O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
879 Compartilhados 136 Comentários

Samsung: a evolução da série Galaxy Note até o Note 7

A cada ano, assistimos ao lançamento de um novo modelo numa família de smartphones. Com isso, fica fácil esquecer como era o seu dispositivo preferido três anos atrás. Hoje, vamos entrar na máquina do tempo e ver como a série Galaxy Note evoluiu ao longo dos anos, chegando ao último lançamento, o Note 7.

Sobre a linha Galaxy Note

A Samsung inventou o phablet com caneta inteligente, e com isso passou a atender uma parcela crescente do mercado. Com o Galaxy Note os coreanos comprovaram: o tamanho da tela é importante, e uma caneta stylus faz muito sentido num smartphone!

O maior reconhecimento talvez venha da principal concorrente: há anos defendendo suas telas pequenas, a Apple lançou em 2014 seu primeiro phablet, o iPhone 6 Plus (sem caneta inteligente). Mas voltando à série Galaxy: vamos ver como tudo começou?

AndroidPIT Samsung Galaxy Note7 event 5181
A família Galaxy Note / © AndroidPIT

Galaxy Note: o começo de tudo

O primeiro Note foi anunciado na IFA 2011 e era um verdadeiro gigante na época, com 5,3 polegadas de diagonal de tela. As críticas ao tamanho do aparelho foram pesadas, mas o seu sucesso comercial, com um milhão de unidades vendidas em 2 meses, convenceu até aos mais céticos (até hoje, foram vendidos mas de 10 milhões de aparelhos).

O Galaxy Note veio com um processador dual-core a 1,4 GHz e estabeleceu novos padrões, principalmente se pensarmos na novidade da S-Pen. A Samsung arriscou-se bastante ao lançar um produto tão inovador, mas logo viu-se que valeu a pena.

note1
O primeiro Galaxy Note. / © Samsung / © AndroidPIT

Samsung Galaxy Note 2: 3 milhões de unidades vendidas em 37 dias

O sucessor foi apresentado à imprensa na IFA 2012, e a partir de então ficou claro: a série Galaxy seria a protagonista de cada edição da IFA, o que vale até hoje. A Samsung aumentou o tamanho da tela para 5,5 polegadas e dobrou o número de núcleos da CPU.

As funções da S-Pen foram ampliadas e otimizadas, e isso ajudou a série a se estabelecer como líder absoluta no mercado de phablets. No primeiro mês, três milhões de unidades foram vendidas. Na época, a concorrência não apresentou uma alternativa equivalente com stylus.

Quanto ao software, a Samsung fez o dever de casa e integrou funções bastante úteis ao dispositivo, que ajudam a tornar mais eficiente o seu uso profissional. Dessa forma, a função multitarefa foi otimizada com a opção de dividir a tela em duas partes, além da integração do Air View. Por fim, o Note 2 recebeu funções do bem-sucedido Galaxy S3, além de ter seguido a sua linha visual.

Samsung Galaxy Note 3: o ápice

Nessa altura, a série Galaxy Note já estava estabelecida e não contava com concorrentes à altura. O Note 3 viu a luz do dia durante a IFA 2013, desta vez com um visual mais anguloso e apropriado a um dispositivo premium. A imitação de couro costurado nas bordas deveria reforçar essa ideia.

Sua parte traseira não agradou a todos, mas no que diz respeito ao hardware e ao uso da caneta inteligente, a Samsung trouxe novamente otimizações importantes, distanciando-se da concorrência incipiente: o Note 3 foi o primeiro smartphone com 3GB de RAM, algo que só agora começa a se difundir.

O dispositivo não foi apenas um sucesso comercial (vendendo nos dois primeiros meses 10 vezes mais do que o Note original), ele também foi a principal referência para o design do Galaxy S5.

Samsung Galaxy Note 4: um dos melhores de 2014

O Note 4 é o dispositivo que tenha trazido menos novidades entre os primeiros smartphones da série. Na parte frontal, o Note 4, com as mesmas 5,7 polegadas, traz poucas diferenças com relação ao antecessor. Na parte traseira, temos novamente o visual de couro, dessa vez sem as costuras falsas.

Com o Note 4, a Samsung introduziu a resolução de 2K em seus smartphones. Além disso, trata-se do primeiro exemplar da família Note com moldura de metal. Novamente, o aparelho se inspira nas inovações de software da série Galaxy S, trazendo o escaner de impressão digital para o phablet. Mais uma vez, o ponto forte do aparelho está na sua tela, não tanto pela alta resolução quanto pela representação de cores, visibilidade sob o sol e estabilidade de visualização em ângulos inclinados.

androidpit Samsung Galaxy Note4 1
O Galaxy Note 4 / © ANDROIDPIT

A evolução de processador, bateria e tela ficam claras no infográfico abaixo (preparado pelo Samsung Tomorrow), mas na minha opinião, as funções de software da S Pen sofreram as mudanças e melhoramentos mais radicais. São elas que fazem o Note 4 estar a anos-luz do Galaxy Note.

Samsung Galaxy Note Edge: um fracasso comercial

Antes do lançamento oficial do Note Edge haviam inúmeros rumores de que a Samsung estava desenvolvendo uma tecnologia para telas curvas. Em 2014, a empresa sul-coreana surpreendeu e apresentou ao mundo o Note Edge, com tela AMOLED de 5,6 polegadas e resolução QHD. O charme do aparelho era sua borda lateral curva.

A nova tecnologia, combinada com a S-Pen, adicionavam novas possibilidades aos usuários que buscavam por mais produtividade. O dispositivo, embora contasse com tecnologia de ponta, teve uma repercussão negativa em diversos países devido ao alto valor cobrado pela Samsung. Apesar da inovação, o Note Edge não obteve o sucesso que a empresa almejava. 

androidpit samsung galaxy note edge review 4
O Galaxy Note Edge /  © ANDROIDPIT

Samsung Galaxy Note 5: a manutenção

O ano de 2015 foi bem conturbado para os fãs da marca. A empresa antecipou o lançamento do Note 5 que, tradicionalmente, acontecia durante a IFA, em Berlim. Além disso, como parte de uma nova estratégia, a empresa restringiu a venda do novo modelo aos mercados americanos, deixando a Europa de fora. 

Algumas características da série foram deixadas de lado, como a bateria removível, por exemplo. O Note 5 segue os padrões de design da linha Galaxy S6, que era vendida mundialmente. Por sinal, o S6 Edge+ foi colocado em países que não comercializavam o Note 5 exatamente como uma alternativa ao modelo, só que sem a S-Pen.

androidpit samsung galaxy note 5 16
O Galaxy Note 5 / © ANDROIDPIT

Samsung Galaxy Note 7: a cereja do bolo

O Note 7 é o atual membro da família. Assim como seu irmão anterior, a Samsung resolveu lançá-lo antes da IFA. A marca também voltou atrás e resolveu vendê-lo na Europa, pulando a nomenclatura 6 e indo direto para o 7, como estratégia interna de marketing. Os pontos fortes, como a resistência e a inovação voltaram com tudo no Note 7.

O dispositivo herdou alguns traços do S7 Edge, como o visor curvo nas duas laterais. O corpo unibody feito em metal e vidro, assim como a bateria irremovível, continuam presentes. O scanner de íris é a boa nova do aparelho, que introduz um recurso inovador e inédito aos usuários, agregando mais segurança ao dispositivo. A S-Pen passou por uma das suas maiores reforças, tornando-se mais precisa, mais inteligente e à prova d'água, assim como o próprio Note 7.

AndroidPIT Samsung Galaxy Note7 event 5210
O Note 7 e suas versões coloridas / © AndroidPIT

E aí, qual é o seu Note favorito?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Hipopótamo Roxo do Mal 9/set/2014

    compra um Note 3 ou 4 usa dois meses depois venha falar se a samsung e um lixo o mundo não gira em torno dos aparelhos da samsung de 400 reais que provavelmente você deve ter tido na sua vida e por isso tem essa raiva da samsung kkk

  • Mário Júnior 8/set/2014

    Com certeza merecem o hall da fama.. linha note é demais 👏

  • Tony 8/set/2014

    Samsung sempre uma porcaria . Evolução seria se tirassem essa interface nojenta .

  • Felipe Zagnoli 8/set/2014

    A evolução foi fantástica....

  • Rodrigo De Toni há 3 meses

    Tenho um Note 4 e digo, o melhor custo-benefício do mercado. É impressionante o que um telefone de 2014 é de bom e de longe muito melhor que a maioria dos lançamentos já de 2017. A câmera ainda figura entre as 5 ou 6 melhores do mundo, espaço de sobra com 32 Gb, 3 Gb de RAM, um baita processador, tela invejável em muito telefone top de 2017, bateria remomovível, cartão de memória (tenho um de 64 Gb), acabamento premium (a tampa não tem como já que é removível), enfim, vou gastar o teclado elogiando. Só trocaria pelo óbvio, Note 7. Tenho também um Tab S 10.1 com 4G, fantástico.

    Sobre travamentos, poucos, mas é lógico que tem, pois sou um hard user e é para isso que servem telefones mais caros, para serem usados em seu máximo potencial.
    Aqui em casa o telefone da minha mulher é um iPhone 6 comprado a 30 dias. Já travou de ter que reiniciar 3 vezes.

    Já tive Moto X segunda geração, já tive Blackberry Curve e Z10, já tive iPhone 4 e 4S, já tive Lumia 720, 520, 830, 550, 620 e 635 (maioria deles por conta da empresa), já usei por um bom tempo o Xperia Z3 e Z5, já usei muito o Moto G 1, 2 e 3, já tive iPad, LG G3 usei uns dias..

    Enfim gurizada, 100% de todos esses aparelhos travaram mais que 5 vezes, 100% desses aparelhos eu já tive que fazer algum tipo de soft ou hard reset, e todos sem exceção tiveram algum tipo de complicação de uso como lag ou falta de resposta a algum serviço.

    Texto longo, sim, e lê quem quiser, concorda quem quiser, discorda quem quiser, afinal de contas, ainda vivemos numa democracia, mas aí chamar de lixo algo que tu nunca teve é demais.

136 Comentários

Escreva um comentário:
  • 3,7,4,2,5,1 nessa ordem

  • Já tive um Note 2 e tenho um Note 5 atualmente. Simplesmente fenomenal em todos os aspectos !

  • Tenho um note 2 e não tenho do que reclamar. Mesmo com a famigerada tw, ele não trava.

  • Pra mim o note 3 e o note 4 foram os mais badalados que fizeram muito sucesso
    a parti do note 5 parece q a samsung resolveu diminuir a nada a distancia entre a linha S e o note assim como no note 7

    prefiro o note 3 por quase tudo gosto do seu design

  • algumas pessoas só tiveram galaxy win da vida e vem falar merdas da samsung kk só quem já teve a experiência com um top de linha da samsung pode criticar

  • Amigos, tenho um Note 3 e digo sem sombra de dúvidas: a tela é perfeita, o acabamento é lindo, e o hardware é de longe top de linha até hoje! Bate muito aparelho atual que se auto-intitula "top".

  • Faz a linha S. Sem os Minis.

  • O note 7 na china terá 6 de ram e 128 de rom......

  • Tenho um Note 4 e digo, o melhor custo-benefício do mercado. É impressionante o que um telefone de 2014 é de bom e de longe muito melhor que a maioria dos lançamentos já de 2017. A câmera ainda figura entre as 5 ou 6 melhores do mundo, espaço de sobra com 32 Gb, 3 Gb de RAM, um baita processador, tela invejável em muito telefone top de 2017, bateria remomovível, cartão de memória (tenho um de 64 Gb), acabamento premium (a tampa não tem como já que é removível), enfim, vou gastar o teclado elogiando. Só trocaria pelo óbvio, Note 7. Tenho também um Tab S 10.1 com 4G, fantástico.

    Sobre travamentos, poucos, mas é lógico que tem, pois sou um hard user e é para isso que servem telefones mais caros, para serem usados em seu máximo potencial.
    Aqui em casa o telefone da minha mulher é um iPhone 6 comprado a 30 dias. Já travou de ter que reiniciar 3 vezes.

    Já tive Moto X segunda geração, já tive Blackberry Curve e Z10, já tive iPhone 4 e 4S, já tive Lumia 720, 520, 830, 550, 620 e 635 (maioria deles por conta da empresa), já usei por um bom tempo o Xperia Z3 e Z5, já usei muito o Moto G 1, 2 e 3, já tive iPad, LG G3 usei uns dias..

    Enfim gurizada, 100% de todos esses aparelhos travaram mais que 5 vezes, 100% desses aparelhos eu já tive que fazer algum tipo de soft ou hard reset, e todos sem exceção tiveram algum tipo de complicação de uso como lag ou falta de resposta a algum serviço.

    Texto longo, sim, e lê quem quiser, concorda quem quiser, discorda quem quiser, afinal de contas, ainda vivemos numa democracia, mas aí chamar de lixo algo que tu nunca teve é demais.

    • Rodrigo, também já tive um Note 4 e a tela, as cores, achava sensacional. Os únicos "senãos" para mim eram: 1- duração da bateria (mas também, com uma tela daquelas, né?); 2-acabamento da tampa traseira (mas como você disse, por ser removível, sem muito a fazer sobre isso); 3-o botão home, pois não sou muito fã desses botões físicos. Prefiro mais os virtuais. Mas aí é gosto. Agora, se esse Note 7 chegasse com a variante dual-sim por aqui, com certeza seria meu aparelho principal. O acabamento que a Sammy deu nesses modelos S6, S7, Note 7 agora, tá espetacular. Muito bem trabalhado. Daí o cara falar que empresa tal é lixo, não condiz. Toda empresa tem algum tipo de produto que realmente não deveria nunca ter saído do papel e falhas nos mais diversos setores.

    • queria ver esse iphone 6 travar 3 vezes de desligar
      se nem o 4s acontece isso imagina o 6
      tenho um iphone 6 a quase dois anos e nunca aconteceu isso

    • Adorei seu cometário, Rodrigo De Toni! Tenho um Note 4 também e já tive outros tantos, nenhum me deu a resposta e estabilidade que o Note 4 me dá, e como você disse ainda é TOP. Claro que quero um Note 7 mas vou esperar cair um pouco o preço, já que não tenho pressa o meu é ÓTIMO. Abraço

  • Nunca tive um mas são aparelhos bem interessantes.
    Mas sou apático quando se trata de telas grandes.

  • Tive o 2 e o 3,quem crítica nunca teve um !elite da Samsung é a série note!

  • do que trava mais ao que trava um pouco menos

  • O Note 7 será meu primeiro da linha haha 😍😍😍

  • Verdadeira evolução da linha Note: R$ 2000, R$ 3000, R$3500, R$ 4000. hahshahshashas

    (apesar da zoeira, sou fã e só não tive um tablet ou celular da linha Note justamente por causa da verba, porque parecem sensacionais)

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi