a conectividade 4G um padrão na linha LG K. O K10 possui conectividade 4G e dual-SIM, compatível com apenas um dos cartões, visto que o segundo opera apenas em 3G/2G. Além disso, o LG K10 possui TV digital no padrão 1Seg, que não transmite o sinal em Full HD, mas chega aos 720 pixels em algumas regiões.

lgkdezteaser
O LG K10 é uma boa opção com TV e conectividade 4G / © ANDROIDPIT

Xiaomi Redmi 2 Pro

O Redmi 2 Pro é a versão melhorada do Redmi 2, com mais memória RAM e armazenamento interno. Mas, o que vale ser mencionado nessa lista é a função dual-SIM desse modelo. O Redmi 2 Pro, assim como o modelo predecessor, possui suporte para conexão 4G em ambos ou chips, ou seja, você pode utilizar as redes LTE dos seus dois SIM simultaneamente.

A MIUI realiza o reconhecimento do 4G existente em cada modelo e consegue alternar a freqüência de internet entre eles mantendo a preferencia pelo 4G em ambos, sem a necessidade de um deles responder apenas no 2G. Uma ótima opção para quem gosta de navegar pela internet em alta velocidade.

Xperia redmi 2 tela
O Redmi 2 Pro oferece dual-chip 4G e uma nova experiência com o software / © ANDROIDPIT

Motorola Moto G 2015

A terceira geração do Moto G manteve a principal característica existente nas gerações passadas: o suporte para conectividade dual-SIM. No entanto, a Motorola trouxe novos recursos para o software que gerencia os cartões SIM do dispositivo, conhecido como Dual-SIM Inteligente.

O software do dispositivo reconhece a melhor cobertura disponível com base na localização do usuário, alternando automaticamente a conectividade de cada chip-SIM inserido no dispositivo. Um dispositivo com recursos práticos e alguns extras, como resistência à água e tela HD de 5 polegadas.

Moto G 2015 hero 1
O Moto G 2015 é uma opção interessante com dual-SIM e certificação à prova d'água  / © ANDROIDPIT

Quantum GO

O Quantum GO também oferece suporte para a conectividade 4G em ambos os cartões SIM. Assim, o usuário consegue aproveitar as conexões em alta velocidade de ambas as operadoras disponíveis, visto que atualmente todas elas oferecem cobertura LTE em diversas cidades.

O software de gerenciamento de cartões SIM do Quantum GO é simples e funcional, com uma opção para escolher a rede preferencial de dados e de mensagens SMS. Além disso, o Quantum GO é o único dispositivo abaixo dos 1.200 reais com 32 GB de armazenamento interno. Uma ótima escolha!

frontquantumgoreview
O Quantum GO oferece dual-SIM 4G / © ANDROIDPIT

Asus Zenfone 2

Como se não bastassem os 4 GB de memória RAM, o processador de 64 bits, o carregamento rápido e o design premium, o Zenfone 2 ainda possui entrada para dois chips.

O desempenho do hardware do Zenfone 2 é fluido, sem engasgos e para se ter uma noção, é possível executar até 5 jogos 3D simultaneamente neste celular devido ao fato de que, além dos 4GB de memória RAM, o Kernel do aparelho foi otimizado para uma melhor performance do recurso de multitarefas. De quebra, você poderá utilizar duas linhas de telefone e internet na freqüência 2G/3G.

asus zenfone 2 camera flash colume buttons
O Zenfone 2 é um ótimo dual-SIM / © ANDROIDPIT

Motorola Moto X Play

O Moto X Play possui o mesmo software inteligente do Moto G 2015, que realiza a gestão dos chips com base na melhor qualidade de sinal disponível para o usuário. O dispositivo é dual-SIM 4G e possui resistência à respingos d'água, protegendo o dispositivo contra derramamentos acidentais de líquidos, respingos ou chuva leve.

Além disso, o Moto X Play possui uma câmera de 21MP, tela de 5,5 polegadas Full HD e memória interna de 32 GB. Sem dúvidas é uma opção interessante com boa relação custo/benefício.

frentetelamotoxplay
O intermediário premium da Motorola, o Moto X Play, também é dual-chip / © ANDROIDPIT

Motorola Moto X Style

Foi-se o tempo em que duplo chip era sinônimo de aparelho de gama média ou baixa. As principais fabricantes também já lançam uma versão de seus carros-chefes com a função. O Moto X Style é uma boa prova disso, visto que este dispositivo topo de linha oferece suporte para dual-SIM 4G com a mesma função de reconhecimento inteligente dos demais modelos da marca.

O Moto X Style é um dos poucos dispositivos que possui a câmera frontal acompanhada por um flash de LED, o que ajudará muitas selfies individuais e em grupos.

frontmotoxstyle
Moto X Style é o topo de linha da Motorola com suporte para dual-SIM / © ANDROIDPIT

Sony Xperia Z3 Dual

O Xperia Z3 Dual é outro exemplo de topo de linha dual-SIM, com toda a potência e especificações de hardware do Z3 (inclusive resistência à água), além de duas ranhuras para os cartões SIM. Uma ótima pedida para quem não abre mão de um carro-chefe, mas quer também as vantagens do Dual SIM. Além isso, o dispositivo da Sony oferece uma das melhores câmeras do mercado e experiência com o software diferenciada.

O acabamento do Xperia Z3 é outro ponto forte do dispositivo, aliando boas especificações, dual-SIM e design premium em um único aparelho.

20141017 IMGL6418 2
O Xperia Z3 é um topo de linha dual-SIM  / © ANDROIDPIT

LG G4 Dual

Outro topo de linha com suporte dual-SIM é o LG G4 (H818P), um dos melhores smartphones do ano e com a melhor câmera do mercado. Esse dispositivo é perfeito para quem busca por um hardware parrudo e funções de software diferenciadas, além de uma incrível tela QuadHD de 5,5 polegadas com tecnologia IPS Quantum.

A câmera principal do LG G4 possui 16 MP, enquanto a frontal possui 8 MP e oferece recursos especiais para selfies. Um modelo completo e com suporte para 2G/3G - 2G/4G. 

LG G4 1 Teaser
O LG G4 possui a melhor câmera do mercado e conectividade dual-chip / © ANDROIDPIT

E aí, qual dispositivo você incluiria em nossa seleção e porque?

Formado em Web Design e Marketing de Relacionamento, é apaixonado por dispositivos Android e uma boa xícara de café. Atualmente morando em São Paulo está sempre antenado em todas as tendências, novidades e lançamentos do mercado mobile. Adora assistir à vídeos reviews e sempre que possível está envolvido em alguma discussão sobre tecnologia.

Os comentários favoritos dos leitores

226 Comentários

Escreva um comentário:
  • Redmi 2 Pro com 4G em ambos os slots? Certeza dessa informação

    Acredito que precisa rever essa informação

  • KKKK.....Galaxy A7 !!

  • lenovo vibe???

  • Eu acho que o Bruno Salutes esquece que existe o Moto X Force, sempre que alguma coisa se aplica ao aparelho ele o ignora.

    Como é que o carro chefe da Motorola, que também é dual chip, não está nessa lista?

  • Acredito que o lenovo vibe deveria estar aí

  • Cadê o Moto X Force que além de dual-sim tem uma bateria fantástica?

    • 45

      Apesar do problema de vazamento energético do Moto X Force ele merecia um lugar na lista.

      • Vazamento energético? Fale mais sobre!
        Desconheço essa falha no meu X Force.

      • 45

        O problema é causado pelo Soc Snapdragon 810. Como todos sabemos nem mesmo a Motorola conseguiu uma solução real para o problema. O Moto X Force não possui o problema de esquentamento que outros smartphones apresentavam devido ao isolamento de sua carcaça, mas o calor interno continua, ocasionando o famoso de problema de throttling que afeta os Soc Snapdragon 810, ou seja, quando a cpu sofre de stress, ele rapidamente abaixa o clock afim de reduzir sua temperatura. O problema é que o código do Moto X Force, faz com que sua cpu trave o clock, fazendo contínuos request sem necessidade, acarretando em um maior consumo. O problema só é sentindo com usuários que fazem uso intenso e constante do smartphone. Teoricamente sua bateria era para durar mais do que ele dura atualmente.
        Mas o problema ainda não tira ele de ter uma das melhores baterias do mercado.

        Espero ter esclarecido sua dúvida.

        =]

      • Venho aqui esclarecer as informações trazidas pelo amigo Elerson Carvalho.

        O que foi dito se aplica a um LOTE "defeituoso" da Motorola. Segundo relato dos usuários trata-se de algum lote de Novembro/2015.

        Alguns donos do X Force tiveram seu aparelho trocado devido ao conhecido problema da "Green Line", que também era por conta de um LOTE "defeituoso".

        O resultado foi que os que receberam novos aparelhos devido a "green line" observaram que o "novo" X Force passou a ter uma autonomia da TELA com uma média de 6horas, enquanto o anterior NÃO PASSAVA de 4h30min.

        Também foi percebido que o aparelho trocado agora fazia pontuação superior a 90mil pontos no Antutu Benchmark e não perdia muita pontuação quando executado outro teste seguidamente. Sendo que no aparelho de lote defeituoso a pontuação NUNCA tinha passado de 88mil e caia para 60mil quando do segundo teste seguido.

        Eu também tive o meu aparelho trocado pela Motorola, por outro motivo alheio a "green line" e também constatei todas essas melhorias.

        Assim, quem for adquirir o X Force pode ficar tranquilo que o problema relacionado ao esquentamento do aparelho foi sanado e a autonomia da bateria dele está cumprindo o prometido.

      • 45

        Boa tarde Daniel Anunciação S.

        Eu li sobre o problema de Green Line no site PhoneArena a um tempo, mas o problema ao qual eu me refiro foi constatado por profissionais qualificados do site Anandtech, e não afeta especificamente um lote, mas sim toda linha.
        Deixei claro e bem especifico em meu comentário de que o problema constatado é referente ao Soc e código-fonte (especificamente no código que gerencia o throttling).
        Foi constatado também, que mesmo possuindo tal problema, o smartphone consegue ainda se manter como referencia em autonomia de bateria, mas ele poderia ser melhor.
        A questão de desempenho, só há queda, repito "só há queda de desempenho, quando o processador sofre de constante stress". Antutu, não faz testes de stress continuo...
        Meu intuito não foi de influenciar e nem mesmo de denegrir a imagem do smartphone, mas a verdade tem que ser dita.

        Contanto a quem planeja ou deseja comprar o smartphone, não se preocupem, estes problemas de nada afetaram a qualidade que vocês esperam. O smartphone é ótimo e com certeza atenderá aos propósitos de quem o adquiri-lo.

        Obrigado e Abraços.

        =]

      • Amigo não estou me referindo ao problema da "Green Line" MAS sim que os usuários que tiveram seus smartphones trocados por esse problema, que sabemos que não é o que você está se referindo, mas que os usuários que adquiriram NOVOS X Forces por conta desse problema constataram uma MELHORIA na Autonomia da Bateria, principalmente na Autonomia da Tela, que passou de 4h30min para uma média de 6 horas, sem falar que o aparelho passou a esquentar bem menos.

        Esqueça a questão da Green Line, não se trata desse problema.

        Assim, constata-se que o LOTE antigo tinha algum problema relacionado a dissipação do calor no aparelho, problema este que foi corrigido.

        Tanto é assim, que você pode verificar os inúmeros relatos de usuários que tiveram seus aparelhos trocados, seja por problema de Green Line ou qualquer outro que seja (aparelhos do Lote de Novembro/2015 pra trás) ao receberem o seu NOVO aparelho, constataram todas essas melhorias.

        O meu antigo aparelho era de Novembro/2015, esse era o lote de fabricação do mesmo. O NOVO que eu recebi é de Dezembro/2015. ANTES ele SÓ fazia 4h30min de tela, agora faz 6horas. Vale ressaltar que em ambos já havia o Android Marshmallow rodando.

        Sabemos perfeitamente que quando o aparelho esquenta consideravelmente ele reduz o clock do processador para evitar superaquecimento.

        Verdade que o Antutu não é parâmetros para verificar o nível de Stress do aparelho, mas experimente rodar inúmeros testes consecutivos nele!
        O que eu quis dizer era que nos aparelhos do LOTE com problema, ao se executar um teste seguido no Antutu a pontuação caia de 88 mil pontos para 60 mil pontos ENQUANTO nos aparelhos cujo lote de fabricação é a partir de Dezembro/2015 faz acima de 90 mil pontos e quando você seguidamente faz outro teste, a pontuação cai para 85 mil e não 60 mil como acontecia antes. Entendeu a diferença?

        O problema que você está relatando de fato acontecia MAS não nos Lotes de fabricação que eu mencionei aqui.

        O snapdragon 810 esquenta? Sim!

        O snapdragon 810 esquenta no X Force da mesma forma que esquenta no aparelho da Sony? Nunca

        O snapdragon 810 no X Force chega a ser um problema? Não MAIS. Após a correção nos LOTES defeituosos o processador melhorou substancialmente, inclusive gerando um impacto no gasto de bateria, deixando o aparelho melhor do que já era.

        Espero ter sido mais claro.

      • 45

        Entendi muito bem o que você disse Daniel Anunciação S., agora se alguém não entendeu algo aqui é você, devido a uma má interpretação do meu texto, que por sinal esta de fácil explicação. Vou replicar o paragrafo:
        "Eu li sobre o problema de Green Line no site PhoneArena a um tempo, mas o problema ao qual eu me refiro foi constatado por profissionais qualificados do site Anandtech, e não afeta especificamente um lote, mas sim toda linha.
        Deixei claro e bem especifico em meu comentário de que o problema constatado é referente ao Soc e código-fonte (especificamente no código que gerencia o throttling)."

        Vou fazer uma explicação pausadamente para que você senhoria consiga interpretar:
        "Não afeta especificamente um lote, mas sim toda linha."
        TODA LINHA.
        "Deixei claro e bem especifico em meu comentário de que o problema constatado é referente ao Soc e código-fonte (especificamente no código que gerencia o throttling)."
        O PROBLEMA NÃO É DE PROJETO, NÃO DE DEFEITO DE FABRICAÇÃO, É UM PROBLEMA RECORRENTE DO SOC E DE UMA PÉSSIMA IMPLEMENTAÇÃO DE CÓDIGO DA MOTOROLA EM SEU KERNEL.

        Sei que você talvez tenha o smartphone, e quer protegê-lo com unhas e dentes, mas relaxa, eu não estou denegrindo a imagem dele, eu até tenho só elogios perante o smartphone.
        Me desculpe meu caro, mas se você não entendeu, é melhor ambos encerrarmos nossa discussão, pois não está levando a nada. E nada do que você disser vai mudar meu pensamento e testes de especialistas, assim como eu tenho certeza que nada que eu disser irá mudar seu pensamento que por sinal eu respeito.

        Muito obrigado pela discussão sadia e abraços.

      • Concordo com o Elerson, o Moto X Force é um grande e excelente smartphone, mas ainda não existe um smartphone livre de erros e livre de imperfeições.
        Aqui na empresa o smartphone foi testado e submetido a diversos testes de stress, e o problema citado pelo Elerson realmente ocorre, mas não é algo que venha a prejudicar a experiencia do consumidor.

        Daniel Anunciação S. vi em seu perfil que você tem o smartphone e o protege, mas relaxa amigo, você tem uma super maquina nas mãos. Se o smartphone atende a todas suas expectativas isso que é o importante e bola para frente. Você precisa interpretar melhor os comentários brother.

      • Gaki Kunashi e Elerson Carvalho, será que ambos poderiam informar quais testes de estresse eu poderia testar o aparelho para verificar o problema alertado por ambos e assim verificar se trata de um problema de LOTE ou de Toda LINHA, seria possível?

        Prometo ser honesto nos resultados.

      • Bom dia Daniel Anunciação S.
        Em nossa empresa o teste mais básico que fazemos é usando scripts bash shell de request de floats diretamente da CPU em loop constante:

        integer=1;
        while [ 1 ];
        do
        float=$(($integer/3));
        integer=(($integer+1));
        done;

        Usamos termômetros a laser para registrar a temperatura do gadget.
        Não temos o costume de utilizar aplicativos devido as licenças de copyright, caso a gente resolva divulgar os resultados.
        Fazemos os testes com a bateria totalmente carregada, e finalizamos o teste com 5% de carga restante.
        Fique a vontade para executar o teste.

        Lembrando que nossos testes são feitos em ambientes controlado, não me responsabilizo por danos causados ao seu smartphone.

        (Existem outros testes como execução do aplicativo PCMark em loop, e execução de vídeos 4k).

        Se os seus resultados forem satisfatórios, iremos comunicar a nossa assessoria de impressa para que faça um pedido diretamente da Motorola para um novo teste.

        Obrigado e boa sorte.

        Edit.: Notei que você citou em seu comentário que os comentários é um alerta, na verdade não é um alerta, pois este é um problema que não afeta a usabilidade do smartphone (o problema poderá a vim a tona aleatoriamente, ou somente para aqueles que se utilizem de atividades mais complexas para a CPU, o que é algo raro em smartphone, pelo menos eu mesmo nunca vi alguém fazer tal uso), portanto não faça confusão. Obrigado.

      • Infelizmente por restrição de conhecimento técnico não tenho como executar o teste descrito. Talvez com um tutorial.

        Se você puder indicar algum aplicativo que rode em loop e que tenha a mesma eficiência poderei fazer o teste tranquilamente por minha conta e risco.

        Agora retornando ao meu relato sobre as variantes dos Lotes do X Force, gostaria de saber de você o que explica o fato do meu antigo aparelho, cujo lote de fabricação era de Novembro/2015 apenas conseguir uma autonomia de tela, em média, de 4h30min (desde sempre) e o meu novo, cujo lote de fabricação é de Dezembro/2015 estar fazendo diariamente uma média de 6 horas de autonomia da tela?

        Vale ressaltar que ambos rodaram com Android Marshmallow.

        Esse relato não é só meu, você pode constatar ao menos outros 10 relatos desse tipo no grupo do X Force no Facebook.

        Se você tiver ao menos uma teoria que explique isso eu agradeço.

      • Assim que for possível Daniel tentarei criar um tutorial (no momento estou no ambiente de trabalho).

        StabilityTest (ROOT optional) – não posso atestar a eficiência do aplicativo, mas na época do Android 2.3 eu utilizei uma vez, apenas por curiosidade, mas quem sabe ele possa ajudar.

        Sobre o lote defeituoso, eu confesso que desconhecia o fato. É difícil elaborar uma teoria sem mesmo ter alguns dados estatísticos, para verificarmos a moda e freqüência recorrente de alguns problemas. Mas como a Motorola se prontificou a fazer a troca, é de fato que o problema era de hardware (se fosse de sistema, uma simples atualização OTA resolveria). O fato da autonomia de tela ser menor, não necessariamente indica que o problema ocorria nos módulos Display do smartphone, poderia ser um problema até mesmo da própria Bateria. Na época você notou se a drenagem de bateria ocorria em usos específicos (games com controles touch, games com controles por acelerômetros ou giroscópio, navegação web)?

      • O meu uso do aparelho tanto antes quanto depois se manteve igual.

        Dia a dia, de forma moderada, apenas rodando aplicativos de rede social, brilho Automático da tela, localização, Bluetooth e nfc sempre desligados, 80% no wifi e 20% no 4G.

        O que eu notei foi que o aparelho antigo esquentava muito mais, isso explica talvez, o relato sobre os teste no Antutu, no antigo só era possível chegar aos 88 mil pontos, e ao fazer outro teste seguidamente a pontuação caia para 60k. No novo, mesmo após o teste no Antutu o aparelho se mantém relativamente frio, fazendo acima de 90 mil pontos e no segundo teste caindo pra casa dos 80k.

        Todos esses relatos estão documentados, inclusive mandei uma carta para a Motorola nesse sentido, com todos os prints de testes e outros relatos de usuários, quando enviei o antigo aparelho para descarte.

        Só a título de curiosidade a troca do meu antigo aparelho ocorreu apenas por conta de um péssimo serviço prestado pela assistência técnica autorizada que ao trocar a película de fábrica do aparelho (lente externa ShatterShield) o fez por uma arranhada, deixando bolhas e digitais sem ter outra em estoque. Por conta disso o setor de mídias sociais da Motorola quis me dar outro aparelho e para minha sorte veio um de lote mais atual.

      • Eita, situação bem complicada a sua, mas ainda bem que teve um final feliz.

        Pelo relato do seu uso, me faz crer realmente que seu smartphone possuía algum problema relacionado ao hardware.
        Em todo caso, vou fazer um pedido a assessoria de imprensa da empresa, para que solicite a troca do nosso modelo por um de lote com data posterior a novembro de 2015, para que novos testes sejam realizados.
        As palavras de um consumidor satisfeito vale muito mais do que qualquer profissional questionando o produto.

        Assim que possível, estarei postando os resultado para você Daniel Anunciação S..

        Abraços Daniel, foi bom debater com você.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi